“Coringa”: Em dia de lançamento, Jão fala sobre nova música, BBB e mais

Em coletiva de imprensa, Jão comentou sobre sua nova música, próximo álbum, rumores sobre o BBB 21 e mais. Confira os destaques nesse post!

Por em 25 de fevereiro de 2021

Depois de mais de um mês longe dos holofotes, o dono de “Imaturo” finalmente apareceu. Na quarta-feira, 24, dia do lançamento de seu novo single, “Coringa”, Jão reuniu diversos jornalistas em uma coletiva de imprensa e conversou mais sobre o futuro de sua carreira, sua música nova, o suposto convite para BBB e muito mais. Confira!

Em uma imagem promocional de seu novo single "Coringa", Jão aparece vestido com um terno e uma gravata borboleta, virado para a direita e com a cabeça erguida enquanto cospe água para o mesmo lado.
Foto: Divulgação

Em um primeiro momento, ele afirmou que está “muito feliz” por retornar às redes sociais com um bom trabalho depois de um período ausente da vida virtual. “Eu estou bem animado. É um trabalho que eu gosto muito e estou confortável em lançá-lo”, disse Jão.

Como outros artistas, ele também foi afetado pela pandemia de COVID-19. Durante a coletiva, o cantor abriu o coração e comentou sobre o impacto disso em sua vida e na sonoridade de seu álbum: “No começo da quarentena eu surtei.”

“Eu gosto de criar coisas e tirar leite de pedra do tipo: encontrar um sentimento em mim e, a partir disso, criar uma história, um universo. […] Então foi bem complicado. Em um momento eu falei: ‘Nunca mais vou conseguir escrever nada na minha vida’ […] Eu vinha de muitos compromissos, e não tinha muito tempo para sentar e me dedicar a esse projeto que quero lançar há muito tempo. Então foi muito importante abrir a cabeça e me dedicar a isso.”

Jão sobre o impacto da pandemia em suas produções

Saiba mais sobre o novo lançamento do Jão

Lançada na quarta-feira, 24, “Coringa” apresenta uma sonoridade bem diferente do que os fãs estavam acostumados a ouvir de Jão.

A música surpreendeu positivamente a todos e na noite do lançamento o assunto “CORINGA” rapidamente se tornou o mais comentado do país, alcançando a liderança dos Trending Topics por mais de quatro horas.

Na quinta-feira, 25, Jão presenteou os fãs com o vídeo oficial da canção e a reação do público foi ainda mais positiva.

O clipe conta com os mesmos protagonistas de “Imaturo” em uma nova aventura de suas vidas. Os fãs elogiaram bastante a fotografia, a dinâmica e as cenas com efeitos especiais. Alguns chamaram até de “clipe da carreira”.

“Que clipe perfeito, eu tô arrepiada, de queixo caído, precisando de oxigênio”, escreveu um fã no Twitter. “Meu Deus, que clipe perfeito Jão. Eu tô passando mal”, tuitou outro admirador do cantor.

“Coringa”, uma música sobre um amor desapegado

Para Jão, “Coringa” chega na melhor fase de sua vida. Segundo o cantor, “o que está acontecendo agora é um sentimento de liberdade“. Eu ‘tô’ me sentindo bem comigo, o que não acontece há um algum tempo.”

Falando mais sobre sua nova música, Jão disse que a música tem inspiração da carta do baralho, que “serve para qualquer momento”. Além disso, ele afirmou que a canção é “sobre um amor desapegado, livre, tranquilo, bandido“.

Quando perguntado sobre as principais influências da sua sonoridade, o cantor disse ser fã da era pop dos anos 2000. Jão foi bem sincero ao dizer que não gostou da primeira versão de “Coringa”, enviada pelo produtor Zebu, seu parceiro de longa data.

