Nesta terça-feira, o rapper brasileiro Emicida lançou seu mais novo single, “AmarElo”, música que traz também as vozes de Majur e Pabllo Vitar. Confira o clipe:

Logo de início, dá para se ter uma ideia do que se trata a canção: uma voz gravada traz um depoimento carregado de emoção e mágoa, de alguém que tentou suicídio. Ao terminar a mensagem, é tocada a parte do refrão que originalmente pertence ao cantor Belchior, na música “Sujeito de Sorte”, de 1976:

Tenho sangrado demais, tenho chorado pra cachorro
Ano passado eu morri mas esse ano eu não morro

Emicida e seu projeto

O músico lançou “AmarElo” como parte do seu novo projeto musical, chamado “Experimento social”. Em depoimento, Emicida declarou que a intenção do single era, inicialmente, que as pessoas se sentissem grandes ao olharem no espelho. Agora, a ideia é que elas observem ao redor e se enxerguem maiores do que os seus problemas, independentemente de quais sejam.

Ver essa foto no Instagram

Tá na rua. #AmarElo com @pabllovittar e @majur. #EmicidaAmarElo

Uma publicação compartilhada por Emicida (@emicida) em

No vídeo, é possível observar vários personagens superando suas adversidades e conquistando seus objetivos, seus sonhos, enquanto a letra reforça a mensagem passada pela canção.

Pabllo e Majur

De acordo com Emicida, a parceria com Pabllo Vitar e Majur não foi em vão. “As duas trazem, em suas vivências e em suas obras, histórias bonitas a respeito de acreditar em si e de lutar contra o mundo para ser quem são”, comenta.

Para Pabllo, a música é, certamente, cheia de mensagens importantes, atuais e que retratam a diversidade, a luta e a força em que vive todos os dias. “O valor social que ‘AmarElo’ carrega é enorme e vai promover reflexões que precisam, cada vez mais, ser levantadas”, declara.

Ver essa foto no Instagram

@majur @emicida 💛 #amarelo

Uma publicação compartilhada por Pabllo Vittar 🌸✨ (@pabllovittar) em

Segundo Majur, além do single trazer essa reflexão, é um marco em sua carreira e, principalmente, na música brasileira. “É muita representatividade em um momento que precisamos ter voz. ‘AmarElo’ traz na sua poesia o retrato de um Brasil de multiplicidade e que ressignifica a sobrevivência de um povo que me identifico muito. Canta a busca por nosso lugar social”, finaliza.

“AmarElo” já se encontra disponível para ouvir em todas as plataformas digitais.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.