A cantora canadense Carly Rae Jepsen divulgou nesta sexta-feira, dia 17, seu quarto disco de estúdio. “Dedicated” dá sequência à discografia da artista, após o EP “Emotion Side B”, de 2016. Portanto, o álbum marca a volta da cantora ao cenário pop depois de um longo processo criativo. Ouça:

“Dedicated”, com quinze músicas ao todo, é resultado de uma seleção de composições feita por Jepsen. Em entrevistas mais recentes, Carly revelou que, desde o início do processo de produção até abril de 2019, já havia escrito mais de 200 músicas.

De acordo com o site USA Today, a cantora passou por dificuldades ao escolher as faixas para o disco:

“Jepsen, a estrela canadense de 33 anos que viu seu status de “one-hit-wonder” de “Call Me Maybe” se transformar em críticas extremas e fãs obcecados, tem sido aberta em entrevistas no que diz respeito aos problemas que enfrentou para selecionar as mais de 200 músicas que escreveu ao longo do anos, até se transformarem num álbum único.

Maeve McDermott, USA Today

Além disso, o disco ainda contém uma parceria de Carly com o duo americano Electric Guest, na faixa “Feels Right”.

Carly Rae Jepsen e “Emotion”, a era anterior

Jepsen levou três anos para finalizar “Dedicated”, depois de dois releases entre 2015 e 2016: “Emotion” e “Emotion Side B”. O segundo, um extended play de canções descartadas do primeiro, foi lançado conforme a demanda da fanbase da cantora.

“Emotion” recebeu críticas positivas por parte do público e da crítica contemporânea. Apesar de não ter alcançado um sucesso comercial estrondoso, o disco foi capaz de revigorar a carreira de Carly e dar à ela o título popular de “queridinha do indie”.

Além do mais, os últimos trabalhos de Jepsen têm trazido gêneros como o disco e o synthpop, bem diferentes do que é apreciado pelo mainstream atual. Em recente entrevista para a National Public Radio, Carly falou sobre como seu estilo mudou com o passar do tempo.

“Acho que eu tenho me desafiado musicalmente de várias formas. Mas pessoalmente falando, eu também me sinto menos confinada em chamar o pop de uma coisa, e trabalho de outra forma. Eu tenho me divertido muito ‘colorindo as linhas’ um pouco mais — isso têm me deixado tão feliz, e sinto que minha música se tornou muito mais autêntica, e com um propósito”.

Carly Rae Jepsen ainda disse que não ignora os resultados alcançados com “Call Me Maybe”. Porém, aquilo “ainda não era tudo o que [ela] tinha para oferecer”.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.