Selena Gomez rare

Por que ‘Rare’ é um marco na carreira de Selena Gomez?

O mais recente álbum de Selena Gomez, Rare termina o ano de seu lançamento acumulando mais de 1,5 […]

Por em 14 de dezembro de 2020

O mais recente álbum de Selena Gomez, Rare termina o ano de seu lançamento acumulando mais de 1,5 bilhão de streams no Spotify.

Desde o lançamento do álbum Revival, em 2015, a cantora não tinha lançamentos novos. Selena voltou em janeiro de 2020 entregando seu terceiro e melhor álbum de estúdio até agora. 

Rare recebeu um retorno positivo da crítica especializada e é considerado o melhor trabalho da popstar. A revista Entertainment Weekly descreveu o álbum como “uma dançante lição de amor próprio e aceitação”. Para Variety, “é um dos melhores discos pop lançados na história recente da música”.

Selena Gomez rare
Foto: Reprodução

Em sua estreia, o álbum alcançou a primeira posição na Billboard Hot 200, além de ter atingido a marca de 1 bilhão de streams no Spotify com apenas três meses de lançamento. 

Rare ganhou uma versão Deluxe em abril, contendo três faixas inéditas: BoyfriendShe e Souvenier. Todas elas ganharam lyric videos, além de um videoclipe para Boyfriend

Leia também: Selena Gomez, saúde mental e os juízes da vida alheia

A sinceridade presente no Rare

A produção do álbum aconteceu durante anos difíceis e turbulentos da vida de Selena. Em 2015, a cantora anunciou ser portadora de Lúpus, doença autoimune. Desde então, ela precisou lutar muitas vezes para se manter ativa e saudável. 

Em 2016, Selena tomou a decisão de se afastar dos holofotes para cuidar de sua saúde mental. Depressão e síndrome do pânico são sintomas comuns do Lúpus, e para tratar da doença, a popstar precisou cancelar 34 shows da Revival Tour

“Eu decidi manter a minha felicidade e saúde em dia, então eu acho que a melhor maneira de fazer isso é dar um tempo na carreira”, desabafou em entrevista a People. 

Em 2017, Selena chocou os fãs ao anunciar que precisou ser submetida a um transplante de rim em decorrência da doença. 

Foto: Reprodução/Instagram

No Rare, temas como ansiedade, sofrimento e saúde mental foram bastante explorados, refletindo os momentos que antecederam o lançamento do trabalho. 

Em faixas como Lose You To Love MeVulnerable Cut you off Selena aborda seus relacionamentos conturbados e as vezes até tóxicos. “Como pude confundir aquela merda com amor?”, ela se questiona em Cut you off

Let me get me, por sua vez, passa uma mensagem de aceitação e auto cuidado. “Sem auto sabotagem, sem ser controlada pelos meus pensamentos”, ela canta. 

Rare Beauty

O álbum também dá nome a nova linha de maquiagem da cantora, Rare Beauty

A Rare Beauty foi pensada para ser inclusiva para todos, desde a paleta de cores, até o design das embalagens. Selena quis fazer uma linha que facilitasse o uso para pessoas que, assim como ela tem Lúpus, ou outras doenças como artrite e artrose. 

O objetivo da marca é fazer com que as pessoas que a utilizem possam abraçar sua beleza interior e se sentir confortáveis no próprio corpo. 

“Eu sei que sou especial, e eu aposto que tem alguém lá fora para dizer que eu sou rara, para fazer eu me sentir rara.” A letra do single Rare reflete claramente o objetivo da marca.

“Eu quero que a gente pare de se comparar com os outros para aceitar que somos únicos. […] Rare Beauty não é sobre como os outros te vêm. É sobre como você se vê.”, disse Selena ao divulgar a linha de maquiagem em seu Instagram

Selena também criou o Rare Impact Fund, que tem objetivo de arrecadar 100 milhões de dólares para serviços de saúde mental de pessoas carentes. Para ajudar no arrecadação, 1% das vendas da Rare Beauty irão diretamente para o Rare Impact Fund. 

Um rainha talentosa e preocupada com causas sociais!

Qual a sua música favorita do Rare? Conta pra gente no Twitter!


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!