O cantor australiano Dean Lewis tirou um tempinho para bater um papo com a nossa equipe e tocou em vários assuntos, que vão desde a sua carreira até a forma como ele lida com a exposição que ganhou com a chegada do sucesso. Dean está no topo das paradas musicais ao redor do globo e conta com números impressionantes quanto o assunto é stream. “Be Alright” é a sua música de trabalho, então antes de correr pra entrevista, dá uma confirida no trabalho desse artista gente boa!

Track: Você se importaria de nos contar um pouco de sua história? Como você começou na música… Com que idade você percebeu que isso é algo que você nasceu pra fazer?

Dean Lewis: Bom, eu comecei quando uma amiga ouviu um trabalho meu… Ela já trabalhava com música e resolveu me conectar com outras pessoas. Foi aí que eu realmente me liguei que daria pra perseguir meu sonho. Fui pro Reino Unido e trabalhei com os produtores Nick Atkinson e Edd Holloway. Era sempre uma ponte aerea entre Londres e Sydney

Track: Como foi pra você, quando soube que “Waves” seria tocada na tv? Acredito que ouvir a sua música no rádio deve ser mágico, mas a televisão deve causar uma sensação diferente. Como aconteceu com você?

Dean Lewis: Eu fui avisado pelos meus empresários que eles adicionaram a música na programação, então eu fiquei muito animado e feliz de poder fazer parte de séries tão imporantes. Quando ouvimos a música, todo mundo que estava vendo junto vibrou

Track: Você já assistia algum desses seriados?

Dean Lewis: Na correria a gente nem sempre assiste, mas eu já conhecia as séries e fiquei na expectativa de ver passar.

Track: Eu li online que você disse que ao gravar “Be Alright”, você sentiu emoção saindo da sua voz. Como que funciona esse fator de emoção pra você? Você crê que é isso que faz as pessoas se conectarem com uma música?

Dean Lewis: A voz é um fator muito imporante e como não é uma música muito feliz, a letra combinada com a sensação que provoca são provavelmente as razões que fizeram as pessoas gostarem da música. Acredito que a música conta uma história que muitos acabam vivendo, então se torna mais fácil acontecer essa conexão.

Track: “Be Alright” ficou em 1º lugar em 7 países. Mais de 17 milhões de pessoas ouvem suas músicas no Spotify mensalmente, meus parabéns! Com isso você recebe muita atenção e exposição. Você me parece ser um cara sensível. Como você se sente e lida com toda essa atenção que tem recebido?

Dean Lewis: É insano estar com esses números e ser ouvido por tantas pessoas. Sou um cara na minha, não sou chegado às cameras, não gosto de aparecer… Nem mesmo nos meus clipes. Toda essa atenção tem sido muito legal e positiva, mas eu tomo muito cuidado para que isso não atrapalhe a minha vida e daquelas pessoas que me rodeiam, pra que eu não deixe de fazer coisas normais que gosto.

Track: Depois que você lançou o seu EP no ano passado e com todo o sucesso de “Waves” e “Be Alright”, o que podemos esperar do seu álbum?

Dean Lewis: Estou trabalhando nele. Ainda venho para Londres para continuar gravando. As vezes aqui, as vezes em Sydney, mas estamos no processo. Estou muito animado para que todos possam ouvir o que estou criando!

Track: Você planeja visitar o Brasil?

Dean Lewis: Claro que sim! Eu conheço os brasileiros e eles são tão felizes e animados, então me impressiona saber que vocês se conectaram tanto com as minhas músicas que são… Tristes (risos). Já conversei com meus empresários e estamos vendo uma forma de passarmos pelo Brasil. Sabemos que não é fácil levar artistas internacionais para se apresentar aí, mas nos nossos planos, faremos uma visita no ano que vem!

 

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.