12 de maio de 2019 por Manuela Sant'Ana.

Apesar de não ser ainda o último show da turnê, assistir ao show do Los Hermanos em Curitiba foi uma experiência única. O palco, sem alteração na decoração dos outros shows e já descrito na review do show de Brasília, ganhou um toque especial ao ser adaptado ao cenário da incrível Pedreira Paulo Leminski.

A banda veio para ser a headliner da primeira noite do Coolritiba – Festival de Atitudes que Mudam o Mundo, na sexta-feira, 10 de maio. Quem abriu o show foi o cantor Tim Bernardes, vocalista do grupo O Terno, em uma apresentação simplista de apenas uma cadeira, seu piano, violão, e luzes baixas. Confira quatro características principais do Los Hermanos em Curitiba!

1. Clima favorável

Curitiba é conhecida pelo seu tempo frio e chuvoso, além de nublado… e até mesmo ensolarado. Tudo isso no mesmo dia. Porém, para a noite que o Los Hermanos foi escalado para tocar, o céu estava nublado, sem estrelas e clima frio: fatores que contribuíram para que a apresentação da banda fosse ainda mais calorosa, acolhedora e sim, muito emocionante.

Mesmo com a noite nublada, quando a banda começou a canção “Sentimental”, do “Bloco do Eu Sozinho” (2001), o palco foi tomado por várias estrelas nos telões. Durante a música, um casal chamou a atenção do vocalista, Marcelo Camelo, pois rolou uma proposta de casamento. “Deu certo aí? Saúde!”, saudou o músico.

2. Los Hermanos e seus fãs

O público curitibano não é tão fácil de ser agradado. Apesar de ser uma crença antiga, dizem que os curitibanos são antipáticos. Entretanto, não foi o que a banda carioca recebeu. A recepção do grupo foi barulhenta, imersa em palmas, assobios e muita cantoria. Foram duas horas de show e os fãs não deixavam de cantar uma música sequer. Mesmo em músicas mais calmas, era possível ver vários braços para cima acompanhando as melodias.

Teve um momento em que o guitarrista e vocalista, Rodrigo Amarante, chegou a descer até a grade, cumprimentou seus fãs que ali estavam, jogou-se no chão e voltou ao palco, ofegante e feliz.

(Divulgação – Facebook Coolritiba)

3. Coolritiba

Estar no festival Coolritiba é aproveitar uma vibe muito diferente de um Lollapalooza ou Rock in Rio, por exemplo. E, nesse cenário, o show do Los Hermanos se encaixou muito bem. Não que em outros festivais o pessoal arranje encrenca, mas uma característica do evento curitibano é justamente o público mais calmo, pessoas que estavam ali apenas para curtir sua banda favorita, sua cerveja e fumar um cigarro.

(Divulgação – Facebook Coolritiba)

4. Intimista

A Pedreira Paulo Leminski pode receber um público de até 30 mil pessoas. Contudo, para a apresentação do grupo, cerca de 15 mil pessoas compareceram. Por mais que fosse parte de um festival, Los Hermanos tocaram para um público atento, que certamente estava ali só para vê-los. Ainda assim, a banda não interagiu tanto com a plateia, trocando um ou outro “obrigado” entre uma música e outra.

(Divulgação – Facebook Coolritiba)

Esse foi o penúltimo show da turnê da banda, que voltou aos palcos após um hiato de quatro anos. O grupo segue para São Paulo, para tocar Allianz Parque, no dia 18 de maio (sábado).

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.