9 discos nacionais lançados durante a quarentena para você ouvir | Tracklist
discos nacionais

A pandemia de Covid-19 impactou o mundo de diversas formas e nos mais variados seguimentos. No âmbito musical, muitos artistas mudaram seus cronogramas de lançamentos e buscaram novas estratégias para divulgar seu trabalho.

Aqui no Brasil, vários desdobraram esse momento e deram um jeito de liberar um som para quem está isolado em casa esperando tudo isso passar. Sendo assim, o Track listou alguns trabalhos lançados durante a quarenta que valem a pena o seu play.

discos nacionais

Histórias da Minha Área – Djonga

Lançado bem no início da pandemia, Histórias da Minha Área é o quarto álbum de estúdio do rapper Djonga após o fim da trilogia composta por seus três primeiros discos: HeresiaO Menino que Queria Ser Deus e LADRÃO. Lançado no dia 13 de março, como os anteriores, o trabalho traz o mineiro falando das suas experiências da forma mais crua possível embaladas por instrumentais cheios de detalhes.

Numanice – Ludmilla

Prometido há um tempo, Ludmilla saiu da sua zona de conforto e se arriscou no pagode no seu mais recente trabalho. Divulgado no dia do aniversário da cantora, 24 de abril, o Numacine traz quatro músicas inéditas compostas pela própria artista, além das regravações de Por do Sol na Praia, parceria com o Silva e Te Amar Demais, hit do cantor Sodré.

Não tem bacanal na quarentena – Baco Exu do Blues

Feito em apenas 3 dias, Não Tem Bacanal Na Quarentena, é o material divulgado por Baco Exu Do Blues durante o período de isolamento social. Composto por 9 faixas, o título faz referência ao seu aguardado terceiro álbum, Bacanal, previsto para o segundo semestre. O material tem beats pesados e letras que vão Cardi B à Jair Bolsonaro.

111 – Pabllo Vittar

Antes sem previsão de lançamento, o terceiro disco de estúdio da drag viu a luz dia durante a quarentena após vazamento na internet. Aposta internacional de Pabllo, o 111 foi dividido em duas partes e traz músicas em inglês, espanhol e português, além de parcerias que vão de Ivete Sangalo à Thalía.

Ritual (Deluxe) – Davi Sabbag

Ritual é o primeiro disco solo de Davi Sabbag após a pausa nos trabalhos da conhecida Banda Uó e foi relançado recentemente com algumas faixas novas. O disco é um pop alternativo com toques de R&B com letras de amor e misticismo cantadas com muita sensualidade.

Mundo novo – Mahmundi

Lançado no dia 29 de maio, Mahmundi nos presentou com o incrível Mundo Novo. Composto por 7 faixas que duram pouco mais de 20 minutos, a cantora passeia por experiências sentimentais de forma detalhista, seguidas pelos mais variados gêneros musicais.

Dolores Dala, o Guardião do Alívio – Rico Dalasam

Depois de liberar Braille no ano passado, Rico Dalasam está de volta com o seu novo EP, Dolores Dala, o Guardião do Alívio. Com 5 faixas produzidas por ele, Mahal Pita e Dinho Souza, Dalaboy canta sobre dor, conforto e descobertas de um relacionamento interracial.

Cine Odeon – Priscila Tossan

Conhecida pela sua participação na sétima temporada do The Voice Brasil em 2018, Priscila Tossan lançou em maio o seu segundo EP de trabalho. Cheio de personalidade e com a voz única de Tossan, Cine Odeon possui 5 faixas, e é o primeiro EP da artista em parceria com a Universal Music.

Ivete Sangalo EP- Ivete Sangalo

Experimentando sempre, Ivete lançou no início de maio um mini EP com duas faixas. Apostando em nomes do momento, “Me Liga”, parceria com Jão, e “Na Janela”, parceria com Vitão, são canções diferentes do repertório da cantora e que não estamos acostumados ver a baiana cantar. Aqui o encontro de gerações vale o play.

Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.