“Montero”, de Lil Nas X, e 3 outros clipes acusados de plágio

Grandes sucessos trazem grandes responsabilidades. Após muita aclamação, o clipe de “Montero” foi acusado de plágio por Andrew Thomas Huang, diretor de “Cellophane”, de FKA Twigs.

Por em 31 de março de 2021

Na última sexta-feira, 26, a voz de “Old Town Road” lançou a música e o clipe de “Montero (Call Me By Your Name)”. A nova faixa foi bastante elogiada, mas Lil Nas X foi acusado de plágio pelo fotógrafo e diretor Andrew Thomas Huang. Segundo ele, o clipe da canção se assemelha com o de “Cellophane”, de FKA Twigs.

Segundo o diretor Andrew Thomas Huang, há diversas similaridades entre os dois videoclipes.

Com referências bíblicas e da mitologia grega, em “Montero”, Lil Nas X aparece indo para o céu, onde um anjo o aguarda. Mais à frente, ele cai de onde está, girando e dançando em um poste de pole-dance, parando no inferno.

Já o clipe de “Cellophane” começa com um um solo de pole-dance. A dançarina também cai girando e dançando em um outro lugar.

Andrew Thomas Huang, que dirigiu o videoclipe de “Cellophane”, levou a discussão para os stories de seu Instagram. Lá, ele comparou os clipes lado a lado, deixando claras as semelhanças estéticas e visuais.

“Já fui copiado antes”, escreveu ele, “mas isso parece diferente”. Huang também disse que Lil Nas X o contatou no final de 2020 antes de produzir o clipe de “Montero”. Além disso, Lil Nas contratou Kelly Yvonne, mesma coreógrafa de “Cellophane”.

“Leve em conta o poder que você exerce e os artistas que você prejudica quando capitaliza nosso sangue, lágrimas de suor e trabalho emocional”, escreveu Huang.

O posicionamento de Lil Nas X

Na última terça-feira, 30, Lil Nas X finalmente se posicionou sobre os ataques de plágio em uma publicação no Instagram.

De acordo com o cantor, ele não sabia que sua equipe tinha usado o clipe de FKA Twigs como inspiração para “MONTERO”. Na legenda da publicação, Lil Nas disse ainda que a cantora telefonou para falar sobre as semelhanças entre os clipes.

A imagem apresenta o cantor Lil Nas X, que foi acusado de plágio, no clipe de "Montero (Call Me By Your Name)". Lil Nas aparece numa espécie de inferno e pode ser visto da cabeça até a cabeça com um par de asas vermelho e preto. Seus olhos brilham na cor vermelha e o cantor está com as mãos segurando um par de chifres pretos.
Foto: Reprodução/YouTube

Ele aproveitou o espaço para enaltecer o trabalho de Twigs e o de Andrew, escrevendo: “Quero demonstrar amor a FKA Twigs e Andrew Thomas Huang! O clipe de ‘Cellophane’ é uma obra-prima.”

“Eu não estava ciente que ele serviria como grandiosa inspiração para os que trabalharam nos efeitos de meu clipe”

Lil Nas X em seu Instagram sobre os ataques de plágio

“Eu quero agradecer a Twigs por me ligar e me informar das semelhanças entre os dois clipes […] Eu estava apenas animado para lançar o vídeo”, afirmou Lil Nas X. “Entendo o quão duro você trabalhou para trazer esse clipe à vida. Você merece muito mais reconhecimento e amor”, finalizou.

Leia também: Depois de “Old Town Road”, quais os próximos passos de Lil Nas X?

Confira outros 3 clipes que também foram acusados de plágio

1. “Prisoner” – Miley Cyrus (feat. Dua Lipa)

No fim do ano passado, Miley Cyrus e Dua Lipa lançaram a bem-sucedida parceria “Prisoner”. O videoclipe da faixa veio com muito sangue, cenas quentes e polêmicas.

Dirigido por Miley e Alana O’Herlih, o vídeo de “Prisoner” foi acusado de plágio pelos fãs de uma banda inglesa. Eles apontaram semelhanças entre o o clipe das cantoras pop e algumas cenas de “So When You Gonna…”, da banda Dream Wife.

