apple music awards taylor

“Apple Music Awards”: 3 destaques ditos por Taylor Swift em entrevista

Na quarta-feira, 18 de novembro, a Apple anunciou os vencedores da sua premiação anual, o “Apple […]

Por em 16 de dezembro de 2020

Na quarta-feira, 18 de novembro, a Apple anunciou os vencedores da sua premiação anual, o “Apple Music Awards” e na categoria “Compositor do Ano”, quem levou o prêmio foi a cantora Taylor Swift, dona dos álbuns “folklore” e “evermore”.

apple music awards taylor
Foto: Divulgação

Desde o ano passado a empresa premia o Artista do Ano, Compositor do Ano, Artista Revelação do Ano, Top Música do Ano e Top Álbum do Ano. 

No entanto, a comemoração — que geralmente recebe os artistas para performances e entrevistas — aconteceu quase um mês depois, como no ano passado.

A grande diferença se deu pelas performances, que foram previamente gravadas e sem plateia.

Taylor Swift é, sem dúvida, uma das compositoras mais ilustres e condecoradas da música, e o “folklore” não é exceção. Escrito e gravado durante os primeiros meses da pandemia de COVID-19, “folklore” instantaneamente liderou a parada de álbuns da Apple Music e estabeleceu o recorde de álbum pop mais reproduzido no dia do lançamento. Com suas melancólicas histórias em terceira pessoa sobre triângulos amorosos, fantasmas e traumas, “folklore” é uma obra-prima lírica.

Trecho da dedicatória escrita pela Apple à Taylor Swift

Na última terça-feira (15), o Apple Music liberou uma entrevista exclusiva com a voz de “willow”, que falou sobre a importância de os artistas terem direitos sob suas próprias gravações e como ela está se sentindo mais próxima de suas músicas antigas, já que está no processo de regravação. 

Além disso, Taylor falou um pouco sobre a vida com seu namorado Joe Alwyn na quarentena e como tudo isso nos agraciou com canções incríveis em seus dois álbuns, “folklore” e “evermore”.

3 destaques que Taylor Swift contou na entrevista ao Apple Music Awards

1. Sua relação artística com Joe Alwyn

Taylor e seu namorado, Joe Alwyn, escreveram juntos “exile” e “betty” para o “folklore” e “champagne problems” e “coney island” em “evermore”.

Em “exile”, Swift canta com Justin Vernon da banda Bon Iver. “Estamos muito orgulhosos dessa [música]“, disse ela. 

Me lembro do momento exato em que entrei e ele [Joe] estava tocando aquela mesma parte do piano. E tudo que eu tive que fazer foi seguir a melodia do piano com a melodia dos versos. […] A melodia do vocal é exatamente a mesma. E nós fizemos a mesma coisa com [a nova música com participação de Bon Iver] “Evermore”. Tudo que tenho que fazer é sonhar algumas letras e inventar alguma história de partir o coração para escrever com ele.

Taylor Swift sobre compor músicas com Joe Alwyn

Sobre as letras melancólicas: elas são as favoritas de de Taylor e seu namorado. “Joe e eu realmente amamos canções tristes”, disse ela. “Sempre nos unimos pela música… Nós escrevemos as mais tristes. Nós realmente amamos canções tristes. O que posso dizer?”, concluiu. 

Como mencionamos, eles também compuseram “champagne problems” juntos. Durante a entrevista, a cantora disse: “Ele começou [a compor] e veio com a estrutura melódica. […] ‘Champagne Problems’, foi uma das minhas pontes favoritas que já escrevi. Eu realmente amo uma ponte onde você conta a história completa nela, como se você realmente mudasse a marcha.”

2. “Folklore” e “Evermore” seriam lançados apenas em 2021

Taylor Swift afirmou que escrever dois álbuns interligados, foi como reescrever seu próprio “livro de regras”, já que tratava cada álbum como uma era única. “Esta é uma daquelas coisas em que eu meio que tive que jogar fora qualquer manual que tivesse,” disse a cantora.

Em tempos como estes, quando tudo é incerto e tudo muda em seu mundo, acho que aproveitei isso como uma oportunidade para abraçar o fato de que, mesmo que você pense que tem controle em tempos normais, isso é uma ilusão.

Taylor Swift sobre se aventurar lançando “folklore”
taylor swfti em meio a um campo e árvores ao fundo imagem de divulgação do album evermore de taylor swift
Foto: Divulgação

Além disso, Taylor disse que considerou adiar o lançamento de “folklore” e “evermore” para o próximo ano, quando houvesse um sentimento maior de normalidade.

“Houve um tempo, no início do processo, em que eu estava tipo ‘Vou esperar até janeiro, quando as coisas estão parecendo mais normais’, mas era como se meu velho cérebro pensasse que eu podia controlar isso.”

Ainda sobre seus lançamentos, Taylor compartilhou com o público que sentiu certa pressão por ter que lançar um álbum melhor que o anterior.

“O que acontece conforme sua carreira cresce… é que se você conquistou algo no passado, de repente espera-se que você realize essa coisa, mais outra coisa nova, mais essa outra coisa aqui”, disse ela.

3. “Evermore” só foi lançado graças à boa recepção de “Folklore”

Todos sabem da fama que Taylor Swift carregava por escrever sobre seus próprios relacionamentos. Praticamente em todos os seus primeiros sete álbuns de estúdio, conseguimos encontrar algumas similaridades entre as músicas e a vida da cantora.

Há quem diga que “We Are Never Gettin Back Together” é sobre Jake Gyllenhaal.

Contudo, em “folklore” ela decidiu pegar um caminho diferente, escrevendo sobre pessoas e lugares que ela mesma criou. Como já comentamos, seu primeiro álbum obteve um sucesso comercial e de crítica inigualável em sua primeira semana.

“Meu mundo se abriu criativamente”, disse Taylor ao Apple Music Awards. “Cheguei a um ponto como um escritor que só escrevia canções muito do cotidiano, as quais sentia que eram insustentáveis para o meu futuro”, continuou.

“Então, o que eu senti depois de lançar ‘folklore’ foi tipo ‘Ah, uau, as pessoas também gostam disso. Essa coisa que é muito boa para minha vida e é muito boa para minha criatividade… é boa para eles também?”, finalizou.


Já assistiu à entrevista? Acha que Taylor mereceu o prêmio do Apple Music Awards? Quais suas músicas favoritas de “evermore”? Conta para a gente no nosso Twitter.

Você pode conferir a entrevista inteira abaixo:

Leia também: Depois do “evermore”, quais os próximos passos de Taylor Swift?


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!