5 de maio de 2019 por Giovana Bonfim Escudine.

Carly Rae Jepsen está prestes a voltar ao mundo da música no dia 17 de maio. Em recente conversa com o site Dazed, ela contou sobre a vida nos últimos anos e sobre a temática do “Dedicated”.

“Eu sou muito romântica”, diz Carly. “O tema relacionamentos sempre foi um interminável conjunto de inspirações para mim”.

Segundo o site, mais de 200 músicas foram feitas para o álbum. Pode-se esperar dele bastante sonoridade dos anos 80, assim como escutamos no “Emotion” (2015), mas, também aspectos de disco minimalista. PC music, refrões crescentes e músicas que vão aumentando o ritmo — todos esses aspectos estão presentes em seu mais novo álbum.

“Eu sinto menos desejo de provar que posso fazer e ser tipo, ‘vamos fazer isso juntos. Muito ego ou insegurança atrapalha o que você está ali para fazer’, diz Carly sobre a diferença entre o “Emotion” e “Dedicated”.

Jepsen explora os altos e baixos de um relacionamento através do pop que só ela sabe fazer, sendo mais pessoal.

“Estava passando por um fim de relacionamento e vivendo a ‘solteirice’. Depois, começando um romance com um amigo que é agora meu namorado. Acho que ele explora todo o processo”.

Segundo a cantora, “Dedicated” pode ser resumido em três coisas: coração partido, solidão e novo amor.

Leia também: Carly Rae Jepsen faz cover de Khalid no Live Lounge

Colaborações para o álbum

Para chegar nesse resultado, Carly contou com ajuda de Danny L Harle e Charli XCX para escrever algumas canções. Embora tenham gravado parcerias, infelizmente elas não entraram na tracklist do “Dedicated“.

Além de trabalhar com produtores já familiares, como Tavish Crowe e Jack Antonoff, Jepsen recorreu também a novos nomes.

Um deles é Patrik Berger, o co-escritor e co-produtor por trás de “Dancing On My Own”, da Robyn. Segundo a publicação, o resultado é “I’ll Be Your Girl”, “uma música que irá fazer você enviar várias mensagens para alguém que não deveria”.

Opinião sobre músicas do “Dedicated”

O Dazed também teve a oportunidade de escutar o álbum e dá sua opinião a algumas faixas na publicação. Confira abaixo a tradução.

O álbum é confiante e conhecedor, como uma conversa profunda e significante com um amigo próximo“.

“Parece bobo falar sobre grandes emoções causadas por pessoas que acabam fazendo parte de uma pequena parte na sua vida, mas Jepsen fez uma carreira jogando seu coração nas músicas, e quando se está com seus fones parece muito real. Em ‘Everything He Needs’, ‘I’ll Be Your Girl’, e ‘Too Much’, ela está se apaixonando intensamente e muito rápido. Em ‘Happy Not Knowing’, ela literalmente não se incomoda por nada.’If there’s something between you and me baby / I Have no time for it / I’m happy not knowing’. Tem o ponto que você está pronto para uma relação em ‘The Sound’, o exasperado ‘Deus, você me deixa tão cansado’, um sentimento que, se você passou algum momento nos últimos 5 anos namorando, você sentirá familiar.”

“A influência do teatro musical é mais óbvia quando Jepsen interpola ‘He Needs Me’, música de Harry Nilsson que ela conheceu ao ver o filme dos anos 80 Popeye. Carly amou. Agora se tornou a irresistível ‘Everything He Needs’, completa com um refrão triste e feliz sustentado por acordes distorcidos e sons de bolhas”.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.