WAP funk

‘WAP’ Funk e 5 músicas de qualidade que o Brasil já exportou

Além da versão funk de ‘WAP’, o Brasil já produziu outros grandes sucessos internacionais. Confira alguns deles.

Por em 17 de março de 2021

Cardi B e Megan The Stallion fizeram a felicidade dos fãs brasileiros com a versão remix funk de WAP, do DJ Pedro Sampaio, no final da performance das duas no Grammy.

Entretanto, a apresentação não agradou a todos e acabou gerando polêmica. O produtor brasileiro Rick Bonadio usou o seu Twitter para mostrar descontentamento com a situação, menosprezando do momento. Segundo ele, o funk não é o tipo de música brasileira que deveria ser exportada.

WAP funk
Foto: Reprodução

“Já exportamos Bossa Nova, já exportamos Samba Rock, Jobim, Ben Jor. Até Roberto Carlos. Mas o barulho que fazem por causa de 15 segundos de funk na apresentação da Cardi B me deixa com vergonha. Precisamos exportar música boa e não esse ‘fica de quatro’”, disse no Twitter.

Muitos artistas, é claro, não deixaram barato para o produtor. Anitta foi a primeira a rebater o comentário negativo de Bonadio.

https://twitter.com/Anitta/status/1371476444333899779

Além de Anitta, outros artistas também mostraram revolta com o comentário de Rick Bonadio. Nomes como Ludmilla, Luísa Sonza, Jão, Valesca e Lucas Silveira usaram as redes para rebater a fala do produtor.

Rick ainda fez uma live no Instagram para defender seu ponto de vista, e continuou com o mesmo discurso.

Uma das características mais marcantes da cultura brasileira é a música. De todos os ritmos e cantores, diversas músicas brasileiras já fizeram sucesso no exterior. Além de sucessos clássicos como ‘Garota de Ipanema’, ‘O Leãozinho’ e ‘Eu Gostava Tanto de Você’, muitas outras já foram exportadas. Confira:

WAP Funk e outras músicas brasileiras que fizeram sucesso no exterior

1. Bum bum Tam Tam – MC Fioti

O hit de MC Fioti se tornou o primeiro videoclipe brasileiro a alcançar 1 bilhão de visualizações no YouTube. O sucesso da música foi gigante, tanto no Brasil, quanto no exterior. Do 1 bilhão de visualizações, 630 milhões foram de pessoas de fora do Brasil.

Prova disso é que a canção chamou a atenção de J Balvin, que quis gravar um remix. Participaram também FutureStefflon Don e Juan Magan, o que impulsionou ainda mais o sucesso mundial de ‘Bum Bum Tam Tam’.

2. Ai Se Eu Te Pego – Michél Teló

O hit de Michel Teló tocou em todos os lugares em 2011 e foi um dos maiores sucessos brasileiros no exterior. ‘Ai Se Eu Te Pego‘ alcançou o topo dos charts de países como Alemanha e França. Até mesmo o jogador de futebol Cristiano Ronaldo fez a coreografia para comemorar uma vitória de quando ainda jogava pelo Real Madrid.

Devido ao sucesso inesperado da música, Teló gravou também uma versão em inglês da música.

3. Balada Boa – Gusttavo Lima

Balada Boa‘ foi mais um sucesso sertanejo internacional. A música emplacou nos charts de diversos países como Holanda, Itália, Bélgica, Suíça e França. Ela chegou ainda a ocupar o Top 10 da lista Latin Pop Song, da Billboard.

Na Holanda, a música ganhou o certificado Double Platinum Award, por mais de 50 mil dowloads no país.

4. Oh Juliana – Mc Niack

A música foi sucesso em 2020, lançada logo após ‘Na Raba Toma Tapão’, também de Niack. A canção passou semanas no topo das mais ouvidas do Spotify Brasil, ultrapassando até mesmo a Anitta.

‘Oh Juliana’ também apareceu na lista Global 200 da Billboard, na posição 132. Mc Niack foi o primeiro brasileiro a entrar na lista.

5. Sua Cara – Anitta e Pabllo Vittar ft. Major Lazer

Quando foi lançado, em 2017, o clipe da música teve a melhor estreia de 2017, com mais de 20 milhões de visualizações em 24 horas. O videoclipe também foi um dos mais rápidos da história a atingir um milhão de likes. Hoje, ele soma mais de 520 visualizações no YouTube.

Um levantamento do jornal O Globo mostrou que mais de 30% das reproduções da música no Spotify são de fora do país. A canção também ganhou uma versão em espanhol gravada na voz de Karol G.

Leia também: Performances do Grammy Awards 2021? Assista a TODAS!


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!