taylor evermore easter eggs

“evermore”: 5 easter eggs deixados por Taylor Swift no álbum

Como de costume, Taylor Swift recheou “evermore” de referências e, nesse post, explicamos alguns deles.

Por em 1 de fevereiro de 2021

Chegamos em fevereiro de 2021, mas ainda não conseguimos esquecer o ano de 2020. Depois de surpreender seus fãs com dois álbuns incríveis e conectados, diferente de tudo que já havia produzido, Taylor Swift deixou alguns easter eggs nas músicas de seu último álbum “evermore”. Nesse post, listamos 5 deles.

taylor evermore easter eggs
Foto: Divulgação

No fim do ano passado, Swift escreveu em suas redes sociais: “Não tenho ideia do que virá a seguir. Não tenho ideia de muitas coisas hoje em dia, então me agarrei a uma coisa que me mantém conectado a todos vocês. Essa coisa sempre foi e sempre será música. E que continue, para sempre.”

Como sempre fez, Taylor Swift encheu “evermore” referências, histórias e easter eggs. Há dicas sobre sua vida e sobre os personagens que ela criou em “folklore”.

Leia também: Novos vídeos? Novos singles? O que esperar das regravações de Taylor Swift?

5 easter eggs deixados por Taylor Swift em “evermore”

1) A canção “willow” já havia sido (discretamente) anunciada

Muito antes de lançar seu álbum, Taylor estava dando dicas sobre essa faixa e nós nem percebemos. As pistas foram deixadas em um post no Instagram e em um tweet de 4 de dezembro.

A palavra “willow” significa “salgueiro” em português. E o que estava em um dos quadros na foto de Taylor Swift? Isso mesmo. Um salgueiro.

Um fã da cantora percebeu e destacou em um tweet respondendo: “Senhoras e senhores… um salgueiro”. Esperto, não?

Além disso, como a própria cantora mencionou, algumas das canções de “evermore” e “folklore” se complementam. O vídeo de “willow” começa onde “cardigan” havia terminado. Visionária.

2) “Tolerate It” e a faixa 5 dos álbuns de Taylor

Todo swiftie já sabe que a faixa de número cinco sempre significa algo muito especial para Taylor Swift. “Tolerate It” é umas daquelas músicas que choramos muito quando ouvimos.

“Eu espero na porta como se fosse apenas uma criança/ Uso minhas melhores cores para o seu retrato/ Coloco a mesa como algo chique/ E vejo você tolerar isso”, ela canta.

“Tolerate It” é uma canção que retrata a história de uma mulher que não é tratada pelo marido da maneira que merece. Em vez disso, ele está simplesmente “tolerando” ela.

Embora ela limpe a casa para que esteja brilhando e espere todas as noites pelo marido, a infidelidade conjugal dele leva o casamento dos dois ao desgaste.

Um comentário no vídeo do YouTube alega que a letra da canção se encaixa na história Real do Príncipe Charles e a Princesa Diana, em particular as letras pertencentes à diferença de idade (eles tinham 12 anos de diferença): “Você é muito mais velho e sábio do que eu.”

A infidelidade aludida em “Tolerate It” também se encaixaria na dinâmica do relacionamento real, dado o caso já documentado entre Charles e Camilla Parker Bowles.

3) A transição para “No Body, No Crime” e toda sua tensão

Muitos aclamam as transições de “Chromatica” da Lady Gaga, mas Taylor Swift também serviu muito com a transição de “Tolerate It” para “No Body, No Crime”.

Quem matou? Com que arma? Onde ocorreu? É o clima perfeito para uma música de assassinato. A personagem principal da canção é assassinada depois de confrontar um marido traidor.

Os fãs ficaram muito tensos com toda trema da música. Além disso, as raízes country de Taylor na música é de se elogiar.

4) “Happiness” e sua referência ao romance “O Grande Gatsby”

Mais uma música retratando o amor perdido. Nessa canção, Taylor canta: “o único caminho para a cura é desejar felicidade àquele que o tirou de você”.

Os fãs mais atentos perceberam que “Happiness” possui uma referência ao livro “O Grande Gatsby”, que também virou filme em 2013, com a frase “Espero que ela seja sua linda idiota”.

A frase do romance é “Espero que ela seja uma idiota – essa é a melhor coisa que uma garota pode ser neste mundo, uma linda pequena idiota.”

5) “Marjorie” e sua relação com Taylor Swift

A 13ª faixa do álbum é uma homenagem à Marjorie Finlay, cantora de ópera e avó de Taylor Swift.

Depois de ter homenageado seu avô em “Epiphany” no “folklore”, também na 13ª faixa, nada mais justo do que fazer uma menção honrosa para sua avó. No lyric video é possível ver mais fotos.


Qual música você mais gostou de “evermore”? Quais outros easter eggs e referências você percebeu e não comentamos aqui? Comenta conosco em nosso Twitter.


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!