in , ,

Os 30 melhores singles internacionais de 2021

Com o final de 2021 se aproximando, também chegam as retrospectivas do ano. No mundo da música, foram muitos momentos marcantes: novas descobertas, revelação de artistas, retornos e muitas canções. Por isso, o Tracklist decidiu compilar, nesta lista, os 30 melhores singles internacionais de 2021.

No meio de tantas opções, é difícil apontar as faixas que merecem ser destacadas – mas nós topamos o desafio! Relembre, junto com a gente, os lançamentos que mais marcaram os últimos 12 meses, tornando-se uma verdadeira trilha sonora para este ano. Acompanhe a lista abaixo!

Por Brenda França, Mariana Alves e Vitória Roque

Observação: a lista foi definida a partir dos seguintes critérios: opinião dos redatores e da equipe do Tracklist; e opinião da crítica especializada.

Confira os 30 melhores singles internacionais de 2021

30º – “Easy On Me” – Adele

“Easy On Me” foi o primeiro lançamento do quarto disco de estúdio de Adele. A faixa, que é uma balada típica da voz de “Hello”, introduziu o retorno da cantora para as paradas após o divórcio com o empresário Simon Konecki e o sucesso de “25”, que levou o Grammy de Álbum do Ano em 2017. “Easy On Me” chegou a bater o primeiro recorde da cantora com o “30”, que debutou com 90 pontos no Metacritic pela crítica especializada, sendo a faixa mais ouvida em apenas um dia da história do Spotify.


29º – “Bad Habits” – Ed Sheeran

Um terno rosa, unhas postiças e uma boa batida eletrônica. “Bad Habits” rompeu com a pausa de quatro anos de Ed Sheeran e foi o single de destaque para o ano de 2021. A letra fala sobre decisões ruins da madrugada e a faixa contou com um clipe super produzido, com Ed vestido de vampiro e muitos efeitos especiais. Apesar da estética, “Bad Habits” tem sons mais sintéticos do que a gente está acostumado, se levarmos em consideração as primeira fases de Ed Sheeran. Porém, a faixa foi bem recebida pelos seus fãs e é um dos maiores hits do ano.


28º – “Best Friend” – Saweetie feat. Doja Cat

A faixa chegou abrindo o ano de lançamentos logo no início de janeiro. A nova aposta do rap, Saweetie, uniu forças com Doja Cat em uma parceria empoderadora celebrando a amizade entre elas. A música junta uma letra de poder feminino com uma batida contagiosa e energia dançante, somados ainda a um videoclipe super produzido. “Best Friend” rapidamente viralizou pelas redes sociais e rendeu à dupla uma indicação ao Grammy na categoria Melhor Música de Rap.


27º – “Rumors” – Lizzo feat. Cardi B

A nova era de Lizzo em 2021 começou com a divulgação de uma parceria com ninguém menos do que Cardi B. “Rumors” não poderia ficar de fora da nossa lista de melhores singles internacionais de 2021! Com uma letra bem debochada sobre a indústria da mídia e do entretenimento por causa de todos os boatos que repercutem sobre as duas, a faixa ainda contou com um clipe poderoso e debutou no Top 10 em todas as plataformas de streaming.


26º – “Take My Breath” – The Weeknd

Em agosto, The Weeknd deu um início oficial a uma nova era, com a divulgação de “Take My Breath”. A música apresenta uma produção retrô, e é a primeira prova de seu novo projeto, o qual o cantor já denominou como “The Dawn”. A faixa recebeu aclamação crítica. O veículo britânico The Guardian, por exemplo, avaliou-a com nota máxima, descrevendo-a como “uma obra-prima instantânea do disco-pop”.


25º – “Solar Power” – Lorde

O sucessor do aclamado “Melodrama” chegou após quatro longos anos de espera. Lorde voltou em 2021 com o lead singleSolar Power“, faixa-título de seu novo álbum, introduzindo estética e temática diferentes do que os fãs estavam acostumados a ver nos trabalhos da cantora. Exaltando a força solar e a energia do verão, a letra da música traz aspectos visuais que se completam com o clipe da música gravado na praia.


