16 de julho de 2020 por Redação Tracklist.

Por: Nina Dacier

“Não se deve julgar um livro pela capa” é um ditado popular totalmente aplicável ao YUNGBLUD. Olhando algumas fotos do artista, é provável que sua primeira impressão seja de que ele é um cara super punk rock, hardcore e por aí vai. Quando na verdade, Dominic Harrison é, como ele mesmo diz, “Um filhotinho de cachorro em um mundo cheio de gatos”. 

Com 22 anos, Dom é pura energia. Energia que ele usa não só para fazer música, mas também para lutar pelas causas que acredita e incentivar seus fãs a fazerem o mesmo. Focado em criar um ambiente de aceitação e ajudar na criação de um futuro melhor, suas composições são repletas de assuntos profundos e relevantes no contexto atual, tais como: Saúde Mental, assédio sexual e política. Além de sempre falar abertamente sobre fluidez de gênero e sexualidade.

YUNGLBUD mostra para a sociedade como regras e tabus estupidos devem ser deixados para trás, com seus looks maneiros e letras marcantes. 

Com o Lançamentos de sua nova música “Strawberry Lipstick”, o Tracklist bateu um papo com o cantor, confira aqui:

Hey, Dom! Como vai você?

To bem! E eu sei que estamos vivendo tempos malucos, mas ta tudo bem com você?

Tudo certo por aqui! Eu preciso começar falando de Straberry Lipistick!! Que Música INCRIVEL! Meu deus ela não sai da minha cabeça desde a primeira vez que ouvi! Sensacional

YEAAAAH! Você gostou??? 

EU AMEI!

Estou ansioso para que todos ouçam. Espero que as pessoas sintam a energia da música, de liberdade, dancem e pulem ouvindo

Nossa, você conseguiu! Essa música é perfeita para dançarmos pela sala de casa durante esses tempos de isolamento social. Qual foi a inspiração para Strawberry lipstick?

Bem, a princípio eu queria lançar algo que fosse realmente EU, que fosse genuíno as minhas raízes, as coisas que cresci ouvindo. E nesses tempos de isolamento, me peguei analisando bastante e tudo que eu quero fazer pelo resto da minha vida é falar a p*rra da verdade. E as vezes é assustador porque muita gente fala sobre eu ficar mais “pop” e quando você está em LA as coisas ficam mesmo bem assustadoras porque você vê tudo ao seu redor é muito louco, mas a minha fanbase sempre me mantem com os pés no chão. E isso me faz ser muito conectado com eles. No fim das contas, é com eles que eu falo, para eles que me expresso. É uma conversa entre mim e eles. Porque eu entendo eles e eles me entendem. E é isso, nessa música o principal era ter essa energia bem “YUNGBLUD” que faz todo mundo ter vontade de pular. Eu queria mandar toda essa energia e meus “beijos de morango”

É muito legal, porque sua fanbase acabou se tornando uma espécie de local seguro para muita gente. Como você se sente sendo tão importante assim na vida dessas pessoas?

É tudo que eu sempre quis criar, eu sentia muita dificuldade no mundo real então quis criar um “mundo” onde todo mundo fosse aceito pelo que realmente é. Um mundo onde todo mundo pode ser livre, não importa como são fisicamente não importa qual é a sexualidade, é um lugar de harmonia e amor. Isso é muito importante para mim, é o que eu quero é o que eu quero fazer até o dia que morrer. 

E claramente eu tenho que te perguntar sobre o seu próximo álbum! O que nós podemos esperar desse novo projeto? 

Nossa sim!! Esse álbum muito importante ele é meio que a história da minha vida, o momento que o realmente abri meus olhos 

Então quais são as mudanças mais importantes entre esse novo projeto e os seus antigos? 

