Ao que tudo indica, as apresentações internacionais no país vão demorar para voltar. No caso, a pandemia no Brasil não terminou ainda, e as aglomerações continuam suspensas para eventos culturais; e aí entram os shows. Nesse sentido, é provável que até o Lollapalooza 2020 acabe sendo alterado.

A edição do festival, que deveria ter acontecido em abril, só será em dezembro. Até o momento, a assessoria do Lolla não se manifestou se haverá nova alteração. Vale lembrar que o evento compartilhou a nota com a nova data em março.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Lollapalooza Brasil (@lollapaloozabr) em

Dessa forma, o line-up do festival (e o Lolla BR como um todo) continua incerto. Fora do país, outras edições também adiaram suas datas e optaram por versões online, com transmissão para todo o mundo. Esse foi o caso da edição de Chicago, que está passando as apresentações antigas no Youtube.

Contudo, voltando ao cenário brasileiro, não foi só o Lollapalooza que foi barrado pelo Covid-19. Shows de grande porte, nos casos de Taylor Swift e Billie Eilish, por exemplo, estão entre os adiados.

Assim, o que resta ao público é fazer palpipes sobre o que virá a seguir. Como o ano de 2020 está praticamente fora de questão até que tudo volte ao normal, 2021 pode prometer a verdadeira vinda dos artistas de fora.

Nomes que podem vir ao Brasil após a pandemia de Covid-19

Taylor Swift

Taylor adiou não só os shows em solo nacional, com também toda sua tour. Os concertos da artista seriam feitos para promover um de seus discos mais recentes, “Lover”, numa turnê que duraria 2020 todo. As duas performances no país teriam acontecido nos dias 18 e 19 de julho.

Nesse meio tempo, a cantora lançou mais um álbum, “folklore”, e pode retornar com o setlist mais recheado ainda. Mesmo que as novas datas no Brasil ainda não tenham sido anunciadas, Taylor disse que eles acontecerão no ano que vem.

De acordo com a Tickets for Fun, empresa que trará a cantora, os ingressos comprados para o show cancelado estão valendo para o futuro. É provável que Taylor ainda venha.

McFly

Com um projeto novo na bagagem, o McFly acabou adiando os shows que aconteceriam em março, para o segundo semestre. Conforme publicado nas redes sociais da banda, as sete apresentações dos músicos passaram para setembro e outubro de 2020

O retorno do McFly dependerá muito de como estará a situação da pandemia no Brasil. Recentemente, os artistas lançaram o single “Happiness”, o primeiro depois de anos de hiato.

Assim como aconteceu com os shows de Taylor Swift, os ingressos para o McFly continuam valendo para as novas datas dos concertos. Por enquanto, as performances acontecerão entre 24 de setembro e 4 de outubro.

Lady Gaga

O ano de 2021 seria perfeito para Lady Gaga vir com uma turnê. Primeiramente, a diva lançou o álbum “Chromatica” em maio, mas as promoções foram atrapalhadas. Sem ser com lives, a artista não pôde promover o release de maneira apropriada e como merecia.

Por isso, uma tour internacional cairia como uma luva. Vale ressaltar que, no ano que vem, o Brasil terá o Rock In Rio; e é mais uma chance de Gaga voltar ao Brasil depois da pandemia.

Na edição 2017 do festival, a cantora teve de cancelar sua vinda para tratar sua fibromialgia: uma síndrome que causa dores severas pelo corpo. Por isso, uma possível “Chromatica Tour” faria muito sucesso, levando em conta a espera pela volta de Gaga, e um setlist totalmente inédito — a cantora esteve no Brasil apenas em 2012, durante a “Born This Way Ball”.

Dua Lipa

A vinda de Dua Lipa seria recheada de novidades. A artista pisou em solo nacional apenas uma vez, em 2017. Na ocasião, Dua abriu shows da turnê do Coldplay, e fez uma apresentação solo em São Paulo, no Audio Club.

A carreira de Dua teve uma escalada estratosférica desde sua vinda. Hoje, a cantora já é global, com um disco recente aclamado por público e crítica, além de ser Grammy winner.

Se antes era conhecida apenas pelo hit “New Rules”, Dua Lipa pode retornar à vontade com as demais faixas do “Future Nostalgia” na língua do público. Desde que foi divulgado em março, o release anda recebendo muito apoio do mundo pop e milhões de streams.

The Weeknd

Concertos do The Weeknd no Brasil com certeza chamariam bastante atenção. O cantor veio apenas uma vez, numa das edições do Lolla, mas já naquela época seu sucesso era grande.

Desde “Beauty Behind The Madness”, o artista tem apoio do mainstream, e seus discos são bem recebidos. “After Hours”, seu trabalho mais recente, é um bom exemplo disso: o release ultrapassou bilhões de streams nos primeiros dias de lançamento.

Também com um set totalmente novo de músicas, Abel entra para a lista de shows que merecem investimento no país.

BTS

Como atuais sensações do K-Pop, uma outra vinda do BTS não é de se descartar. O show dos cantores no ano passado, que aconteceu no Allianz Parque, foi uma sensação entre os fãs. Os artistas também teriam repertório novo com um disco recente, e seu público brasileiro está consolidado.

Em junho, o BTS realizou um concerto online, mas a demanda por uma apresentação cara-a-cara continua. Atualmente, o grupo está em fase de preparação do comeback, que acontecerá com um single ainda em agosto.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.