25 de junho de 2019 por Andressa Gonçalves.

Sendo um dos nomes mais falados da atualidade, é quase impossível não saber quem é Billie Eilish. A fama da cantora é tanta, que vários artistas já resolveram fazer covers de suas músicas. Na segunda-feira (24/06), foi a vez da banda Bastille criar uma nova versão para uma das músicas de Billie.

Em sua participação no programa Live Lounge, da BBC Radio 1, o grupo britânico fez um cover inusitado da música “Bad Guy“.

Ela ganhou uma pegada surf rock, além de receber, em sua letra, trechos de outras músicas cujos títulos começam com “bad“.

Quem acompanha o trabalho do Bastille, sabe que esta é uma prática comum da banda: fazer sempre mashups, usando mais de uma música em suas versões.

Eles usaram a faixa “Bad Guy” predominantemente e como base, na apresentação de segunda-feira, e acrescentaram à ela: trechos de “Bad Romance” de Lady Gaga, de “Bad Decisions” do próprio Bastille, de “Bad Blood” da Taylor Swift e de “Miserlou” de Dick Dale. A mistura foi bastante elogiada pelos inscritos no canal da rádio no YouTube, confira o resultado final:

Como de costume, o coletivo também foi convidado a cantar uma música própria. Eles escolheram o hit “Pompeii”.

Billie Eilish não se importa em ser “a nova cara do pop”

Ver essa foto no Instagram

@vogueaustralia

Uma publicação compartilhada por BILLIE EILISH (@billieeilish) em

Apesar de estar ganhando cada vez mais espaço no mundo pop, a cantora e compositora americana Billie Eilish parece não se importar muito com isso. Em entrevista recente à Vogue Austrália, ela afirmou que se sentiu “irritada” ser chamada de “a cara do pop“:

Mesmo sendo tão grata como eu sou, pela apreciação e o amor, honestamente, eu me tornei indiferente a isso. Eu lembro as primeiras vezes que as pessoas me chamaram de nova cara do pop ou a nova It girl do pop ou qualquer coisa do tipo… isso meio que me irritou. A coisa estranha sobre humanos é que nós [achamos que] precisamos rotular tudo, mas não precisamos.”

A importância de artistas abordarem temas relevantes publicamente

Billie acredita ainda que existem coisas mais importantes do que os “rótulos“, e que ela pode (e deve) usar de sua vasta plataforma pública, para falar sobre elas e conscientizar as pessoas:

Eu não quero desperdiçar minha plataforma. Estou tentando não fazer isso, mas acho que todos nós sob os holofotes — ou o que quer que você chame isso — podem falar mais sobre as alterações climáticas, e essas são coisas que precisam ser faladas. Eu ainda acho que posso fazer mais.

E concluiu:

Tem tantas coisas [que são] resolvidas por pessoas que vão morrer em breve. Isso me deixa tão irritada! Existem muitas coisas que eu queria poder estalar os dedos e tornar melhores. Existem muitas coisas que precisam de ajuda e pessoas que fingem que não se importam, mas se importam, e é porque eles são velhos. Pessoas que fingem que se importam mas não, e pessoas que poderiam fazer alguma coisa mas não fazem. Eu, de repente, tenho uma plataforma em que posso, talvez, fazer a diferença em alguma coisa.”

Leia Também: Two Door Cinema Club faz cover de música de Billie Eilish

Lewis Capaldi lança cover de Billie Eilish e nova versão para seu single

6 artistas que já fizeram covers de Billie Eilish

Billie Eilish quebra recorde na Billboard 200

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.