Os fãs de Dua e Miley rebateram as acusações, lembrando que ambos os vídeos poderiam ter inspirações no musical “Little Shop of Horror”.

Em um momento da peça, o dentista, vilão da história, pode ser visto por dentro da boca, trecho que até a Dream Wife afirmou ter sido plagiada por Miley.

“O novo vídeo de Miley é parecido [com “So When You Gonna…”], embora aqueles dentes brancos como pérolas precisem de um pouco de sujeira”, comentou um integrante da banda.

2. “Tócame” – Anitta (feat. Arcangel & De La Ghetto)

A mais recente acusação de plágio de Anitta aconteceu no ano passado, com o clipe de “Tócame”. A parceria com Arcangel e De La Ghetto foi lançada ainda no início da pandemia e possui imagens aéreas de São Paulo, com cenas dos cantores projetadas em prédios da cidade.

Alguns fãs da banda VIPER, contudo, disseram que o videoclipe era plágio do single “The Spreading Soul Forever”. Lançado um mês antes de “Tócame”, o grupo lançou o projeto visual em homenagem ao cantor André Matos, que havia morrido há exatamente um ano.

Giovanni Bianco, diretor do clipe de “Tócame”, afirmou que “toda a inspiração para o vídeo foi a própria Anitta.” Segundo ele, “o lugar do voyer, de assistir tudo que o outro está fazendo dentro de casa, também foi ponto de partida para o vídeo.”

“Usamos drones para recriar essa sensação de estar assistindo vida da Anitta. Não tivemos contato durante a gravação para respeitar as medidas de segurança. A vida da Anitta e a de todos nós – que estamos vivendo, sem vida social, dentro de casa – foi o que deu a ideia do vídeo”, concluiu.

3. “Cinnamon” – Hayley Williams

Despontando com sua carreira solo, Hayley Williams lançou o EP “Petals For Armor I” no início de 2020. Ao ser lançado, o trabalho da cantora já tinha alguns videoclipes: “Simmer”, “Leave It” e “Cinnamon”.

Contudo, a cantora sueca Jonna Lee, também conhecida como ionnalee, acusou a vocalista da Paramore de plágio. Diversos fãs separaram trechos de clipes das cantoras e apontaram semelhanças entre os trabalhos.

Até a artista sueca se posicionou em suas redes sociais. “Plágio nunca é agradável. Use seu próprio cérebro e seu próprio corpo”, escreveu. Apesar de não ter citado de Hayley Williams, todos entenderam a mensagem.

Hayley Williams quebra o silêncio sobre polêmica

Hayley rapidamente se posicionou por meio de suas redes sociais. A vocalista do Paramore disse que embora Lee seja incrivelmente talentosa, não sabia quem ela era até aquele momento.

“Hoje cedo, acho que uma artista me acusou de plagiar seu trabalho. Fiquei muito chocada com essa acusação”, afirmou. “Ainda mais porque não sabia quem era ela. Isso não é desprezo para este artista, porque agora que a conheço, vi que ela é brilhante”, continuou a cantora.

Plágio, inspiração ou nenhum dos dois? Hayley Williams afirmou que não conhecia a cantora sueca até a polêmica vir à tona.

“Isso acontece em muito em espaços criativos. Somos todos humanos, alimentando-nos de emoções humanas cruas e colocando-as em nossos trabalhos criativos. Já vi isso acontecer inúmeras vezes com o Paramore”, disse Hayley.

“Estou orgulhosa de minhas influências e posso dizer com 100% de confiança que não sabia que essa artista existia até hoje. Ela definitivamente não foi uma das minhas inspirações, nem uma das minhas influências, para este projeto ou para qualquer coisa que já fiz musicalmente em minha carreira.”

Hayley Williams sobre as acusações de plágio da cantora sueca Jonna Lee

O que você achou dessas polêmicas? Acredita que Lil Nas X foi acusado injustamente de plágio? Quais outros casos como estes não mencionamos? Comente conosco abaixo ou em nossas redes sociais.


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!