As 10 melhores músicas nacionais de 2021 — até agora

Apesar da pandemia, os lançamentos musicais não pararam. Por isso, fizemos um especial das melhores músicas nacionais de 2021 (até agora).

Por em 1 de julho de 2021

Em um Brasil ainda sem perspectiva para shows e grandes eventos, a melhor saída é continuar fazendo música para tornar o cotidiano mais leve. Durante esse primeiro semestre de 2021, o cenário nacional foi bem contemplado com lançamentos de grandes nomes da música brasileira, dos gêneros e ritmos mais diversos, para todos os públicos. Por isso, preparamos este especial de melhores músicas nacionais até agora!

Por Giovana Bonfim, Isabela Berrogain e Mariana Alves

Leia também: Os 5 melhores álbuns nacionais de 2021 — até agora

O segundo semestre, sem dúvidas, promete ser ainda melhor, mas já é possível celebrar toda a música boa que esse ano trouxe. Da mais “tradicional” MPB ao funk, foram diversos os lançamentos nacionais que nos deixaram boquiabertos. Pisêro no alternativo? Marisa Monte de volta? Experimentações musicais? Tivemos e fomos surpreendidos!

Certamente mais uma comprovação que o cenário musical nacional faz cada vez mais pra se inovar e manter aceso; desta forma, continua relevante e prendendo, cada dia mais, a atenção do público em geral. Estamos empolgados com o que vem pela frente!

As 10 melhores músicas nacionais de 2021… até agora!

10º – “Foi Mal” – Urias

Desde que explodiu com “Diaba” em 2019, Urias só desacelerou do hyperpop misturado com o rap que fazia em uma canção do mesmo ano, “Andar Em Paz”, em que falava sobre sua vivência trans.

De lá para cá, apostou em superproduções alinhadas com uma coisa meio Charli XCX (carros, esquisitice e sons não muito usuais. Lindo). Quando “Foi Mal” foi lançada, foi uma grande surpresa (boa) para todos.

É uma canção mais calma, que pega emprestado da psicodelia e deixa de lado um pouco o quê Charli, se alinhando a algo mais Tame Impala e indie.

As letras também se tornam mais relatáveis e palpáveis – se queixa por um relacionamento que deu errado e que houve erros de ambas as partes. Na faixa, conta com ajuda de produtores como DJ Gorky e Maffalda, conhecidos por trabalhar com Pabllo Vittar.


9º – “Calma” – Marisa Monte

Foi uma surpresa para todos quando, no início de junho, um teaser apareceu do nada nas redes sociais de Marisa Monte, uma vez que ela é completamente low profile na internet. Nele, a cantora contava seus planos de gravar um álbum no ano passado, e que a pandemia interrompeu o planejamento. Mas agora, o álbum estava prestes a ser lançado.

Dias depois, chegou o primeiro single: “Calma”, do intitulado “Portas”, que será lançado em julho. “Calma” é de composição da própria Marisa com Chico Brown. É a primeira música inédita lançada pela cantora desde 2011.

Sua letra, em parte, reflete um sentimento controverso geral em meio a pandemia: se pede calma, quando tudo que se tem é pressa e ânsia pelo futuro. “Calma / Que eu já tô pensando no futuro / Que eu já tô driblando a madrugada / Não é tudo isso, é quase nada / Tempestade em copo d’água” são versos muito relacionáveis. Para além disso, também coloca um pequeno possível amor nas letras.

A melodia continua sendo algo bem Marisa Monte; tropical, com sua voz tranquila, arranjos de violão, bateria e trombone. Mal podemos esperar pelo álbum completo!


8º – “Baby95” – Liniker

Baby95 marca o início da nova fase na carreira de Liniker. A faixa é o primeiro gostinho do próximo álbum da cantora, o primeiro sem a banda Os Caramelows.

Em parceria com as artistas Tássia Reis, Tulipa Ruiz e Mahmundi, a música abrange a multiplicidade do pagode e do R&B ao cantar sobre amor. “Eu sou feita de misturas, de camadas e muitas coisas me inspiram. Seria injusto para o meu processo artístico me dedicar apenas a um único tipo ou estética musical“, declarou a cantora em comunicado à imprensa.


7º – “Deixa de Onda” – Ludmilla, Xamã e Dennis

Outra das melhores músicas nacionais de 2021 é a parceria de sucesso lançada em janeiro. A faixa trouxe uma mistura certeira das batidas de funk e trap, o que funcionou perfeitamente. Prova disso é o desempenho de “Deixa de Onda”, que foi um dos melhores nas carreiras de Ludmilla, Xamã e Dennis, chegando até mesmo aos charts internacionais, como em Portugal.

A letra sobre um relacionamento falido, somada com sonoridades que são tendência por todo o Brasil, resultou em um dos maiores sucessos de 2021 até agora. A música veio ainda acompanhada de um videoclipe repleto de efeitos 3D e cenários luxuosos.