24º – “MONEY” – Lisa

Enquanto o comeback do BLACKPINK não chega, Lisa aproveitou o ano de 2021 para trabalhar em projetos solo. O EP autointitulado “LALISA” chegou com a faixa-título e o single “MONEY”, uma das músicas de k-pop mais bem-sucedidas no ano. A música ainda veio acompanhada de um vídeo exclusivo de performance, repleto de coreografia e dançarinos. O vídeo de dança atingiu um marco e bateu a marca de 300 milhões de visualizações no YouTube em apenas 66 dias.


23º – “Need To Know” – Doja Cat

2021 mostrou para a indústria musical a potência de Doja Cat, que com o álbum “Planet Her” emplacou várias faixas como hits nas redes sociais e nas plataformas de streaming. “Need to Know” foi uma delas e se consagrou como a primeira música feminina de rap solo a entrar no Top 10 do Spotify Global. A faixa, assim como o disco de Doja Cat, traz referências mais futuristas e uma estética meio alienígena, além de uma batida original que colocou a artista no radar de muita gente — inclusive das mais consagradas premiações do mundo da música.


22º – “Up” – Cardi B

Apesar de não ter lançado um novo álbum em 2021, Cardi B marcou presença nos charts diversas vezes no decorrer do ano. “UP” é um dos melhores singles internacionais de 2021 e atingiu o topo da Billboard Hot 100 em março, estendendo o recorde da artista como a rapper feminina a emplacar mais músicas no topo do chart. Cardi não economizou no visual e entregou um clipe cheio de figurinos, efeitos especiais e coreografia. O sucesso da faixa também foi impulsionado pelo TikTok, pois diversos artistas gravaram os seus próprios vídeos de dança ao som de “UP”.


21. “Wild Side” – Normani feat. Cardi B

Enquanto o álbum de estreia de Normani como solista não chega, os fãs podem apreciar a divulgação de seus singles. Este é o caso de “Wild Side”, feat. Cardi B. Esta é a primeira faixa lançada por Normani desde “Motivation”, de 2019. O trabalho inclui uma interpolação de “One In A Million”, de Aaliyah, e foi simultaneamente publicado com um videoclipe. Além dos vocais, a música apresenta um outro ponto alto – uma coreografia poderosa, uma habilidade que já se tornou uma marca da cantora americana.


20. “Good Days” – SZA

Lançada no Natal de 2020, “Good Days” tomou força em 2021 e chegou após três anos do lançamento de “Ctrl”, o álbum de maior destaque da carreira de SZA até então. A faixa, que reflete sobre a negatividade do passado, mostra uma artista olhando com carinho para o futuro e traz referências intimistas e religiosas, além de muita melancolia.


19º – “On The Ground” – Rosé

Assim como a amiga Lisa, Rosé investiu seu tempo de 2021 em trabalhos solo. “On The Ground” não só se consolidou como um grande sucesso no K-Pop este ano, como também possui um significado de muita importância para a cantora. Nos versos do pré-refrão, Rosé fala sobre como trabalhou a vida inteira para conquistar tudo o que tem hoje. “É fato que eu tinha literalmente 16 anos quando vim para a Coreia do Sul, sem ninguém da minha família, completamente sozinha e eu trabalhei todos os dias desde então para chegar onde estou agora”, contou em entrevista à Zane Lowe. A música foi a melhor estreia de uma artista feminina solo sul-coreana nas plataformas de streaming.


18º – “Mr. Perfectly Fine” – Taylor Swift

A era das regravações de Taylor Swift teve início em abril de 2021, com o lançamento do “Fearless (Taylor’s Version)”. “Mr. Perfectly Fine” foi escrita pela cantora para fazer parte da versão original do álbum, lançada em 2008, mas acabou ficando de fora. Porém, na luta para ter de volta os direitos sobre o seu próprio trabalho, Taylor presenteou os fãs com músicas inéditas vindas diretamente “do cofre”, e essa canção foi uma delas. O single foi lançado alguns dias antes do álbum, e com uma voz mais madura, ela cantou sobre sentimentos do passado, aumentando a expectativa dos fãs para ouvir as demais faixas “From The Vault”. Um dos melhores singles internacionais de 2021, com certeza!


17º – “Faking Love” – Anitta ft. Saweetie

Gravado em parceria com a rapper Saweetie, “Faking Love” foi o terceiro single divulgado do álbum “Girl From Rio”, o próximo trabalho da brasileira Anitta. Em mais uma aposta para o seu repertório internacional, Anitta chegou a apresentar a faixa ao vivo no “The Late Late Show”, de James Corden, com uma coreografia inspirada na dança norte-americana. Sobre a letra, Anitta revelou no próprio programa que surgiu sobre a vontade de terminar um antigo relacionamento. 


