Julia Michaels: o que esperar do primeiro álbum da cantora?

Apesar de ter lançado seu single de estreia em 2017, o novo álbum de Julia Michaels será o primeiro de sua carreira

Por em 10 de fevereiro de 2021

Lie Like This é a primeira amostra dada por Julia Michaels de seu novo álbum. A faixa, que é o primeiro single do disco, foi produzida por The Monsters & Stranferz, mesmos produtores de artistas como Dua Lipa, Halsey e Maroon 5.

Em entrevista, Julia disse que a música é sobre “estar hesitante sobre esse novo e lindo sentimento e ceder a ele, porque você sabe que é muito especial”.

Videoclipe de Lie Like This.

“Existem tantos espectros do amor. Em um minuto, você está chorando no chão porque alguém terminou com você ou algo não funcionou do jeito que você queria. Então, de repente, você está beijando em um parque e andando de mãos dadas com alguém novo e você tem todas essas borboletas na barriga. É um espectro tão abrangente, o alcance de emoções é tão grande, e tudo que eu queria era destilar essa essência numa música”, completou a artista.

Por enquanto, a faixa foi uma das únicas coisas reveladas sobre o álbum, que será o primeiro da carreira de Julia. Ainda sem nome ou data de lançamento, os fãs esperam ansiosos pelo disco.

Com o gostinho de quero mais deixado por Lie Like This, a pergunta que não quer calar é: o que podemos esperar do primeiro álbum de Julia Michaels?

Foto: Reprodução/Divulgação.

O que sabemos sobre o primeiro álbum de Julia Michaels?

Apesar de ter lançado apenas um single, Julia já falou muito sobre o futuro disco em algumas entrevistas. “Eu realmente quero fazer um álbum simples e lindo com 10 músicas e eu estou bem perto disso”, disse ela para Apple Music.

Namorando com o músico JP Saxe desde o início de 2020, a cantora adiantou que algumas músicas do álbum foram escritas para ele. “Eu escrevi algumas músicas nesse álbum sobre ele e, depois de ouvir, ele toca pra mim alguma música que ele escreveu – tipo como uma réplica. Ou tipo, uma espécie de ‘Ei, eu sei que essa era sua insegurança nessa música, mas deixa eu te falar porque isso não deve ser uma insegurança na minha música'”, contou Julia.

“Esse álbum vai ser basicamente sobre essa nova relação, estar apaixonada e fazer parte de algo que é fácil, legal, seguro e estável. E não tóxico e dramático como as pessoas acham que o amor deve ser. Estou animada. Eu só lancei EPs, então esse é meu primeiro álbum e essa é a primeira vez que eu tive uma relação saudável com o amor, estou animada para falar sobre isso”.

Julia também disse que o álbum é uma mensagem para as pessoas que ouvem as músicas dela: “Eu quero que meus fãs saibam que você pode encontrar amor até com todas as coisas que se passam na sua cabeça e na sua mente, e todas essas coisas que você sente sobre seu corpo. Quando você encontra, é tão especial e tão fácil, não precisa ser uma coisa teatral e dramática, sabe?”, completou.

EP’s que antecedem o primeiro álbum de Julia Michaels

Apesar do futuro disco marcar o lançamento do primeiro álbum completo de Julia Michaels, a cantora possui 3 EPs em sua discografia. O primeiro deles, Nervous System, conta com a presença do seu single estreia: Issues. A faixa lhe rendeu suas duas primeiras nomeações ao Grammy, em 2018: Canção do Ano e Artista Revelação.

Videoclipe de Issues.

O lançamento de Julia como cantora aconteceu apenas em 2017, mas sua trajetória musical como compositora começou antes disso. Issues foi uma música tão pessoal para a cantora, que mesmo com artistas importantes lutando para cantar a música, Julia manteve para ela mesma: “Era a primeira vez que eu escrevia uma canção que soava tanto como eu que não conseguia imaginar outra pessoa cantando”.

Dois anos depois, em 2019, Julia lançou o EP Inner Monologue, divido em duas partes. Sobre o projeto, a cantora disse “[O EP] Era falando sobre a minha ansiedade, minha depressão e meus problemas com o meu corpo, todas essas coisas que eu penso diariamente. Por isso os EPs se chamaram Inner Monologue (monólogo interno)”.

Videoclipe de 17, música do Inner Monologue Part 2.

Composições para outros artistas

Ao longo da trajetória como compositora, Julia esteve por trás de canções de como Demi Lovato, Fifth Harmony, Dua Lipa, Ed Sheeran e Britney Spears.

Pretty Please de Dua Lipa, co-escrita por Julia Michaels.

Dentre as músicas mais conhecidas que contam com a escrita de Julia, se encontram Sorry, de Justin Bieber, que passou três semanas no topo da Billboard Hot 100 e Lose You to Love Me, o primeiro número 1 de Selena Gomez na lista.

Videoclipe de Lose You to Love Me.

Parcerias e colaborações musicais

Julia também é muito conhecida pelas parcerias e colaborações musicais que faz. Na primeira parte do ep Inner Monologue, a artista canta com Niall Horan, em What a Time, e com Selena Gomez, amiga de longa data, em Anxiety.

No terceiro álbum de estúdio de Shawn Mendes, Julia participa tanto das composições quanto dos vocais. Além de Like To Be You, dueto entre os cantores, a artista também está por trás da letra de Nervous.

Videoclipe de Nervous.

Além dessas parcerias, Julia Michaels cantou em músicas com Lauv, Maroon 5 e Justin Bieber.

Remix de Friends, de Justin Bieber, BloodPop e Julia Michaels.

Grammy 2021

Recentemente, Julia recebeu sua terceira nomeação ao Grammy. Ela foi indicada à categoria Música do Ano com If the World Was Ending, colaboração entre ela e o namorado JP Saxe.

Com FINNEAS na produção, a música, que fala sobre um hipotético fim do mundo, foi um dos maiores sucessos de 2020.

Videoclipe de If the World Was Ending.

E você, está ansioso pelo primeiro álbum de Julia? Conta pra gente nas nossas redes sociais!


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!