in ,

Conheça Schutz Band, aposta da música que lança single “Perigosa”

Banda tem como padrinhos Papatinho e Giovanni Bianco

Giovanni Bianco

O público brasileiro está prestes a ver de perto o surgimento de uma girlband inovadora. Schutz Band, formada por Maria, Mitra, Yves e Jackie, está com um single no forno para ser lançado nesta sexta-feira (8). A nova aposta do cenário musical tem uma proposta inovadora, com uma marca de vestuário, cores intensas e integrantes talentosas.

Schutz Band lança primeiro single nesta sexta-feira (8); saiba mais

Tendo como padrinhos Papatinho, que tem trabalhos com Jojo Todynho, Anitta, MC Carol e Orochi, e o diretor criativo Giovanni Bianco, responsável pelo projeto, que já trabalhou com nomes como Madonna, Anitta, Marisa Monte e Ivete Sangalo, a banda surgiu há pouco tempo e ainda trabalha nos primeiros passos. 

Leia também: Imagine Dragons anuncia álbum duplo e lança clipe do single “Bones”

Unindo a relação com a arte que acompanha Mitra, Yves, Jackie e Maria, as integrantes da banda, que são de estados diferentes, cada uma foi convocada de surpresa. “A proposta veio através da curadoria do Giovanni. Foi uma surpresa naquele momento. A gente foi conversando com a intermediadora, não teve muito mistério. Eu nem sei como fizeram a seleção, sei que chegaram até mim e estamos aí”, conta Yves, que mesmo tentando seguir uma carreira e fazendo testes para grandes audições como o “The Voice” e “The X Factor”, revelou que demorou um tempo para ganhar confiança e encarar a carreira artística.

Foto: Fernando Tomaz

Carreira das meninas

“Eu comecei como DJ. Há um tempo atrás DJ Gorky entrou em contato comigo querendo formar uma banda e começamos a trabalhar juntos”, explica Mitra. “Era difícil ir para São Paulo trabalhar com eles, eu era muito nova e não tinha grana, mas continuei com a vontade de trabalhar com música. Depois eu comecei a carreira de DJ com a minha irmã, que continua crescendo, e em paralelo fui trabalhando na minha carreira solo como cantora. Esse ano o Papatinho me indicou [para integrar a Schutz]”, completa a carioca.

Maria, que saiu do interior de São Paulo para estudar arte na capital, sempre teve uma forte ligação com o circo. “Vim trabalhar como modelo e tenho muitos amigos na música, eles falavam que eu tinha talento. Para entrar para a Schutz Band, enviei uns vídeos caseiros, estava no meio da rua e não sabia muito como ia ser. Está sendo incrível”, conta.

Foto: Fernando Tomaz

Jackie, que não estava no Brasil no momento em que Papatinho entrou em contato, explica que “ninguém sabia muito o que esperar”. “A gente foi se conhecer no dia da primeira gravação”, explica. “Papato me escreveu falando que precisava de uma música para uma banda, e aí ele foi me explicando”, conta a integrante que gosta de compor. “Um dia antes da gravação que a gente decidiu entrar na banda. Está sendo uma experiência que ninguém sabe o que esperar”, disse Jackie, que conheceu Papatinho durante uma passagem pelo Brasil.

“Perigosa”, o primeiro single, comandado por Papatinho, será lançado nesta sexta-feira(8). A música, que também terá um clipe, será um pop funk com batida eletrônica. Entre gravações, voos e ensaios, as integrantes foram se conhecendo e dando vida ao projeto, mas não revelaram quase nada do que está por vir.

“Foi uma equipe grande por trás. Foi algo que a equipe toda estava pensando, colocando toda a energia e coração no projeto. Sentimos esse foco deles em querer fazer dar certo, em fazer algo lindo e inovador no mercado e divertido”, adianta Maria.

Para completar a banda e sua identidade visual, o vestuário foi algo implementado com cuidado e trabalho em equipe. Além da música, a Schutz está com o desafio com a marca de vestuário, que carrega o mesmo nome da banda. Com o incentivo da famosa e antenada marca de sapatos, a Schutz vai ganhar um empurrãozinho a mais. “Eles procuraram a gente para saber qual era o nosso estilo, mandar referência do que usamos no dia a dia, o que nos sentimos bem. Foi algo muito trabalhado. A gente se sente super empoderada!”, conta Yves.

Após o lançamento do single, a banda conta suas expectativas sobre o futuro e o trabalho em equipe com o desafio que está acontecendo em suas carreiras. Elas pretendem conciliar o trabalho em equipe com a Schutz e a carreira solo, enquanto pensam no futuro e em tudo o que pode acontecer. “Tem pessoas que não são tão conhecidas ainda, mas eu vejo um potencial extremo. É nelas que me inspiro, querendo estar naquele lugar trabalhando com pessoas, produtores incríveis, vivendo da minha música, mudando a vida da minha família e dos meus amigos”, completa Yves.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0