A nova produção Netflix estrelando Taylor Swift enfim foi lançada nesta sexta-feira, dia 31; e veio acompanhada de uma nova canção da artista. “Only The Young”, divulgada exclusivamente para as promoções de “Miss Americana”, promete carregar a letra mais política e social de Taylor até então.

A música traz temáticas que começaram a aparecer nas composições de Swift nos últimos tempos, como as eleições americanas. Carregando a metáfora já conhecida de uma escola representando a sociedade, “Only The Young” aparece nos créditos finais do documentário.

Apesar de ser uma canção que serve para promover o doc, o release não funcionará como um single. De acordo com Taylor, as músicas de “Lover” continuarão sendo escolhidas para ganhar videoclipes e serem mandadas às rádios; já afirmando que a era do álbum ainda não acabou.

Taylor Swift e “Miss Americana”

Como anunciado anteriormente, o documentário de Taylor é a segunda vez em que a cantora trabalha com a Netflix. Em 2018, um dos shows da Reputation Tour estreou na plataforma na época da divulgação do disco de mesmo nome.

Contudo, “Miss Americana” tem uma pegada bem diferente da primeira produção. No filme dirigido pela cineasta Lana Wilson, acompanhamos a tragetória da artista desde sua ascensão até alcançar o estrelato, com imagens caseiras de Swift com a família e gravações em estúdio durante a criação de seus álbuns (mais especificamente, do “Lover”).

Em quase uma hora e meia de duração, Wilson traça a figura de uma Taylor Swift que está se descobrindo no universo adulto — não como cantora, mas como figura pública com uma voz. Em uma entrevista para a Vox, Lana conta sobre a época em que conheceu a estrela e quais eram seus planos com a produção:

“Nós conversamos sobre fazer um documentário que parecesse cru e íntimo, complexo e bagunçado. Ela estava saindo de um momento importante em sua vida. Ela estava fora dos olhos do público há um ano e estava voltando; queria continuar trabalhando e sair para o mundo, mas queria fazê-lo de uma maneira em que não se preocupasse tanto em conseguir a aprovação de todos”.

Lana Wilson para a VOX (tradução feita pelo site Taylor Swift Brasil)

Lana também afirma que, no período de edição, havia muito material disponível vindo tanto do acervo pessoal de Taylor, quanto cedido pela sua antiga gravadora. A diretora diz ter se identificado com a artista, principalmente no sentido de ambas estarem “numa indústria dominada por homens”.

A opinião da crítica até então

“Miss Americana” foi o documentário que abriu o Festival de Cinema de Sundance, no dia 23 de janeiro. Portanto, muitos veículos da imprensa já puderam ter contato com a produção, e divulgaram suas primeiras impressões.

A Pitchfork, por exemplo, avaliou o documentário como a visão de uma Taylor Swift que está, aos poucos, amadurecendo agora. Nas palavras do portal, a cantora “contempla a ideia de que, quando ela chega aos 30 anos, seu tempo sob os holofotes é limitado”, dando a entender que Taylor tem noção de como seu sucesso se encontra agora.

Os críticos também deram destaque para os momentos em que a estrela enfrentou momentos decisivos nos últimos anos, como o julgamento do caso de assédio sexual que sofreu em 2013, e seu apoio público a candidatos democratas em 2018.

Para o jornal Estadão, o jornalista Guilherme Sobota aponta que o “coração do filme” está na construção narrativa que mostra Taylor criando sua voz ativa em sociedade após 2017: quando o presidente Donald Trump já estava no poder, e a cantora foi falsamente apontada como apoiadora do político.

O Golden Globes elogiou a figura feminista da artista no doc, falando sobre sua figura de empoderamento para as gerações atuais. Além disso, o site da premiação enfatizou as sessões em estúdio que aparecem no longa, onde os demais compositores que trabalham com ela “dão uma ampla importância à sua criatividade irreprimível”.

Vale lembrar que seu sexto disco foi majoritariamente produzido por Jack Antonoff, com quem Taylor criou o “1989”:

“The Man” como novo single

Como dito acima, “Only The Young” não será um single promocional de Taylor para ter impacto nas rádios; pois “The Man” estará nessa posição. Mesmo sem data de lançamento para um clipe, a faixa já foi enviada para as estações estadunidenses no início da semana.

Portanto, é possível que um videoclipe seja anunciado em breve. “The Man” faz parte da tracklist de “Lover”, e pode ser ouvida logo abaixo:

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.