15 de agosto de 2017 por Luana Mestre.

Para quem gosta de Mumford & Sons, Bon Iver, City And Colour

Nascida e criada no interior de São Paulo, pude acompanhar o início da carreira da banda americanense About a Soul (formada em 2012 e composta por Lucas Macedo, Thierri Bispo, Renan Mantovani, Henrique Leme e Diego Ferreira).
Lembro que foi uma das atrações da Virada Cultural Paulista em 2014, na vizinha Santa Bárbara d’Oeste (que hoje é referência em festivais de rock na região). Na época, o grupo tinha lançado o álbum “The Legend of The Seas” (2013).
De lá pra cá, os integrantes tocaram pelo país todo, foram finalistas do concurso EDP Live Bands Brasil e também se apresentaram em Portugal. Nesse ano, eles divulgaram o disco “Give Me Something Real” (2015), um ótimo trabalho autoral mais energético que o predecessor.

Veja o clipe de “Darkness”, do primeiro álbum:

Um sonho que se tornou real. “Estamos muito felizes com o que conquistamos nos nossos anos de banda até agora, chegamos a lugares que sonhávamos, mas não achávamos possível. Nós sempre buscamos fazer o melhor pra podermos tocar em qualquer lugar “sem medo”… E ter a oportunidade de representar o Brasil em outro país, como foi em Portugal, foi maravilhoso, fomos muito bem recebidos. Isso nos motiva a continuar, mas os desafios continuam, e queremos sempre alcançar objetivos maiores.

Composições e produção? Bom, em relação às composições, pouca coisa mudou. Sempre buscamos o máximo de honestidade em relação às letras, tentamos sempre trazer experiencias/sentimentos reais nossos.  O que mudou mesmo foi a produção do disco, que resolvemos fazer em uma pegada mais agressiva que o primeiro, mas sem perder o lado “sentimental” da banda.

O título do álbum remete à busca por algo “verdadeiro”,  em um mundo líquido. Nós vivemos em um mundo muito louco, a impressão é que tudo se tornou muito superficial, e esse talvez seja o maior problema das tecnologias tão avançadas. Não somos contra novas tecnologias ou algo assim, mas temos que ter cuidado com o que fazemos com tudo isso que temos. Hoje as informações são muito velozes e não estamos sabendo lidar bem com isso muitas vezes. Zygmunt Bauman que é um filosofo/sociólogo polonês que chamou a atenção para a nossa época de modernidade líquida, exatamente pela superficialidade dos nossos dias. Mas a verdade é que não vemos isso apenas em relacionamentos românticos, vemos isso nas famílias, nas amizades, nas interações sociais, nas mídias sociais que têm um forte poder de afastar e aproximar pessoas muito rápido”. 

A capa

“O conceito da capa do disco surgiu antes até do nome, o Leme (guitarrista) chegou com essa ideia dos nossos bustos em 3D como se fossem esculturas. E então veio a ideia do nome, Give Me Something Real, porque esculturas são representações de alguém, mas sempre será algo sem vida por mais perfeita que ela seja. Você pode ir até o Louvre e ver a escultura mais bonita, do seu artista favorito, mas nada se compara ao toque na pele, ao cheiro, o real é sempre melhor e temos que voltar a dar valor nisso”

Novos trabalhos.  “Estamos trabalhando pra lançar um clipe novo esse ano ainda, mas não podemos dar spoiler (risos) . Brincadeiras à parte, nós gostamos muito da ideia de clipes “conceituais”, então sempre pensamos em vídeos nessa linha. Esperamos em breve dar a boa notícia com a data do próximo! Pra esse ano, queremos continuar tocando a turnê do disco, estamos ainda fechamos dadas de shows, e também temos o clipe e um single novo que logo começaremos a gravar.

 Influências. “São muitas. Cada integrante da banda tem influências distintas, assim como muita coisa parecida, uns gostam mais de rock progressivo, outros mais de indie e folk, outro de blues, então sempre tentamos colocar um pouquinho de tudo nas músicas. Mas claro que bandas como City and Colour, Bon Iver, Of Monsters and Man, Bob Dylan, Johnny Cash, Munford and Sons, Damien Rice foram bandas que mais nos influenciaram, principalmente no começo da banda”

Confira a playlist com músicas da banda e suas influências musicais (as canções foram listadas pelos próprios integrantes, com exclusividade para o Tracklist!)

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.