13 de janeiro de 2016 por Rodrigo Dall' Acqua.

Hey, Tracklisters!

Hoje é quarta-feira e isso é sinônimo de: Checklist! Quarta é o dia mais tedioso da semana, né? O fim de semana está tão perto quanto longe, nada de muito animador… A não ser pela Checklist desta semana que trouxe um artista muito especial pra vocês!

Filipe Catto é um cantor sulista dono de uma voz extremamente cativante e específica. Nascido em Lajeados (RS) logo mudou-se para a capital gaúcha onde, junto ao seu pai, se apresentou em festas e bailes – e em uma de suas primeiras experiências cantou frente a uma plateia de aproximadamente 3 mil pessoas.

Filipe Catto

Filipe Catto

Os anos passaram e Catto aderiu-se a algumas bandas para que, por fim, em 2006, lançasse-se como solista, tocando em bares e divulgando-se pela internet. Em 2008 montou, junto ao diretor João Pedro Madureira, o show “Ouro e Pétala” composto por voz, violão e palmas – passou a apresentar-se em teatros. Finalmente, em 2009, lançou – gratuitamente pela internet – o EP “Saga”, gravado nos estúdios da ESPM – RS, universidade onde formou-se em design.

Dois anos depois, em 2011, a música que deu nome ao EP “Saga” fez parte da trilha sonora da novela “Cordel Encantado”, da rede Globo. Foi ai que assinou com a Universal Music e lançou seu primeiro disco, “Fôlego”.

Filipe Catto, Fôlego

Filipe Catto, Fôlego

Separei três faixa que, pessoalmente, me encantam neste álbum:

“Johnny, Jack And Jameson”

“Roupa do Corpo”

“Dois Perdidos”

Gente, foi uma tarefa bastante difícil escolher apenas três músicas deste disco visto que é uma obra prima da música brasileira.

Em setembro de 2015, de forma independente, Filipe nos presenteou com mais um álbum de inéditas. “Tomada” veio de uma maneira intensa. Particularmente, senti uma entrega ao trabalho, uma originalidade mais aflorada e, embora não achasse possível, o disco – para mim – é melhor que o anterior (e olha que o primeiro é incrível).

Filipe Catto, "Tomada"

Filipe Catto, “Tomada”

As 3 faixas preferidas:

“Adorador”

“Auriflama”

“Noites e Dias”

Novamente foi um trabalho dificílimo, dentre tantas poesias, escolher apenas três.

O que mais me encanta em Filipe é a voz. Particular e maravilhosa. Sua extensão vocal o permite um toque a mais em suas canções, o que é insigne.

Em meio a dois álbuns de estúdio, foram lançados um DVD e CD ao vivo, “Entre Cabelos, Olhos e Furacões”, gravado no Auditório do Ibirapuera em 2013.

Para finalizar, deixo-os com este cover de “20 E Poucos Anos” – originalmente gravado por Fábio Jr. – proveniente deste show:

Até quarta-feira que vem!

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.