16. “My Universe” – Coldplay ft. BTS

“My Universe” é o segundo single de “Music of the Spheres”, nono álbum de estúdio do Coldplay. A parceria com o BTS mostrou uma mistura que, inicialmente, deixou até mesmo os envolvidos céticos – todos achavam difícil combinar dois grupos de gerações, gêneros musicais e que falam línguas diferentes. “Isso nunca vai funcionar”, lembrou o vocalista Chris Martin em uma entrevista, enquanto contava seus primeiros pensamentos em relação à colaboração.

No entanto, o lançamento da música provou ser um acerto, tanto pelo sucesso comercial (a faixa é a segunda música da banda britânica a alcançar o topo da Hot 100), quanto pela experiência: Chris descreveu o single como uma canção que fala sobre “um amor que é difícil e que precisa transcender fronteiras”. Faz todo o sentido que a música seja cantada por duas bandas muito diferentes, não é?


15º – “Butter” – BTS

Este ano, o grupo sul-coreano BTS enfrentou o desafio de apresentar um novo trabalho, logo após a recepção estrondosa de “Dynamite”. É neste contexto que surge “Butter”, segundo single do septeto na língua inglesa. O que eles ofereceram é uma canção ideal para o verão: divertida e confiante, com uma produção que se destaca pelo uso de sintetizadores e por sua linha de baixo suntuosa. A faixa rendeu alguns recordes para o grupo, como o título de música com mais semanas em #1 na Billboard Hot 100 este ano. Além disso, a música conseguiu a segunda indicação do grupo ao Grammy.

Em agosto, uma nova versão, incluindo a rapper estadunidense Megan Thee Stallion, foi divulgada, rendendo um twist satisfatório.


14º – “All Too Well (10 Minutes Version) (Taylor’s Version)” – Taylor Swift

Colocar uma música no topo da Billboard Hot 100 é para poucos, mas alcançar esse feito com uma música de dez minutos de duração é só para Taylor Swift! A versão estendida de uma das músicas mais amadas pelos fãs chegou com a regravação do aclamado “Red” e ela veio acompanhada de um curta metragem estrelado por Sadie Sink e Dylan O’Brien.

A versão, que chegou ao corte final do álbum de 2012, deixou de fora algumas estrofes, que foram reveladas no “Red (Taylor’s Version)” e conquistaram o coração do público. Apesar de ser uma faixa de um álbum lançado há quase dez anos, Taylor conseguiu mais uma vez prender a atenção do público e entregar uma das maiores Eras do ano com gostinho de nostalgia e hits que se provaram atemporais.


13º – “Peaches” – Justin Bieber feat. GIVEON & Daniel Caesar

“Peaches” é o quinto single promocional do sexto álbum de estúdio de Justin Bieber. Além do ídolo canadense, há o complemento vocal de Giveon e Daniel Caesar. A canção é cantada suavemente por cima de uma produção em mid-tempo. A mistura de pop, R&B e trap dificilmente não agrada o ouvinte. A música define bem o álbum “Justice”, que mostra Bieber em sua melhor forma: apresentando um trabalho confortável e irresistivelmente pop. Não poderia faltar na nossa lista de melhores singles internacionais de 2021!


12º – “Telepatía” – Kali Uchis

2021 foi o ano de Kali Uchis! A faixa “Telepatía” consagrou o “Sin Miedo (del Amor e Otros Demonios) ∞” (2020), terceiro disco de estúdio da cantora, e conquistou certificado de platina nos Estados Unidos, com mais de um milhão de cópias vendidas. A canção é de 2020, mas foi lançada como single em fevereiro. “Telepatía” chegou a alcançar a segunda posição nas paradas globais do Spotify e colocou Kali Uchis no radar das trends das redes sociais, além das premiações — o disco concorre a Melhor Álbum de Música Urbana no Grammy 2022.


11º – “Transparent Soul” – WILLOW ft. Travis Barker

A carreira musical de WILLOW começou há mais de uma década, mas a artista mostrou que ainda possui muitas cartas na manga. “t r a n s p a r e n t s o u l”, como é estilizado o nome da faixa, representa uma virada de chave para um estilo pop punk. A música é o carro-chefe de seu mais recente álbum, “lately I feel EVERYTHING”, e inclui a participação de Travis Barker.

