7 de fevereiro de 2020 por Redação Tracklist.

Por Ana Clara Pinheiro

Vencedora de três Grammys, Artista do Ano da Revista Time e do Entertainment Weekly, mais de um bilhão de streams no Spotify e muito, muito mais. Em uma viciante mistura de gêneros musicais e body positivity, a cantora e rapper Lizzo se tornou um dos maiores nomes do ano de 2019 quando falamos de música.

Flautista profissional, a cantora viu seu nome se tornar conhecido com o lançamento do seu álbum “Cuz I Love You”, em 2019, mais de dez anos após o início de sua carreira. Sua estreia nas paradas norte-americanas veio com retro-funk “Juice”, mas foi com “Truth Hurts” e seu “DNA test” que Lizzo conquistou de verdade o público. Com a ajuda do filme “Alguém Especial” da Netflix e com o single viralizando no aplicativo TikTok, a cantora conquistou o topo da Billboard Hot 100, o principal ranking de singles dos Estados Unidos.

Pela primeira vez em solo brasileiro, Lizzo fez sua apresentação em um show exclusivo no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (6). Resultado de uma parceria do Youtube Music com a Warner Music Brasil, o YouTube Music Night nos mostrou a grandiosidade da artista mais indicada ao Grammy 2020. O Portal Tracklist teve a honra de participar do evento e, em meio a tanta música boa, nós tivemos algumas certezas nesta noite.

Imagens: Divulgação/Reprodução

Apresentação foi um marco no projeto YouTube Music Night
O evento fez parte do YouTube Music Night, projeto que já levou aos palcos nomes como Nando Reis, Vitão e Fernando Brum. A apresentação foi a primeira da Lizzo na América Latina, sendo um momento muito importante para o Youtube Brasil. Além disso, a norte-americana foi a segunda artista internacional a participar do projeto aqui no Youtube Space do Rio, vindo logo atrás do grupo Now United.

O Brasil vai ganhar a Lizzo na base da caipirinha
Lizzo descobriu a caipirinha e agora está apaixonada na bebida brasileira. A cantora fez questão de mencionar que bebeu muito o drink no dia anterior e estava de ressaca até o momento do show. Já é quase uma brasileira!

Seu ídolo é fã da Lizzo também
Iza, Ludmilla, Bruna Marquezine, Fernanda Abreu, Day e Lara, Quebrada Queer, Majur, Mc Carol e muito mais. O Tracklist viu muitos artistas nacionais, celebridades e influenciadores cantando todas as músicas da cantora. Gente como a gente!

A cantora precisa de um pouco mais de aulas de português
Ao conversar com o público entre canções, Lizzo tentou usar um pouco do português que aprendeu em sua visita ao país. “Oi, piranha” era o que ela queria falar, mas a frase saia mais para “Oi, prima” e até “Oi, piranrra”.

“If I’m shinin’, everybody gonna shine”
A Revista Time definiu a cantora como “a estrela definitiva de 2019 – não somente pela música que ela faz, mas também pelo o que ela representa”. O Tracklist viu em primeira mão e pode confirmar: mais do que nunca, Lizzo é necessária. Sem desculpas pra qualquer coisa, a norte-americana só quer defender o bem-estar mental e físico de todos. Tudo isso em uma gostosa combinação de bom humor e músicas dançantes que fazem você se sentir bem. Como ela mesma disse para o público carioca: “se você me ama, você pode muito bem se amar”.

Cinco músicas não foram o suficiente
O pocket show foi realmente bem pequeno. Cantando apenas cinco músicas, Lizzo deixou o gostinho de quero mais na boca de todos que estavam presentes na apresentação. Os convidados tiveram o privilégio de ouvir “Good As Hell”, “Cuz I Love You”, “Boys”, “Truth Hurts” e “Juice”, mas a gente queria o dobro de músicas. Sentimos falta de “Jerome”, “Like A Girl”, “Soulmate”, o resto do álbum todo!

Imagens: Divulgação/Reprodução

Os fãs da cantora que não tiveram a oportunidade de estar no pocket show irão poder assistir o que ocorreu no YouTube Space. O evento foi gravado e a apresentação será posteriormente disponibilizada na plataforma.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.