5 de maio de 2014 por Lorrany Farias.

906774_555572824516029_1618761913_omkl

Vocês gostaram tanto da banda Katakomb – se você ainda não conhece, clique AQUI – que fizemos questão de virarmos BFF’s dos caras. O resultado dessa amizade ou parceria, vocês podem ver logo abaixo com uma entrevista EXCLUSIVA para nosso site.

Acreditem ou não, depois dessa entrevista será impossível não sentir amor por eles!

TRACKLIST: Falem um pouco de cada um de vocês e do trabalho de vocês. Se apresentem ao Brasil!

Katakomb: Nós somos um trio de Gothenburg, gastamos nosso tempo no norte em uma caverna escura dentre marinheiros e motociclistas bêbados. A princípio começamos fazendo músicas no computador com uma vibe mais eletrônica. Hoje em dia nossa música é mais ao vivo, mais focada em sintetizadores analógicos e  outros dispositivos ao invés do digital. Nossas preferências de música variam bastante dentro dessa constelação mas eventualmente descobrimos um modo em que nós estamos de boa com isso. Rock! 

TRACKLIST:  De onde vocês tiraram a ideia para esse nome ”KATAKOMB”? Quando falamos de vocês pra algumas pessoas elas pensaram que vocês eram uma banda gótica por conta do nome! haha

KatakombNós gostamos de fazer as pessoas pensarem que somos uma banda gótica e que nós somos mais perigosos e assustadores do que realmente somos. E depois surpreendê-los por não ser uma banda gótica de modo algum e só ser uns caras amigáveis, tranquilos e companheiros – o que eu temos certeza que a maioria das bandas góticas são também.


TRACKLIST:  Pelo o que andamos lendo sobre vocês, vocês não se consideram uma banda INDIE. Mas aqui no Brasil, vocês são inseridos nesse gênero. O que vocês pensam sobre isso?

Katakomb: Embora o cenário indie em Gothenburg tem nos afetado bastante, nós com certeza estamos tentando surgir com algo novo. Embora isso, talvez as pessoas com preferencias nos colocariam um selo indie enorme no nosso álbum. Não sabemos mas definitivamente estamos tentando manter as portas abertas o máximo possível. Mesmo que nossa música acabe na área indie.

 
TRACKLIST:  Quais são as referências musicais de vocês?

Katakomb: Provavelmente depende pra quem você está perguntando, mas toda vez que brigamos nós geralmente acabamos ficando com a música “Up Where We Belong” de Joe Cocker e Jennifer Warnes. Embora não temos certeza se essa é uma orientação justa.

 
TRACKLIST:  Quais foram as maiores dificuldades que vocês enfrentaram e enfrentam nesse meio musical? Existe algo que ainda os impede de crescer como um trio de sucesso?

Katakomb: Uma vez nos serviram café muito gelado na passagem de som, mas o gosto estava bom. Além disso, as coisas tem acontecido muito bem. E não, não há nada que nos impeça.

TRACKLIST:  De onde vem as inspirações para comporem as músicas? Podemos ver que o trabalho de vocês é único e bem autoral. Existe uma regra pra compor ou simplesmente vem a letra na cabeça?

Katakomb: Ideias vão e vem o tempo todo. É mais sobre reconhecê-las como boas ou ruins do que tê-las. Todo mundo tem. Qualquer coisa poderia nos inspirar, seja uma música maluca de sintetizador, um programa de televisão horrível ou simplesmente um amigo simpático.

 
TRACKLIST:  Pelo facebook de vocês e também pelo site, podemos ver que vocês são bem conhecidos no País de vocês. Você são muito assediados pelos fãs? Se viessem pro Brasil as garotas indie iriam ficar loucas! hahaha

Katakomb: Nós amamos nossos fãs, eles são muitos gentis conosco. Deus abençoe vocês. Não seriamos nada sem vocês! Muito amor!

 
TRACKLIST:  Vocês tem apoio familiar pra que a banda cresça? Como é a relação entre vocês com a família e amigos no quesito música?

KatakombBem, sim. Acho que nenhum de nós tivemos nossos pais reclamando dos ensaios ou arrancando o fio do plug, ou tentando nos fazer estudar economia ou algo parecido. Pelo menos não na última década. De tempo em tempo eles até estão vindo aos nossos shows e nos dão um tapinha de apoio nos ombros.


TRACKLIST:  Quais os artistas ou o artista que cada um de vocês sente muita vontade de fazer uma parceria no futuro?

KatakombSeria maravilhoso fazer um álbum com uma orquestra sinfônica. Tem muita harmonia e arranjos maravilhosos. Coloquem os sapatos ”Hubries” no pé. Isso seria muito legal.

 
TRACKLIST:  Vocês tem vontade de conhecer o Brasil ou algum outro país? Qual?

Katakomb:  Nós adoraríamos visitar o Brasil, ou qualquer outro país na América Latina. Nós proporcionem um show e estaremos aí num piscar de olhos!

 
TRACKLIST:  Espaço livre: falem o que quiserem, mandem recados para o Brasil e para o nosso site, o TRACKLIST!

Katakomb: Nós só queríamos dizer que desde que a Suécia está fora dos jogos, nós torcemos pra vocês nessa Copa do Mundo! Vão pela sombra!

.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.