A canção foi escrita durante um período de introspecção de Willow Smith, coincidindo com o início da pandemia de Covid-19. A letra aborda a dificuldade da cantora em lidar com pessoas oportunistas. Posteriormente, um remix foi lançado com a adição de Kid Cudi.


10º – “Stay” – The Kid Laroi feat. Justin Bieber

O refrão cativante e a letra de fácil identificação por parte do público foram fatores cruciais para consolidar “Stay” como uma das músicas mais marcantes de 2021. A experiência ainda é completa com o clipe que transparece o sentimento de dependência emocional retratado na letra da canção. No chart Global do Spotify, a parceria entre o rapper australiano The Kid LAROI e Justin Bieber se tornou a música a passar mais tempo em primeiro lugar, com 68 dias no total.


9º – “Have Mercy” – Chloe

“Have Mercy” é o primeiro single solo lançado pela cantora estadunidense Chloe. Conhecida por fazer parte de um duo com sua irmã, chamado Chloe x Halle, a artista decidiu se aventurar em uma carreira como solista. Antes mesmo da divulgação, um trecho da música se tornou viral no TikTok. E o sucesso se consolidou com a estreia: Chloe conseguiu, inclusive, uma estreia no Top 30 da Billboard Hot 100 logo no debut da canção. A batida forte de R&B e hip hop é somada a uma letra de atitude, viciando o ouvinte já no primeiro play.


8º – “drivers license” – Olivia Rodrigo

Com mais de 1,1 bilhão de streams no Spotify, “drivers license” consagrou o álbum de estreia de Olivia Rodrigo, um dos principais nomes da música revelados neste ano. 

A faixa, que deu muito o que falar por conta da letra que parece ter sido direcionada para o ex-namorado da cantora, Joshua Basset, viralizou nos primeiros três dias de lançamento, atingindo a primeira posição nas principais plataformas digitais, e foi o carro chefe para o sucesso de “SOUR”, seu primeiro disco de estúdio. 


7º – “Industry Baby” – Lil Nas X feat. Jack Harlow

O primeiro álbum de estúdio de Lil Nas X demorou para chegar, mas o processo mostrou que a espera valeu a pena. “INDUSTRY BABY” é a terceira faixa promocional do disco, e traz a participação do rapper Jack Harlow. Um dos melhores singles internacionais de 2021 e que teve grande impacto.

Além disso, a canção é co-produzida por Kanye West e pelo duo Take a Daytrip. Com esse time de peso, a música tinha tudo para dar certo – e deu! A melodia e instrumental são inconfundíveis, e a produção se completa com o visual do clipe, que se passa na fictícia Montero State Prison.


6º – “good 4 u” – Olivia Rodrigo

Trazendo de volta o som e a estética pop rock dos anos 2000, Olivia Rodrigo fez história com “good 4 u”. Após o sucesso de “drivers license” e “deja vu”, o single foi o último antes da chegada do álbum “SOUR” e mostrou para o público que ela não é uma artista de hit único e chegou para ficar. “good 4 u” retrata as angústias do fim de um amor adolescente e rendeu diversos marcos inéditos para a carreira da jovem artista. A faixa se destacou em número de streams nas plataformas digitais e se tornou a música mais rápida a conquistar 500 milhões de reproduções, em um total de 53 dias.


5º – “Happier Than Ever” – Billie Eilish

“Happier Than Ever” foi, definitivamente, uma das faixas mais impressionantes de 2021. A música-título do novo disco de estúdio de Billie Eilish possui mais de 5 minutos de duração e ganha na narrativa. 

De uma balada “deprê” nos primeiros dois minutos em que Billie canta apenas com um violão, a faixa tem uma virada de chave de tirar o fôlego de qualquer um com a transição para uma letra mais sombria e guitarras mais pesadas, em um clipe sobre liberdade e redenção. Com todos os elementos que marcam Billie Eilish como a artista consagrada que é com apenas 20 anos — originalidade, composição potente e clipes icônicos —, “Happier Than Ever” se tornou um novo parâmetro a ser batido pela artista para os seus próximos trabalhos, e é uma das faixas favoritas para a temporada de prêmios.


