in ,

Aurora: o que esperar do novo álbum ‘The Gods We Can Touch’?

aurora novo álbum
Foto: Reprodução/Twitter @auroramusic

A cantora norueguesa Aurora anunciou, recentemente, o lançamento de “The Gods We Can Touch“, seu novo álbum. “Os deuses que podemos tocar / Da luz que está dentro de nós / Para a escuridão que existe ao nosso redor / Em breve a personificação de tudo / Estará em suas mãos. E, esperançosamente, tocará suas almas”, escreveu a artista em forma de poema no Twitter. O disco tem previsão de estreia para 21 de janeiro.

https://twitter.com/AURORAmusic/status/1448533702213001217

“Cure For Me” e “Giving In To The Love”

Antecedendo a estreia do novo álbum, Aurora lançou os singles “Cure For Me” e “Giving In To The Love“. O primeiro, disponibilizado em julho, foi descrito como uma “música estranha” pela própria cantora, em entrevista à NME. “Eu acho que algumas pessoas podem gostar e outras não. Como sempre, eu fui inspirada por uma coisa gigantesca, obscura e horrível que acontece no mundo. A primeira semente de inspiração veio enquanto eu pensava sobre os países onde ainda é legal realizar terapias de conversão para os gays e lésbicas. Eu apenas pensei que isso é tão sem sentido”, pontuou a artista.

“A primeira ideia fui eu falando ‘Eu não preciso de uma cura para mim – só me deixe viver, cara!’. Por que é tão difícil para as pessoas apenas deixarem os outros serem eles mesmos? Depois, eu pensei que poderia significar muitas outras coisas. As pessoas tendem a acreditar bem rapidamente que existe algo errado com elas, se elas não são como as pessoas que veem em suas frentes. É muito triste que não precisa de muito para nós duvidarmos de nós mesmos”, acrescentou.

Já com o lançamento de “Giving In To The Love”, a norueguesa utilizou seu site oficial para compartilhar suas inspirações para a nova composição. “Eu estava pensando sobre Prometheus e como ele roubou o fogo para nos esculpir, os humanos. Eu sinto como se, às vezes, nós esquecêssemos que somos criaturas vivas, capazes de muitas coisas lindas, e a constante obsessão humana com a beleza nos faz esquecer e desvalorizar o fogo que está dentro de nós. Nosso eu interior, a parte mais importante”, declarou. Na faixa, Aurora faz críticas ao padrão de beleza estabelecido pela mídia em versos como “A televisão mente e agora minha mente dói”.

O que esperar de “Gods We Can Touch”, novo álbum da Aurora?

Inspirações da mitologia grega

Seguindo os passos do single “Giving In To The Love”, Aurora adiantou aos seus fãs, também por meio do site oficial, que a inspiração central do novo álbum foi a mitologia grega. Em cada uma das 15 faixas do disco, os ouvintes conhecerão um deus diferente.

aurora novo álbum
Foto: Reprodução/Twitter @auroramusic

“A porta espiritual entre o humano e os deuses é algo muito complicado. Nas mãos certas, a fé pode se tornar a coisa mais linda. Nutritiva e calorosa. Mas, nas mãos erradas, pode se tornar um farol de guerra e morte. Uma coisa que sempre me incomodou é a ideia de que nós nascemos indignos, tendo que nos considerar dignos suprimindo as forças dentro de nós que nos tornam humanos”, publicou.

“Não somos perfeitos nem sem defeitos, somos humanos. Poderíamos encontrar esse poder divino em nós mesmos, enquanto ainda somos apegados e seduzidos às maravilhas do mundo. A carne, a fruta e o vinho. Eu acho que é isso que me intriga sobre os deuses gregos. Os deuses do mundo antigo. Perfeitamente imperfeitos. Quase ao nosso alcance. Como deuses que podemos tocar”, completou a cantora, fazendo referência ao título do álbum que, em tradução ao português, significa “Deuses que podemos tocar”.

Um álbum divertido

Apesar de “Cure For Me” ter sido o primeiro single do novo álbum lançado por Aurora, a artista afirmou que o disco não será muito parecido com a faixa. Ainda em entrevista à NME, a norueguesa disse que o novo trabalho não tratará tanto sobre assuntos como desgraça, melancolia, covid-19 e horror, mas que, na verdade, será um projeto mais divertido e lúdico, ao mesmo tempo que representará muitas coisas que a incomodam na sociedade atual e na história do mundo. “Já era hora de apenas brincar e fazer algo diferente”, pontuou a cantora.

“O álbum é bastante sensual na verdade, e fala bastante sobre a escuridão, a luz e a combinação absurda dos dois. Para mim, a música sempre foi uma coisa com muita seriedade e sem diversão. Eu sempre escrevo sobre coisas muito sérias e eu consigo me enxergar em cima de um palco toda noite por uma hora e estar triste o tempo todo. Eu realmente só queria fazer um álbum para mim, que fosse um pouco mais atrevido e selvagem”, completou.

Versão alternativa do novo álbum de Aurora

A versão original de “Gods We Can Touch” contará com 15 faixas, incluindo as já lançadas “Giving In To The Love” e “Cure For Me”. Completam a tracklist do álbum as músicas “Forbidden Fruits of Eden”, “Everything Matters”, “You Keep Me Crawling”, “Exist For Love”, “Heathens”, “The Innocent”, “Exhale, Inhale”, “Temporary High”, “A Dangerous Thing”, “Artemis”, “The Blood In The Wine”, “This Could Be A Dream” e “A Little Place Called The Moon”. No entanto, a norueguesa também lançará uma versão alternativa do disco, que terá as canções “The Woman I Am” e “The Devil Is Human” no lugar de “Giving In To The Love” e “You Keep Me Crawling”, totalizando 17 faixas da nova era.

https://twitter.com/AURORAcabare/status/1448540084744110081

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

    Loading…

    0