É como se os meus antigos trabalhos tivessem me trazido até esse momento, esse novo projeto. Esse álbum conta a história de como é ser 15 pessoas de uma vez só, e aceitar todas essas versões de você mesmo, porque todas essas pessoas juntas formam que você é de verdade e aceitando isso é que você encontra paz. Aceitar seu lado estranho, seu lado anormal. Mal posso esperar para todo mundo poder ouvir. Vai ser muito louco 

Sim! Eu aposto que sim. E para quando é que podemos esperar este novo álbum? Eu ouvi boatos que lançaria em agosto… 

Não, vai ser um pouco mais para frente provavelmente outubro, tudo teve que ser adiado por causa da pandemia, mas terão muitas músicas que serão lançadas até lá. Prometo 

Falando sobre as músicas, que música você tem você acha que será a favorita dos fãs? 

Tem uma música chamada “Mars” e uma música chamada “Tereza”, eu aposto nelas duas. 

Continuando no assunto muitas de suas músicas falam sobre assuntos muito importantes na nossa sociedade, e eu sei que isso é uma pergunta clichê, mas como é o seu processo criativo de compor uma música? 

É difícil falar porque eu não tenho um processo criativo padrão, apenas acontece. Não tem como programar esse tipo de coisa, acredito que o cerne da questão é só deixar acontecer. Parece comigo eu sempre falo a verdade e tem que ser honesto, então quando está prestes a acontecer eu só sinto no meu corpo aquela urgência de “preciso compor agora”. Engraçado porque às vezes ficamos no estúdio por horas, e de repente boom acontece e aí eu só escrevo gravo na mesma hora. 

Como você disse no começo estamos vivendo tempos malucos, como você está mantendo sua saúde mental nesse momento? 

Estou tentando me conectar com outras pessoas, desse jeito me sinto menos sozinho. Me sinto mais conectado com minha fanbase agora do que era antes, porque é como se tivesse com eles, junto com eles todo dia. 

Isso com certeza é uma coisa incrível para eles, eu sempre vejo seus fãs comentarem como eles se sentem conectados e a salvo na sua fanbase e com você. Falar neles, seus fãs me pediram para perguntar qual é seu trecho favorito de suas músicas?

É de uma música no novo álbum chamada “God Save Me, but dont drown me out”. Quero muito que eles ouçam logo. Eu posso reciclar um pouco da letra, é assim: 

“me acalme antes que eu durma, 

Porque eu não sei onde estive 

E a manhã parece tão longe 

E as drogas acabaram de fazer efeito 

Então estou bem acordado 

E eu não vou desperdiçar minha vida, 

Só porque já me ferraram só 

(isso não importa) 

Então gaste meu tempo 

E que Deus nos salve 

Eu não deixarei minhas inseguranças definir quem eu sou 

Eu não desperdiçarei minha vida 

Porque já me ferraram 

(então não importa) 

Eu me lembro de você postar no Twitter essa letra! 

Eu tweetei essa letra, não consegui esperar para soltar eu precisava compartilhar.

Cara, eu tava ansiosa para te ver no Lollapalooza!! 

Nossa nem fala!! Eu queria muito estar liberado para ir ao Brasil, sério, eu mal posso esperar para ir ao Brasil, conhecer todos vocês, e dar abraços de muito apertados!! 

Sim, nós definitivamente precisamos dos abraços, por favor! E eu preciso te avisar tu não estás preparado para nossa vibe. Strawberry Lipstick?? quando você tocar Live aqui no Brasil vai tremer o chão. 

É sério, eu mal posso esperar para ir ao Brasil! Mal posso esperar! Todos os meus amigos me falam “Brasil é o melhor país para fazer show”. É como se vocês exalassem em uma aura Rock and Roll todo mundo aí no Brasil parece meio rock and roll. 

A gente vai com tudo nos shows, se tem uma coisa que brasileiro sabe fazer é como dar um Show em shows. Realmente você precisa vir logo. Será que você pode mandar um recado para seus fãs brasileiros, por favor? 

Brasil Baby!!! Eu amo vocês, eu queria para c****** que tivesse rolado o lollapalooza, mas estarei aí assim que liberarem, estarei aí para curtir com vocês

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.