30 de julho de 2019 por karen Costa.

Em abril, os fãs de Taylor Swift receberam uma ótima notícia: a cantora viria ao Brasil em 2020. A informação havia sido revelada pelo jornalista José Norberto Flesch, que costuma adiantar apresentações marcadas para o País.

Agora, porém, o mesmo José Norberto Flesch contou que a americana desistiu de sua primeira turnê brasileira. Assim como dos demais shows que marcaria para a América do Sul. Então, ficou a pergunta: por que raios Taylor Swift não vem ao Brasil?

Cancelamentos estão “na moda”

A onda de cancelamentos de shows tem vindo forte. Só nos últimos meses, Drake decidiu não se apresentar em São Paulo (mantendo só a performance no Rock In Rio); e Cardi B cancelou sua participação no festival, sendo substituída por Ellie Goulding. Sempre por “razões pessoais” — que os fãs até respeitam, mas a decepção é a mesma.

Até agora, porém, não há nenhuma justificativa para o cancelamento de Taylor. Aliás, NUNCA HOUVE. Com 13 anos de carreira, a americana já passou por quase todo o mundo — mas sempre deixa a América Latina de fora. Isso mesmo que seus fãs daqui sejam alguns dos mais ativos em suas redes sociais.

Em entrevistas e conversas, Taylor Swift sempre sugeriu o desejo de vir ao Brasil. São pequenas dicas, especulações, um ou outro “em breve”. Mas nada concreto. E quando tudo parecia caminhar para a visita da cantora, mais um banho de água fria!

As justificativas possíveis são um pouco “nebulosas”. Listamos a seguir.

Taylor Swift no Brasil: por que ela não vem?

Pelas produtoras brasileiras

É claro que existem produtoras sérias e capazes de realizar grandes shows no Brasil. Mas algumas delas enfrentam problemas em lidar com artistas de fora, e isso não é de hoje.

Os encontros e desencontros de contratos são comuns. Afinal, conversar cara a cara, nem que seja com um representante, é muito mais eficaz para fechar um show. Isso é bastante difícil quando é preciso falar com um artista de fora.

Muitas produtoras acabam também não cumprindo o combinado. O The Maine, por exemplo, quase cancelou sua vinda ao Brasil recentemente, pois a produtora escolhida não resolvia a logística do show. A solução foi mudar de produtora e realizar um festival próprio.

Por causa da estrutura dos seus shows

As turnês de Taylor Swift são simplesmente GRANDIOSAS. Vários palcos, trocas de figurino, locais enormes — o especial da Netflix mostra isso.

Para ela, e muitos outros artistas, os shows são uma experiência completa para os fãs. Se não é possível levar toda a experiência a um país, por que realizar o show?

Os problemas podem estar na burocracia ou, novamente, com as produtoras. O ponto é que pode ser difícil reproduzir exatamente a estrutura que a cantora está acostumada no resto do mundo.

Porque é tudo muito caro

Contratar um artista de fora é caro, especialmente pela alta do dólar. Taylor Swift, então, nem se fala — os boatos são que ela ganha 6,6 milhões de dólares por show! São quase 26 milhões de reais 😱

Muitas produtoras não querem gastar tanto. Até porque, para compensar, os ingressos serão caros — e correm o risco de “encalhar”. Ninguém quer realizar uma turnê que dê prejuízo.

Porque ela não quer

Ok, essa é a justificativa mais simples. Já dizia o ditado: “quem quer, arruma um jeito”. Taylor parece querer vir ao Brasil, mas não TANTO ASSIM.

Resta esperar que o desejo dela, em algum momento, combine com os outros fatores necessários para ela trazer sua turnê.

Taylor Swift e o álbum “Lover”

A nova turnê de Taylor Swift estava prevista no Brasil para a divulgação do álbum “Lover”. A cantora viria entre março e abril, para shows em mais de uma cidade.

A turnê não vai acontecer, mas o disco já tem data de lançamento: 23 de agosto. O álbum virá com os singles “ME!” e “You Need To Calm Down”. “The Archer”, uma faixa promocional, também já é conhecida dos fãs.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.