Single Ladies: sucesso de Beyoncé pode empoderar uma nova geração
Como Single Ladies pode empoderar uma nova geração
20 de agosto de 2020 por Larissa Rhouse Santos Silva.

Quando Beyoncé liberou “Single Ladies” em 2008, a crítica especializada disse que a música era fabulosa e que as batidas durariam por semanas. No entanto, a faixa sobreviveu aos anos e está prestes a empoderar uma nova geração, visto que será regravada para o live-action de “Cinderela”.

Relembre abaixo!

Previsto para o primeiro semestre de 2021, o filme contará com a estrela da música Camila Cabello como protagonista. Além de participar do filme, a cantora está atuando diretamente na criação da trilha sonora, que contará com a participação de “vozes femininas poderosas e inspiradoras”.

O impacto de “Single Ladies” nos últimos 12 anos

É quase impossível que alguém nunca tenha ouvido outra pessoa cantar “All the single ladies (all the single ladies)”, bem como o tão popular “Whoa, oh, oh, oh, oh-oh”. Enfim, a canção é mundialmente conhecida devido a sua letra empoderada, ritmo envolvente e coreografia marcante. 

Por isso, não é modéstia dizer que o hit é considerado uma revolução da cultura pop, pois deu uma nova visão para um dos mais influentes gêneros da atualidade.

As principais características do hit

Primeiramente, é essencial dizer que a letra da canção estava muito à frente do que era produzido naquele tempo. Composta por Beyoncé juntamente com Thaddis “Kuk” Harrell, Christopher “Tricky” Stewart e The-Dream, “Single Ladies” retrata uma personagem feminina celebrando o término de um namoro ruim. 

Entretanto, isso não é a única coisa que se destaca na produção. Isso porque o hit fala justamente sobre se libertar de coisas que faziam mal, esquecer o passado e viver um presente mais feliz. Sob o mesmo ponto de vista, “Single Ladies” é sobre empoderamento feminino, visto que cita que mulheres não podem ser compradas com presente e merecem alguém que as ame e as respeite. 

No geral, a faixa é sobre independência, sobre não tolerar que homens digam o que as mulheres devem fazer, vestir ou falar. É sobre aprender a valorizar a si mesmo acima de qualquer relacionamento, pois, como disse Beyoncé, “se você gostava, então deveria ter colocado uma aliança”

As influências visuais de “Single Ladies”

Uma música poderosa precisa de um clipe no estilo produções de Hollywood? É claro que não! Em “Single Ladies”, Beyoncé mostrou que um vídeo simples pode ser tão surpreendente e memorável quanto uma super elaboração. Prova disso é o fato que as cenas renderam a cantora os prêmio de “Vídeo do Ano”, “Melhor Coreografia” e “Melhor Edição”, no VMA de 2009. 

Em suma, o clipe é uma tomada única em preto e branco em que mostra Queen Bey e mais duas bailarinas realizando uma vibrante e envolvente dança. Mesmo parecendo simples, a gravação deu muito trabalho, visto que um passo errado faria com que toda a sequência precisasse ser filmada novamente.

Porém, qual é a inspiração por trás do clipe? Após muitas especulações, a resposta foi finalmente revelada! “Single Ladies” é uma releitura da coreografia da lenda da Broadway Bob Fosse, nomeada de “Mexican Breakfast” (1969). 

Confira:

Independentemente das dificuldades, as cenas foram gravadas em apenas doze horas. Esse fator destaca mais uma das grandes conquistas de Beyoncé, visto que os clipes da atualidade são repletos de cortes para esconder erros. Enquanto isso, “Single Ladies” é contínuo, mostrando a beleza da simplicidade. 

Missy Elliott: A escolhida para regravar “Single Ladies”

Apesar de “Single Ladies” ter revolucionado a cultura pop, a faixa não será regravada por uma artista do gênero. Em outras palavras, o hit será totalmente repaginado e, claro, nada como chamar a “primeira-dama da inovação do hip-hop” para isso! 

Sim, estamos falando da lendária Missy Elliott, a primeira MC a ser incluída no Hall da Fama dos Compositores. No filme, a estrela estadunidense irá interpretar uma informante da realeza, responsável por realizar os anúncios no vale. 

Definitivamente, a escolha não foi atoa! Missy Elliott é popularmente conhecida por proclamar durante a década de 90’ duras críticas sobre os padrões estéticos, mostrando a importância da união feminina, liberdade de expressão e auto confiança. 

Ao todo, a rapper soma mais de 20 anos de carreira, abrindo sempre novos caminhos para uma sociedade mais justa e igualitária. Graças a isso, Missy foi homenageada no último ano com o Video Vanguard Award, do VMA. Segundo Bruce Gillmer, um dos diretores da MTV Internacional, “o impacto de Missy no mundo da música é permanente. Sua visão criativa por meio da produção, performance e composição é incomparável”.

Sendo assim, a escolha da rapper para regravar “Single Ladies” é um jeito de dar ainda mais credibilidade para a nova abordagem de “Cinderela”. “Eles querem fazer dela uma figura inspiradora para jovens garotas que irão assistir ao filme, mostrando que elas podem ser fortes e independentes”, comentou uma fonte ao The Sun.

“Cinderela”: Renovação e empoderamento 

“Cinderela” é um dos contos mais populares e antigos de todos os tempos, sendo que sua origem causa discórdia até os dias de hoje. Nesse ínterim, é válido citar que a nova produção irá seguir o contexto da jovem órfã com duas irmãs postiças e uma madrasta má. 

Porém, uma produção em que terá “Single Ladies” como trilha sonora, uma princesa latina e uma fada sem gênero não poderia se limitar a isso. Desse modo, a nova versão do live-action vai ir muito além da mocinha sendo salva pelo príncipe encantado. 

Segundo Billy Porter, ator que viverá a fada no conto, o filme é um “clássico para uma nova geração”. Além disso, o ator acrescenta que acha que as crianças estão prontas para ver a realidade do mundo e que são os adultos que tentam desacelerar as coisas.

De acordo com a imprensa britânica, mais precisamente segundo os jornais The Sun e Daily Mail, o remake ganhou uma narrativa feminista, seguindo a evolução da sociedade. Assim, a jovem maltratada dará lugar a uma figura muito mais poderosa e inspiradora, a fim de mostrar histórias reais e não se limitar a algo fantasioso. 

Então, ansiosos para ouvir “Single Ladies” na voz de Missy Elliott e ver Camila Cabello como Cinderela?

Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.