“‘Coringa’, quando eu produzi, tinha uma pegada mais latina e ele (Zebu) sugeriu de ter esse arpejo e referências dos anos 2000. Quando ele me mandou eu odiei e eu fiquei: ‘Puts, é… cara… não ficou bom. Tá ruim isso aí. Vamos partir pra outra coisa.’ E aí passaram duas semanas, fiquei ouvindo ela e às três da madrugada eu mandei um áudio: ‘Paul, Zebu… é essa. Parem os trabalhos. É essa aqui que a gente vai.”

Jão sobre o processo de produção de “Coringa”

Leia também: Entrevista: Jão fala sobre o ano de 2019, Anti-herói e nova turnê

O videoclipe da canção

Como já visto pelos fãs, o clipe de “Coringa” mistura cenas de ação, mistério e um certo suspense entre os personagens. Perguntado sobre a relação entre os três protagonistas, Jão disse: “Eles têm um lance. O nome certinho eu vou perguntar para eles no WhatsApp hoje.”

Com relação às gravações do videoclipe, o cantor compartilhou uma curiosidade dos bastidores: “Estávamos gravando no Rio de Janeiro e tínhamos umas estradas bloqueadas para gravar algumas cenas. Só que era um término de feriado, ou o começo de um, e as pessoas não se atentaram a isso.”

Foto: Divulgação

“Começou a chover gente em todos os lugares e uma hora eu fiquei travado. Na minha frente parou uma menina que era minha fã. E eu queria esconder o clipe, fazer a surpresa para quando eu lançasse. Fiz um combinado com ela. Falei: ‘Olha, a gente tira foto, te conto vários detalhes do clipe, o nome da música, mas divulga isso só quando sair.'”, disse Jão.

Algumas escolhas cênicas foram repensadas, como dividiu Jão: “Ia ter também uma cena onde os personagens iam segurar uma metralhadora no túnel e os policiais do Rio (de Janeiro) não deixaram a gente (usar). Advertiram a gente que não era tão legal, poderia ser um pouco perigoso. E a gente tirou, o que foi uma ótima decisão.”

As concessões de sua carreira

Entre os discos “Lobos” e “Anti-herói”, Jão lançou um single controverso. “Louquinho” era uma música que claramente destoava de toda a sonoridade do primeiro disco. Hoje, Jão se sente mais confortável para falar sobre essa concessão, como ele mesmo chama.

“Eu não faço mais concessões. Eu fiz uma vez uma concessão no meu trabalho, de tentar fazer algo que eu achava que as pessoas esperavam de mim, que o mercado esperava de mim e não me senti confortável, não me senti feliz, não me senti realizado e hoje eu fiz as pazes com esse trabalho”, afirmou Jão sobre “Louquinho”.

Explicando mais a fundo sobre a questão dessa música, o cantor disse: “”No Brasil, talvez, a gente tenha um pouco de dificuldade de separar porque uma coisa é pop, porque uma coisa é acessível de ela ser de qualidade ou de ser uma concessão”.

“Taylor Swift ganhou Álbum do Ano duas vezes com um puta trabalho radiofônico, comercial, pop e eu sempre me senti acolhido. A minha narrativa é pop, sempre foi. Sempre gostei de fazer. E eu acho que meus álbuns são como fotografias de como eu estou me sentindo e como eu quero me expressar”.

Jão finalizando sua explicação sobre as “concessões” da carreira

O que esperar de seu próximo álbum?

Sempre que alguém da indústria da música finaliza uma era e engata a próxima, fica o questionamento: o que esperar do próximo trabalho? Jão prometeu aos fãs que seu próximo disco terá músicas “para dançar, para beijar na boca, para chorar, para tudo”.

Questionado sobre sua maturidade musical, o cantor disse esperar que seu novo disco seja o “melhor trabalho até agora e que o próximo trabalho seja melhor que esse”, mostrando que busca sempre evoluir sua sonoridade.

Marca registrada do cantor, as músicas tristes e melancólicas fazem parte de seus dois primeiros álbuns. Em razão da diferente sonoridade de “Coringa”, Jão não descartou de vermos o que já conhecemos dele: “‘Coringa’ é pessoal, mas é mais visível […], mas as coisas mais profundas vão existir, como sempre existem.”