4º – “Kiss Me More” – Doja Cat feat. SZA

Não é à toa que Doja Cat aparece mais uma vez na lista, dessa vez no Top 4. A cantora dominou o ano de 2021, seja com singles solos ou parcerias. Na Billboard Hot 100, “Kiss Me More” fez história se tornando a colaboração feminina a passar 20 semanas no Top 10 do chart. É outra que não podia faltar na nossa lista de melhores singles internacionais de 2021!

O carro-chefe do álbum “Planet Her” pavimentou o caminho de Doja Cat como um dos maiores atos da música pop no ano, superando até mesmo os recordes alcançados com o hit “Say So”. A pegada R&B da faixa, em conjunto com o clipe todo trabalhado em cores, fez da música o feat. do ano no VMAs, além de ser grande aposta para Música do Ano e Gravação do Ano no Grammy.


3º – “Montero (Call Me By Your Name)” – Lil Nas X

O terceiro lugar só poderia ser com o primeiro single da nova era de Lil Nas X — e que deu muito o que falar por causa do clipe, inclusive! “MONTERO (Call Me By Your Name)” foi uma das faixas mais potentes de 2021.

O clipe, que traz Lil Nas X interpretando a maioria dos personagens em uma superprodução regada de efeitos especiais, tem provocações e referências religiosas em uma letra que retrata o relacionamento com outro homem estando dentro do estilo de vida de Hollywood.

A faixa chega após o sucesso “Old Town Road”, que rendeu a Lil Nas X o Grammy na categoria de Melhor Vídeo Musical em 2020.  Agora, o novo hit concorre nas categorias de Canção do Ano, Gravação do Ano e Melhor Clipe, além de Lil Nas X também ser um dos favoritos na categoria principal do prêmio, de Álbum do Ano. Será que vem aí? 


2º – “Save Your Tears (Remix)” – The Weeknd feat. Ariana Grande

Já é de conhecimento comum que a era “After Hours”, de The Weeknd, é um grande fenômeno. Desde que o canadense começou a trabalhar nos singles do álbum, o público respondeu com entusiasmo. Em abril deste ano, o cantor decidiu relançar a canção “Save Your Tears” em formato de remix, e convocou Ariana Grande para a missão. A faixa foi um dos melhores singles internacionais de 2021!

Não é a primeira vez que uma parceria entre os dois acontece: os artistas já se juntaram em “off the table”, de 2020; e “Love Me Harder”, de 2014. A combinação de vocais no dueto é impressionante. E, para a nossa felicidade, eles fizeram uma apresentação ao vivo no iHeart Radio Music Awards 2021, provando que o ótimo pode ficar ainda melhor.


1º – “Leave The Door Open” – Silk Sonic

O primeiro lugar da nossa lista de melhores singles internacionais de 2021 fica com o single de estreia do duo estadunidense Silk Sonic, composto por Bruno Mars e Anderson Paak.. Sem dúvida, uma das melhores surpresas da música no ano de 2021. A faixa é composta pelos gêneros R&B e soul, já muito trabalhados pelos dois. Com uma atmosfera suave e sensual, a canção imediatamente remete o ouvinte a um clássico dos anos 70.

“Leave The Door Open” foi apresentada pela primeira vez na 63ª edição do Grammy Awards. A premiação, aliás, reconheceu-a com indicações a quatro categorias da próxima edição, incluindo Gravação do Ano e Música do Ano. A faixa faz parte do álbum “An Evening With Silk Sonic”, lançado em novembro. Não se sabe até quando os dois trabalharão como um duo, mas certamente esperamos que não acabe por aqui.


O que achou da lista? Concorda com a seleção dos melhores singles internacionais de 2021? Acompanhe nosso Twitter, Instagram e TikTok, e veja o restante do especial de fim de ano do Tracklist:

Os 30 melhores álbuns internacionais de 2021
Os 15 melhores álbuns nacionais de 2021
Os 20 melhores singles nacionais de 2021
Os 20 melhores clipes de 2021
Os 15 melhores filmes de 2021
As 15 melhores séries de 2021
15 momentos marcantes da música e do entretenimento em 2021


“Save Your Tears (Remix)”, de The Weeknd com Ariana Grande, é um dos melhores singles internacionais de 2021, segundo o Tracklist. Foto: Reprodução/YouTube

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0