ESPECIAL LOLLA: Analisando a Lineup | Linha 8 | Tracklist
7 de fevereiro de 2020 por Fernando Marques.

por Fernando Marques e Gabriel Haguiô

Pabllo Vittar, Emicida, Djonga, Kali Uchis, Silva e Cat Dealers. Inegavelmente esta é uma das melhores linhas da lineup do Lollapalooza Brasil 2020. Linha 8, isto significa também que estamos há apenas 8 semanas do festival.

PABLLO VITTAR

Podemos dizer que uma das grandes atrações do Lollapalooza, não só Brasil, como de toda a América Latina, é Pabllo Vittar. Seu reconhecimento foi crescendo lá em 2015 com a música Open Bar, uma versão tupiniquim do hit Lean On, do Major Lazer. A música, que hoje conta com quase 70 milhões de reproduções apenas no YouTube foi a responsável por abrir diversas portas na carreira da artista. 

Mas o reconhecimento não só nacional, como internacional, veio com o seu primeiro disco, “Vai Passar Mal”. Com os hits K.O. e Corpo Sensual, Pabllo se consolidou como um dos grandes nomes do Pop brasileiro. Trazendo influências nordestinas em grande parte de suas músicas, Vittar também foi a responsável por trazer de volta ao mainstream essas referências.

2018 e 2019 foram os principais anos na carreira de Pabllo, e 2020 tem tudo para ser maior ainda. Com apresentações já confirmadas não só na América Latina, a cantora também faz parte do Coachella, um dos maiores festivais dos Estados Unidos.

EMICIDA

Em constante metamorfose na indústria fonográfica, Emicida sobe ao palco do Lollapalooza em 2020 como um dos maiores e mais essenciais artistas nacionais da atualidade. Ao longo da última década, o paulistano ajudou a redefinir o espaço do rap brasileiro no meio musical ao explorar novos horizontes e levar seu nome para distintos ventos, firmando a importância do gênero nos conturbados tempos que passamos.

“AmarElo”, mais recente álbum de estúdio do rapper e por ele classificado como um “experimento social”, é resultado direto de sua transformação artística. O cantor substitui as linhas diretas de seus primeiros trabalhos para tratar de temas como o amor, a união e a esperança, os quais utiliza como símbolos contemporâneos de bravura em meio aos acalorados debates que hoje permeiam nossa sociedade. Assim, retrata cotidianidades sem perder o impacto e a urgência de seus versos, idealizando a sociedade não apenas pelas suas constantes lutas, mas também por suas eventuais alegrias.

A jornada de Emicida em direção às páginas da história ganha um novo capítulo na próxima edição do festival, quando leva suas causas ao maior dos palcos de São Paulo. Com o discurso apaziguado, mas não menos crítico, o rapper promete agrupar as massas e espalhar o amor por Interlagos, onde se apresentará acompanhado de Drik Barbosa, Majur e Rael. Em 2020, o Lollapalooza será amarelo.

DJONGA

Abram alas pro rei. Com três discos em três anos (todos lançados em um 13 de março diferente), o rapper mineiro Djonga tomou a frente do hip-hop nacional por meio de suas rimas agressivas, certeiras e lúcidas, representando a nova geração do cenário com forte personalidade e incontestável protagonismo.

“Heresia” (2017), “O Menino Que Queria Ser Deus” (2018) e “Ladrão” (2019) retratam a evolução artística e pessoal de Gustavo Pereira Marques, cujas críticas tecem relações diretas entre sua realidade com a fama, a paternidade, a religião e, sobretudo, o racismo. Tamanha sinceridade nos versos popularizou seu nome pelo Brasil e o consolidou entre os mais influentes artistas do rap local.

Em 2020, o mineiro se apresenta no Lollapalooza como uma referência imediata da música nacional. De forma única, o cantor traduziu seus protestos em três dos mais essenciais discos para os tempos atuais, contagiando multidões inteiras por onde passa e levantando bandeiras que serão novamente hasteadas no Autódromo de Interlagos. Diante de um dos maiores públicos de sua carreira, Djonga jamais voou tão alto.

KALI UCHIS

Descendente de pais colombianos e fortemente influenciada por sua cultura, Kali Uchis se firmou em um espaço único na indústria com sonoridade e estilo autênticos. A cantora, considerada uma das grandes joias reveladas pelo R&B nos últimos anos, é um dos grandes nomes do gênero entre as edições sul-americanas do Lollapalooza, que devem marcar o retorno às suas raízes latinas.

Atualmente, a americana se dedica à gravação de seu segundo álbum de estúdio, com lançamento agendado para esse ano. O disco sucede seu aclamado trabalho de estreia, “Isolation”, tido como um dos melhores títulos de 2018 e popularizado com a ajuda de sucessos como “After The Storm”, “Tyrant” e “Just A Stranger”.

Entretanto, a experiência de Kali Uchis no cenário deriva de trabalhos anteriores às suas obras solo. A cantora conquistou notoriedade com colaborações com nomes como Snoop Dogg, Gorillaz, KAYTRANADA, Daniel Caesar e Tyler, The Creator, chamando a atenção das grandes gravadoras e abrindo para turnês de Lana Del Rey e Leon Bridges pelos Estados Unidos.

O Lollapalooza marca seu primeiro contato com o público brasileiro e compõe sua primeira turnê oficial pela América do Sul. Carregando uma personalidade própria na forma de traduzir sua sensibilidade por meio da música, a cantora promete estabelecer definitivamente seu nome nas terras em que mantêm suas origens – proximidade essa que deve marcar um dos grandes shows do festival em 2020.

SILVA

Um dos nomes mais criativos e produtivos dessa geração, Silva chega ao Lollapalooza Brasil com uma carreira consolidada e como um dos maiores nomes brasileiros da atualidade. Com cinco discos de estúdio e três ao vivo, o cantor e compositor prepara uma das apresentações mais bonitas de sua carreira.

Vista Pro Mar foi o trabalho que começou a impulsionar a carreira de Silva. Com mais de 2 milhões de ouvintes mensais, o multi instrumentista que já foi indicado ao Grammy Latino duas vezes, se apresenta no palco do Lolla Brasil.

CAT DEALERS

Formados pelo Make Music Now, curso do DJ e Produtor Felipe Senne, o duo Cat Dealers começou na produção musical muito cedo, ainda como adolescentes e foram crescendo e hoje estão no top 3 de artistas brasileiros de música eletrônica. 

Com shows no Rock In Rio, Lollapalooza, Ultra, o duo, formado pelos irmãos Lugui e Pedrão, vem se destacando cada vez mais com suas produções únicas e indistinguíveis. A identidade sonora do grupo é tão forte que, para quem gosta de música eletrônica, é possível identificar quando se trata de Cat Dealers.

Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.