Em uma imagem promocional de seu novo single "Coringa", Jão aparece vestido com um terno e uma gravata borboleta, levemente virado para a direita e com a cabeça erguida enquanto olha para a frente.
Foto: Divulgação

Quando perguntado se os fãs poderiam esperar o álbum nas próximas semanas, Jão apenas falou que ‘”Coringa’ é um feto” e continuou: “Agora eu estou grávido dele (do álbum) e uma hora eu vou parir ele, mas vai demorar um pouco.”

E os fãs podem esperar colaborações, sim! Sobre os tão solicitados feats, Jão afirmou: “Existem duas pessoas que eu quero chamar para o disco, que a gente ‘tá’ conversando.” Vamos aguardar ansiosamente!

A conexão do videoclipe com “Imaturo”

Na segunda-feira, momentos depois de Jão lançar o teaser do clipe, a internet foi à loucura com a possível continuação da história que começou em 2018 com “Imaturo”.

Foto: Divulgação

Em resposta ao Portal Tracklist sobre a conexão dos dois videoclipes, Jão afirmou:

“Era uma vontade minha. […] Acho incrível quando os cantores criam universos, narrativas e é muito legal ver como essa temática dos personagens era em 2018, quando eu estava cantando ‘Imaturo’, e como eles se comportam agora. Então é uma vontade de expandir esse universo para mais clipes, mais músicas e para o disco todo. Eu sou fixado em criar esse tipo de narrativa, esse tipo de universos.”

Jão em resposta ao Portal Tracklist sobre a conexão entre “Imaturo” e “Coringa”

Mas qual a principal diferença entre os dois videoclipes? Jão também respondeu a essa pergunta. Deixou claro que continua fazendo tudo do “mesmo jeito, com as mesmas pessoas, a mesma equipe”, mas conta rindo: “Agora a gente tem dinheiro para gastar nos clipes”

Relembrando a experiência de gravar o clipe de “Imaturo”, Jão disse: “Foi uma experiência bem louca porque era a primeira vez do Pedro (Tofani) dirigindo, do Renan (Augusto) produzindo”.

“Era a primeira vez de todo mundo que estava no set. Era a (minha) primeira vez fazendo um clipe. Então foi bem louco porque a gente aprendeu na raça. Em ‘Imaturo’ a gente não tinha camarim, comida… Então acho que o dinheiro foi a maior diferença das coisas”, finalizou.

Rumores sobre sua participação no BBB 21

No início do mês de janeiro, Jão foi um dos diversos nomes cotados para participar da 21ª edição do Big Brother Brasil (Rede Globo), que mais uma vez reuniu anônimos e famosos para competir pelo grande prêmio de R$ 1,5 milhão.

Contudo, no dia da revelação dos participantes, Jão não foi visto na lista oficial, o que aguçou ainda mais a curiosidade dos fãs. O cantor estava sumido das redes sociais desde o dia 30 de dezembro de 2020, que escreveu na última publicação do ano: “Quando voltar terei boas notícias”.

Durante a coletiva de imprensa, Jão esclareceu todos os mal-entendidos quanto a sua suposta participação: “Foi muito louco. Eu estava em uma aula de espanhol e meu celular começou a transbordar de pessoas da minha cidade, amigos.”

“Quando eu quis sair das redes sociais foi porque eu realmente não tinha nada a dizer e eu não gosto de ficar enrolando. Então, eu precisava terminar meus trabalhos, era um projeto muito grande que precisava totalmente da minha dedicação. Não lembrava que o Big Brother estava para anunciar as pessoas”, afirmou o cantor.

Para ler a declaração completa de Jão sobre o BBB, acesse nossa publicação no Instagram.


O que você achou da canção? Concorda que “Coringa” é uma das melhores músicas do Jão? O que você espera do próximo álbum do cantor? Não deixe de comentar conosco em nossas redes sociais!


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!