A banda britânica The 1975 lançará seu quarto álbum de estúdio ainda em 2019. Mesmo durante as promoções de “A Brief Inquiry into Online Relationships”, o frontman Matty Healy já dava pistas sobre como soaria o próximo disco: “Notes On A Conditional Form”.

Capa de Notes On A Conditional Form, divulgada pelo vocalista Matty Healy do The 1975. A arte apresenta palavras na vertical que forma o título do disco.
Capa de “Notes On A Conditional Form”, publicada por Matty Healy em seu Twitter – créditos: Reprodução

De acordo com a banda, “Notes” será o segundo álbum da atual fase do grupo, chamada “Music For Cars”. Não por coincidência, “Music For Cars” é o título do terceiro EP do 1975, lançado em 2013, que alavancou o single “Chocolate”. Conforme dito pelos membros, “o quarto álbum terá uma influência britânica ainda maior”.

Em meio a tantas pistas e dicas dadas pelos músicos, veja a seguir o que já foi divulgado até então sobre “Notes On A Conditional Form”:

“Notes On A Conditional Form” e a data de lançamento

Primeiramente, o disco ainda não tem uma data de estreia definida. As especulações eram as de que “Notes” seria lançado em maio de 2019, mas foi adiado para o segundo semestre. Nesse sentido, o produtor da banda, Jamie Oborne, disse pelas redes sociais que o grupo decidiu ter “um grande lançamento”.

A banda também não é muito interessada em lançamentos de singles. Matty, por exemplo, já declarou em entrevistas que o intuito da banda com “Notes” é lançar o disco todo de uma vez. Portanto, a divulgação de singles pré release talvez seja por pressão da gravadora, a Dirty Hit.

Até o momento, a suposta época de divulgação será em agosto de 2019. É de se esperar algum videoclipe durante o mês.

A tracklist do álbum

Algumas músicas do novo trabalho vêm sendo performadas e mencionadas por Healy em entrevistas para algumas rádios estadunidenses. Por exemplo, a canção “Jesus Christ 2005 Good Bless America” foi tocada por Matty em uma pequena apresentação para uma rádio de Las Vegas.

A faixa foi a princípio apresentada pelo vocalista durante uma live no Instagram. Outras músicas, como “Playing On My Mind”, “The Birthday Party” e “Frail State of Mind” já foram citadas pelo cantor.

Temáticas

Com o terceiro álbum de estúdio, “A Brief Inquiry into Online Relationships”, o The 1975 explorou os limites das relações interpessoais e da social media em suas letras. Músicas como “Love It If We Made It” deixaram explícitas as intenções do grupo de trazer algum impacto social.

Entretanto, “Notes” talvez venha a ser parecido com os primeiros trabalhos do grupo, como o debut de 2013. Pelo Twitter, Matty contou como o novo álbum lhe é muito similar às antigas composições da banda:

“Nossa coleção de EPs, e a época em que eles foram lançados, me são muito particulares agora. Talvez isso seja causado pelo retrospecto, quem sabe. Mas Notes On A Conditional Form tem o mesmo sentimento daquele tempo. Se parece com aqueles discos”.

Matty Healy

De acordo com o site Genius, o grupo mudou-se para Los Angeles em julho de 2018, e lá trabalhou na criação do álbum até o começo de sua turnê atual, que iniciou-se em janeiro.

Para a Billboard, Healy descreveu “Notes” como sendo um disco mais “íntimo, noturno e cinematográfico” que o anterior. Já para a revista NME, apresentou NOACF (sigla para o disco) como um trabalho “bem singelo, que trata sobre o lar, sobre saúde mental, e a domesticidade”.

Dia 1º de Junho e o fim de um ciclo

Mesmo sendo uma data já passada no calendário atual, o dia 1º de junho é sempre importante para o The 1975 e o fandom da banda. A data foi originalmente escolhida por Healy aleatoriamente, encontrada em anotações de um livro antigo.

Desde então, surpresas são reveladas nesse dia, mas em 2019 foi totalmente diferente: Não houve nenhum anúncio por parte da banda no dia 1, último sábado. Apenas Jamie Oborne pronunciou-se a respeito, pelo Twitter.

Isso pode significar muitas coisas, mas principalmente o fim de um ciclo para o The 1975. Conforme dito por Matty para a NME,nossos três primeiros discos são a história de uma pessoa; meio que sempre foi uma”.

“Eu realmente não decidi ainda como declarar onde estamos agora. É meio que difícil entender o presente. Ao invés disso, o nome “Music For Cars” foi atribuído à uma “era” da banda, que consiste em dois álbuns —  “A Brief Inquiry”, de novembro de 2018, e “Notes” que virá em breve”.

Matty Healy

Em suma, ainda há muito o que ser apresentado sobre o retorno da banda. O grupo está atualmente em turnê, apresentando-se nos países da leg europeia.

Confira abaixo o show realizado durante o BBC Radio 1’s Big Weekend 2019, no Reino Unido:

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.