3 de agosto de 2019 por Larissa Rhouse Santos Silva.

Após quase cinco anos de processo, o veredito: Katy Perry e sua gravadora pagarão uma multa milionária por plágio! A música em questão é “Dark Horse” que, no caso, infligiu a lei de direitos autorais de “Joyful Noise”, hit do rapper cristão Marcus Gray, o Flame. O valor a ser pago? Nada mais, nada menos que US$2,78 milhões de dólares, aproximadamente R$11 milhões de reais.

“Dark Horse”

“Joyful Noise”

No entanto, Katy deve arcar apenas com pouco mais de meio milhão de dólares. O restante do valor será quitado pela gravadora da artista, a Capitol Records, visto que foi a que mais lucrou com o lançamento.

Sobre o caso “Dark Horse”

Como já adiantado AQUI, tudo começou quando o rapper Marcus Gray decidiu abrir um processo contra a cantora pop ainda em 2013. A acusação era baseada em um pequeno trecho de “Dark Horse” que, sonoramente, se assemelhava a uma de suas canções. Em síntese, os primeiros 16 segundos da faixa de Katy, segundo Gray, seria uma cópia de “Joyful Noise”.

Mesmo sendo pouquíssimo tempo, o tribunal de Los Angeles considerou o suficiente para declarar Katy e sua gravadora culpadas! De acordo com a  Associated Press, os advogados de defesa até tentaram rebater, mas nada mudou a decisão do júri.

“Eles estão tentando se tornar donos de formas básicas de se construir uma música; o alfabeto da música que deveria estar disponível para todo mundo”, argumentou Christine Lepera, advogada de Katy Perry.

Além da cantora, diversas outras pessoas foram ouvidas no caso. Entre elas, o rapper Juicy J, os produtores Max Martin e Dr. Luke, e a compositora Sara Hudson.

Atualmente, Katy Perry está desfrutando do sucesso de seu novo single, “Never Really Over”. A produção, liberada em maio, conta com um clipe digno de contos de fadas que já acumula mais de 80 milhões de visualizações.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.