6º – “Brasiliana” – BaianaSystem e Chico César

A faixa “Brasiliana” chegou para completar o álbumOxeAxeExu, mais recente disco do grupo BaianaSystem. Em versos fortes como “Vai, brasiliano / Você nunca foi norte-americano / Brasileiro, brasiliano / Não faz mais sentido ficar reclamando”, Chico César doa seus vocais à canção, com uma gravação feita diretamente do Uruguai, país onde o artista vive atualmente.

Além da participação do cantor, a faixa conta com o músico Mintcho Garrammone na guitarra baiana e no bandoneón.


5º – “Amarelo, azul e branco” – Anavitória & Rita Lee

Amarelo, azul e branco” é uma das melhores músicas nacionais de 2021 porque cumpriu perfeitamente a missão de abrir o ano de lançamentos. Afinal, ela é a primeira faixa do álbum “COR”, lançado pelo duo Anavitória à meia-noite da virada de 2020 para 2021.

Marcada pelas fortes batidas logo de início, a canção carrega uma mensagem poderosa sobre as raízes de Ana Caetano e Vitória Falcão. “Amarelo, azul e branco” são as cores da bandeira do estado do Tocantins, de onde elas são naturais.

“Meu caminho é novo mas meu povo não / Meu coração de fogo vem do coração do meu país / O Norte é minha seta, o meu eixo, a minha raiz”, define a ponte de vocais potentes da canção.

“Amarelo, azul e branco” é abrilhantada ainda mais com a participação de ninguém menos que Rita Lee, uma parceria dos sonhos de longa data do duo. Durante a música, ela recita um de seus poemas, que torna a mensagem da faixa ainda mais forte.


4º – “Meu Pisêro” – Duda Beat

“Meu Pisêro” foi o single perfeito para abrir a volta de Duda Beat com o álbum “Te Amo Lá Fora”, lançado em abril. A música pega emprestado justamente do pisêro, vertente do forró popular do Nordeste e que tem ganhado cada vez mais espaço, mesclando sintetizadores e música eletrônica em geral.

Duda mostra, mais uma vez, junto do duo Lux & Troia, seus produtores, que sabe melhor que ninguém fazer essa mistura de sons globalizados com o local na atualidade.

Desde o seu início, a faixa mostra certo tom sombrio, que é novidade e que não estava presente em seu álbum de estreia, “Sinto Muito”. Resumiu muito bem o que estava por vir no restante do trabalho.


3º – “Girl From Rio” – Anitta

Morando atualmente em Miami, “Girl From Rio” é a maior aposta que Anitta já fez em sua carreira internacional até então.

Foto: Reprodução/YouTube

Além de ser o carro-chefe do próximo álbum de Anitta, a faixa dá nome ao novo projeto. Acompanhada de um sample do clássico Garota de Ipanema“, Anitta canta sobre um Rio de Janeiro diferente, que nem todos conhecem, compartilhando a realidade de lugares como Honório Gurgel, sua cidade natal.

Como tudo que a cantora faz, a música rapidamente se tornou um sucesso, nacional e internacional. “Girl From Rio” entrou para a lista de músicas mais tocadas nas rádios dos Estados Unidos, feito inédito na carreira de Anitta. Já o remix da faixa, que conta com a participação do rapper DaBaby, se tornou a canção mais adicionada nas rádios Pop do país.


2º – “Ama Sofre Chora” – Pabllo Vittar

O início da nova era de Pabllo Vittar chegou após muito suspense e especulação sobre o possível noivado da artista, que gerou curiosidade por todo o Brasil.

As fotos de anel de noivado e vestido branco geraram uma expectativa que foi muito bem superada com o single “Ama Sofre Chora”. Uma das melhores músicas nacionais de 2021 e que chegou acompanhado de um dos melhores clipes do ano até o momento.

O forró dançante, produzido pelo Brabo Music, traz toda a sofrência de um relacionamento não assumido, enquanto Pabllo está preparada para subir ao altar no videoclipe da música. Entretanto, o casamento não sai como planejado e o choro mostra a sua sensibilidade inesperada.


1º – “Gueto” – IZA

Após o sucesso do álbum de estreia, Iza promete repetir o feito no próximo projeto. “Gueto” é o primeiro single do novo disco da cantora e um dos mais impactantes de sua carreira.

Na música, a artista mostra a representatividade da Zona Norte do Rio de Janeiro, relembrando o local onde passou sua infância.

Transitando entre diversos gêneros musicais, a faixa tem como tema principal ocupação. “É sobre ser uma mina preta, da Zona Norte, retinta, estampando vários comerciais em que eu nunca tinha visto uma mina preta antes”, explicou Iza.


O que achou da nossa lista de melhores músicas nacionais de 2021? Ficou faltando algum hit que você queria ver por aqui? Comente e acompanhe essa e outras listas nas nossas redes sociais! Você também pode acompanhar as demais listas a seguir.


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!