Dua Lipa no Globoplay: por que você deveria assistir ao doc e show

A cantora inglesa chegou ao catálogo do Globoplay com seu show, “Studio 2054”, e um documentário revelando os bastidores por trás do grande evento de 2020. Confira alguns motivos pelos quais você deve assisti-los!

Por em 11 de maio de 2021

O maior evento online do ano passado finalmente aterrissou no Brasil! O show de Dua Lipa, o “Studio 2054”, chegou ao Globoplay nessa terça-feira, 11. Confira o porquê você deveria assistir não apenas ao show, como também ao documentário, que revela os bastidores do espetáculo.

Leia também: Olivia Rodrigo, Dua Lipa e mais se apresentarão no BRIT Awards 2021

A imagem apresenta Dua Lipa em seu carro espacial. Ao fundo, preto, é possível ver a lua. A cantora está sentada com as pernas para cima, enquanto olha para a direita. A imagem ilustra a matéria: "Dua Lipa no Globoplay: por que você deveria assistir ao doc e show".
Foto: Divulgação

Descrito como uma verdadeira “experiência virtual”, o show da cantora inglesa aconteceu em novembro de 2020. Dua Lipa não esteve sozinha, cabe ressaltar. Alguns importantes da música, como Kylie Minogue, Miley Cyrus e Elton John também fizeram participações especiais.

Antes exibido apenas no exterior, o Globoplay fez questão de entregar aos fãs o documentário “Por Trás do Studio 2054”, que mostra os bastidores do evento, desde sua concepção até sua realização.

E engana-se quem acha que a era “Future Nostalgia” acabou! Em entrevista ao Entertainment Tonight, Dua Lipa falou que há mais coisas vindo. “Algumas performances e mais coisas do tipo. Vamos ver. Também estamos nos preparando para a turnê.” O que será que vem aí?

O “Studio 2054” é bom mesmo?

Quando a pandemia tomou força e nossos antigos costumes foram substituídos por máscaras, álcool em gel e distanciamento social, o “Future Nostalgia” serviu como válvula de escape para os dias difíceis.

Enraizado no gênero disco dos anos 80, o álbum presentou o mundo com músicas contagiantes e diversos hits instantâneos, trazendo emoção e alegria para quem ouvia.

Esse, inclusive, é um dos poderes da arte: fazer com que seu espectador se desligue um pouco do mundo e esqueça o quão cruel a vida real pode ser e Dua Lipa cumpriu sua missão.

Contudo, impossibilitada de realizar shows ao vivo, já que o mundo vivia um enorme lockdown, Dua criou uma realidade alternativa. Nela, inclusive, já era possível correr, dançar e se soltar ao som de suas músicas, perfeitas para ama aventuras noturnas com os amigos.

Chamada de “Studio 2054”, o evento é um paraíso iluminado por luzes coloridas, muito glittler e espelhos: o mundo pop perfeito para se divertir.

Repleto de músicas icônicas que marcaram 2020, como “Levitating”, “Halucinate”, “Cool” e (tamborzinho, tamborzinho) “Don’t Start Now”, não tinha como esperar menos do evento virtual.

Para falar a verdade, ele até supera as expectativas de quem espera apenas um mero show. “Studio 2054” é uma verdadeira obra de arte. Considerado o evento do ano, é bem claro o quanto Dua Lipa elevou o nível das produções artísticas para um outro patamar.

Com toda certeza, vale a pena não apenas assisti-lo como aproveitar o momento para dançar como se estivesse em uma hipotética “Future Nostalgia World Tour.”

Por que você deveria assistir ao documentário e show de Dua Lipa no Globoplay?

1. O show que bateu recordes e entrou para o Guiness Book

Na semana passada, o livro dos recordes oficializou que Dua Lipa bateu o recorde de evento online por uma artista feminina com maior venda de ingressos de 2020.

Somente com o “Studio 2054”, a artista vendeu 284 mil ingressos em todo o mundo. O show, dividido quatro partes, levou muitos meses para ser planejado e custou mais de US$ 1,5 milhão para ser produzido.

Estima-se também que o evento tenha sido assistido por mais de 5 milhões de pessoas no mundo inteiro, já que também foi exibido gratuitamente na China e na Índia, um total recorde de público para uma transmissão ao vivo.

O nome do show foi uma homenagem à casa noturna Studio 54 de Nova York, fechada em 1980, a qual Dua era fã.

2. O evento do Melhor Álbum Vocal de Pop, segundo o Grammy

Depois de fazer sucesso no mundo inteiro, em março passado, o “Future Nostalgia” recebeu o prêmio de “Melhor Álbum Vocal de Pop” durante os Grammy’s.

Depois de se apresentar no palco da premiação com “Levitating” e “Don’t Start Not”, Dua recebeu seu gramofone e acabou desbancando Justin Bieber, Lady Gaga e Taylor Swift na categoria.

Seu show virtual reflete os grandes esforços para levar o projeto para frente e levar diversão às pessoas que a admiram.

“O ‘Future Nostalgia’ significa o mundo inteiro para mim. Mudou minha vida de divers maneiras, mas uma coisa que eu realmente percebi é o quanto a felicidade é tão importante.

Eu me senti muito cansada ao final do meu último álbum, onde senti que tinha que fazer uma música triste para sentir que importava. Estou muito grata e muito honrada porque a felicidade é algo que todos nós merecemos e precisamos em nossas vidas.”

Dua Lipa em seu discurso de aceitação do prêmio

3. Um disco perfeito abrilhantado por grandes nomes da música

Como se não bastasse o incrível sucesso do álbum e recordes quebrados, Dua Lipa convidou alguns dos maiores artistas do pop para fazer parte do “Studio 2054.”

Depois de anunciar Kylie Minogue como a primeira convidada especial, Dua Lipa revelou outros nomes como: Elton John, a cantora francesa Angele, parceira na canção “Fever”, Bad Bunny, FKA Twigs, J Balvin e Tainy, que colaboraram em “Un Dia” e Miley Cyrus, que divide o palco com o hit “Prisoner”.


Motivos para acompanhar essa obra de arte não faltam! E aí? Já assistiu ao show e ao documentário de Dua Lipa no Globoplay? O que você achou do “Studio 2054”? Quais seus momentos favoritos do evento? Comente conosco pelas nossas redes sociais!


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!