in ,

Álec se joga no ‘pop sofrência’ em “ROMANCE”

Apontado em 2020 pela Rolling Stone como ‘um começo brilhante na carreira’, o artista cearense Álec incorpora a sua raiva e frustações de se entregar a um novo amor em “ROMANCE”, lançada nessa quinta-feira (09), nas plataformas digitais. O single abre os caminhos do primeiro EP da carreira.

Expoente do “pop sofrência”, que tem se popularizado cada vez mais no Brasil por nomes como Jão e Duda Beat, a música tem uma precisão de detalhes na produção, que ajudam a construir essa atmosfera imersiva da canção. Ao decorrer da música, quando os questionamentos e incertezas se juntam aos sintetizadores oitentistas e as camadas de voz, o terreno é preparado para o ápice da canção, que explode em um refrão pop e catártico, expurgando assim toda a ansiedade provocada nos versos da música: “Me deixa no meu canto/ Eu sinto tudo insano/ Liberta meu pulso/ Não sei viver romance”. A mistura perfeita de letras reflexivas com beats dançantes, vem das principais referências musicais de Álec, como Lorde, Robyn e Marina Sena

Foto: Luan Martins

Para Álec, a nova música nasceu de um olhar pessimista sobre viver uma relação amorosa. É um desabafo, uma raiva, uma ferida, que influenciou a cantar sobre várias histórias dele, mas que todo mundo pode se enxergar dentro dela. “Se apaixonar pode ser ótimo, mas também pode ser um filme de terror. Às vezes você acorda, vê o sangue nas mãos e não sabe como tudo foi parar ali. Essa música me lembra bastante isso, o momento em que abrimos os olhos depois de um pesadelo, se sentindo perdido e com medo’”, comentou o artista.

Leia mais: #TrackBrazuca: conheça o pop tropical de Clara Valverde e reflexos de nova era

Foto: Luan Martins

“ROMANCE” é o primeiro single da narrativa do seu EP de estreia, que foi gravado inteiramente em Belém do Pará, no renomado estúdio Floresta Sonora. O primeiro registro do artista cearense chega a todas as plataformas digitais ainda no começo do segundo semestre. “Essa era narra a busca desesperada atrás de tornar as nossas vontades, que só florescem na imaginação, uma realidade. Porém, para chegar a esse feito é preciso passar pelos sentimentos mais humanos possíveis, como o amor, ansiedade e insatisfação, por exemplo. “ROMANCE” tem o papel de demonstrar o meu lado vulnerável, representando os meus momentos de dor e angústia. E quem sabe assim, quem ouvir consiga se identificar com essas dores e a partir daí botar pra fora e seguir em frente!”, concluiu Álec.    

Leia também: #TrackBrazuca: conheça Álec, que lançou música inspirada em The Weeknd e Lorde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0