Freya Ridings faz cover de “ME!” e ganha aprovação de Taylor Swift

Parece que a cantora inglesa Freya Ridings ganhou uma nova fã. E é ninguém menos do […]

Por em 17 de julho de 2019

Parece que a cantora inglesa Freya Ridings ganhou uma nova fã. E é ninguém menos do que Taylor Swift! Isso porque Taylor deu um grande destaque para ela em seus Stories, postado nesta terça-feira (16/07).

Nele, a cantora parabenizou Freya pelo seu cover da música “ME!“. “Parabéns @freyaridings!! Esse cover é incrível! Agradecimentos também aos maravilhosos músicos/vocalistas. Isso fez o meu dia”, escreveu ela no Instagram. Veja:

O cover em questão, foi feito pela novata Freya Ridings. Ela fez uma aparição no Live Lounge da BBC Radio 1’s e apresentou uma interpretação mais melancólica da canção “ME!. Confira a seguir:

Quem chegou até o vídeo por causa da Taylor foi só elogios para essa versão. Nos comentários, um fã escreveu: “Eu gostei um pouco do original, não é o meu favorito de Taylor, mas eu realmente gostei desse cover, soa muito terno e doce”.

“Esta versão me faz querer chorar, mas de um jeito bom. Essas letras são tão suaves e lindas, mas é fácil perder a profundidade delas na versão de Taylor e Brendon por causa da diversão e da batida da dança. A linda voz e emoção de Freya realmente mostra as letras e me faz sentir todo tipo de emoção. Isso é simplesmente impressionante”, escreveu outro.

Freya Ridings

Freya Ridings é uma cantora inglesa de 25 anos, nascida na cidade de Londres. A sua estreia veio com a canção “Blackout“, em 2017. Mas foi com a música “Lost Without You” que ela ganhou mais notoriedade, tendo alcançado a nona posição no UK Singles Chart.

O seu mais recente lançamento foi em julho, com a canção “Castles“. A faixa estará incluída no seu primeiro álbum de estúdio, disponível em todas as plataformas digitais ainda este ano, no dia 19 de julho.

Em entrevista para a agência de notícia britânica Reuters, a cantora revela um pouco mais das suas inspirações para a criação deste álbum.

“O tema universal deste álbum, especificamente porque foi escrito durante um longo período de tempo, é na verdade solidão. Eu sei que parece um pouco triste. Mas eu sinto que crescendo, eu estava tão isolada que este era o único momento que eu poderia ser eu mesma. Eu apenas ia ao piano na hora do almoço e contava o tipo de histórias que você diria para um amigo ao piano”.


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!