O primeiro single da nova era de Ariana Grande foi lançado na madrugada desta sexta-feira (20) e já conquistou coisas incríveis: o ator Kevin McHale, ex-Glee, se assumiu gay após surtar com o novo lançamento da cantora pelo Twitter.

“Quem também está pirando?”

“No Tears Left To Cry é mais gay que eu, e eu aceito isso. Obrigado, Ariana Grande.”

A música é um hino imprescindível para elevar a autoestima e marca o retorno de Ariana Grande aos estúdios, depois de dois anos sem lançar material inédito. A canção fala, em geral, sobre não possuir mais lágrimas em seu corpo para chorar, e a capa oficial da música mostra isso: um arco-íris, algo que simboliza a falta de chuva, ou seja, as lágrimas.

Os jovens sentiram-se movidos com todo o amor mostrado na composição de Ariana GrandeIlya Salmanzadeh, Max MartinSavan Kotecha. Confira a seguir a letra de “No Tears Left To Cry” traduzida e explorada:

Primeira parte (introdução, verso um e [pré-]refrão um):

“Neste momento, estou em um estado de espírito no qual quero estar o tempo todo. Não há mais lágrimas para chorar, então estou correndo atrás, correndo atrás. Estou amando, estou vivendo, correndo atrás. Estou amando, estou vivendo, estamos nos transformando. Não há mais lágrimas em meu corpo, elas se esgotaram mas eu gostei. Não importa como, o quê, onde e quem tentar isso; estamos aqui curtindo, estamos curtindo. Saindo, mesmo quando está chovendo. Não posso parar agora, não posso parar, então cale sua boca. Cale sua boca, e se você não sabia, agora sabe.”

Ariana Grande mostra, possivelmente, o que sentiu após os acontecimentos em Manchester, em meados de 2017. Quando se passa por um momento tão difícil como esse, eventualmente há uma reviravolta especial e, apesar desse sentimento não durar por muito tempo, é uma esperança à qual agarrar no meio de toda a tristeza experienciada. Pode estar lá por alguns segundos ou pode durar dias. Diz-se que apenas pessoas que já passaram por tragédias e tristezas tão reais quanto essa entendem. Esse “estado de espírito” é poderoso e cheio de esclarecimentos, bastante conhecido por indivíduos que se sentem felizes novamente após tragédias extremas. Ariana mostra nos últimos versos desta parte o desespero pelo sentimento de felicidade e o vício nele.

A estadunidense também criou novos laços com pessoas como Pharell Williams, que parece estar em seu novo álbum, e passou mais tempo com sua família e amigos, possivelmente aumentando sua alegria e bem-estar, o que ela alega na música querer sentir sempre. Grande pode também estar se referenciando à sua música “Greedy”, do álbum “Dangerous Woman”, onde canta: “estive neste estado de espírito, estive neste estado de espírito a noite toda”. 

As lágrimas sempre foram algo bem presente nos trabalhos da também atriz Ariana Grande, desde suas personagens choronas na ficção até suas músicas que falam sobre ter chorado tanto a ponto de ver seu próprio reflexo nas lágrimas. Esse pode ser todo o significado por trás do conceito do novo lançamento: as letras de ponta-cabeça são o reflexo de qual fala em “My Everything” (2014).  A artista teve grandes coisas que a mesma considerava grande parte de sua vida retiradas dela, como seu avô, que faleceu em 2014 quando seu irmão Frankie Grande também estava longe, em uma edição do reality Big Brother. O que se espera da cantora neste momento é que ela se levante e supere, siga em frente e ame quem ela considera enquanto pode.

Segunda parte (verso dois e refrão dois):

“Eles mostram as cores em você, também as vejo e, garoto, eu gosto delas. Eu gosto. Somos muito descolados para participar de todo esse ódio; estamos aqui curtindo, estamos curtindo. Ah, eu só quero que você(s) venha(m) comigo, estamos em outra mentalidade. Não há mais lágrimas para chorar (então não chore).”

No contexto do ano de 2017 para Ariana Grande, estes versos são um “aviso” para os fãs afetados pelas bombas do atentado suicida em seu show: que não se entreguem ao medo e ao ódio. Logo após o bombardeio na arena, Grande postou uma mensagem:

Em resumo, a cantora disse:

“Nunca poderemos entender o motivo pelo qual essas coisas acontecem porque não é de nossa natureza, e é por isso que não devemos recuar. Não iremos desistir ou operar com medo. Não deixaremos isso nos dividir. Não deixaremos o ódio vencer. A única coisa que podemos fazer agora é escolher como deixamos isso nos afetar e como viveremos daqui pra frente.”

A mensagem, tanto na música quanto na postagem, esbanja de positividade e dá ênfase ao amor mesmo no acordar de uma tragédia. Ariana quer que as pessoas se juntem a ela para lutar contra o ódio e também que mostrem simpatia àqueles afetados.

Ariana Grande lançou um videoclipe como mídia visual para a música nova. A cantora também apresentou o material recente na segunda semana do festival Coachella, de surpresa durante o show do DJ Kygo.

Agora a gente só grita: ¡ouᴉɥ ǝnb

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.