3 de agosto de 2016 por Rodrigo Neves.

O funk já domina as rádios e trilhas sonoras no Brasil há algum tempo. E a ponta partida para o sucesso dos artistas do gênero é a internet. Videoclipes que somam milhões de visualizações caem na boca da galera e atraem atenção de grandes gravadoras. É o caso do MC Guimê, que está prestes a lançar o seu primeiro álbum de estúdio.

Confira a conversa que tivemos com ele:

Da internet para trilha de novela, “País do Futebol”  é o primeiro hit do MC, que ganhou destaque após se tornar abertura de uma novela da Rede Globo, em 2014. Desde então, Guimê começou a conquistar um público maior e diferenciado.

“Tem sido uma experiência muito bacana pra mim, é algo que eu desejava. Queria expandir meu som e explorar novos horizontes. É importante pra mim e pro movimento. Deixar o movimento e o meu trabalho no meio da galera da música, no meio desse cenário musical brasileiro e também internacional.”, conta o MC.

E o reconhecimento internacional trouxe para ele a oportunidade de uma parceria com o rapper Soulja Boy, além de elogios do baixista Flea, do Red Hot Chili Peppers, que chegou a postar um vídeo tocando uma música dele.


Um vídeo publicado por @sllollaryee em

O passo seguinte foi o estúdio para a criação do seu álbum de estreia, intitulado “Sou Filho da Lua”, que levou Guimê a Los Angeles para produzir o material. O lançamento é um sonho antigo do artista e que está prestes de ser realizado.

“É uma parada que eu tenho vontade desde criança”, revela. “Cheguei muito mais longe do que achei que ia chegar, isso tudo com singles e internet. A experiência que eu tive com essa nova geração e fazer shows foi um aprendizado, mas agora quero ter meu CD, com uma arte bonita, quero ver o encarte e poder autografar pros fãs. Quero dar esse primeiro passo porque é meu sonho também ter vários discos. Então, esse será o primeiro de milhares, se Deus quiser”.

“Sou Filho da Lua” conta com parcerias de grandes nomes da música nacional. Dentre eles, Negra Li, Marcelo D2, Mr Catra, Emicida e Claudia Leitte.

“Cada artista que eu convidei tem uma história, algo que liga. É bacana porque são historias diferentes, mas é tudo sobre essa parada de respeito, esse lance de ideais parecidos, a gente trabalhando pra quebrar barreiras.”

A parceria com Claudia Leitte, assim como com o Emicida, é antiga. A cantora convidou o MC pra fazer parte do seu trio elétrico, em Salvador, há 2 anos. Já a colaboração para o álbum aconteceu no ano passado, em Los Angeles.

“A gente se encontrou lá na gringa e aí rolou a ideia e ela foi uma querida, aceitou na hora. Mandei a música, ela gostou e fez a parte dela.”, conta ele.

Três músicas do material já foram divulgadas: “Fogo”, com participação de Lexa, “Não Rouba Minha Brisa”, e a mais recente “Viva La Vida”, com o Tropkillaz, com um clipe que já passa de 300 milhões de visualizações. Para Guimê, a música ficou do jeito que ele esperava.

“Viva La Vida eu fiz pra tocar em balada, com um refrão bem pegajoso, falando de uma festa. O clipe é isso. A ideia foi fazer uma parada com animação, tipo inimaginável, um cachorro entrando na festa, uma parada surpreendente. E eu fiquei muito admirado e surpreso com o resultado. Quando vi a música pronta já era um sucesso pra mim. Foi uma parceria de sucesso com o Tropkillaz e que fiquei muito feliz. Desde então não paro de ouvir no carro.”

O álbum completo chega às lojas em outubro com o total de 15 faixas e a expectativa de Guimê é agradar a todos.

“Eu espero que a galera curta, assim, de coração. Eu sei que é uma parada difícil agradar geral, mas eu espero isso porque tem muita musica boa.”

Pedimos também para o cantor criar uma playlist no nosso spotify, dá só uma olhada no resultado:

COMPARTILHE
Artista do mês Adele
Alguns direitos reservados / 2013 - 2016.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.