8 de dezembro de 2015 por Matheus Ramos.

Chegamos a mais um fim de ano e, por incrível que pareça, já estamos no meio dessa década estranhosa da contemporaneidade chamada de anos “10”. Sim, queridas pessoas, a maioria das coisas que conhecemos e gostamos foram lançadas (ou iniciaram suas carreiras) na década passada.
Sendo assim, o Portal Tracklist se encarregou de listar os melhores artistas que surgiram nessa nova década. É válido considerar que vários artistas mereciam entrar na lista, mas lançaram algo em 2009, logo, são da década passada.

Com os requisitos esclarecidos, vamos à lista:

CAPITAL CITIES

A dupla hipster californiana é a cara dessa década. Os donos do hit “Safe and Sound” e “Kangaroo Court” já caíram em turnê nas terras tupiniquins e trazem em seu som um mix de dance eletrônico com rock alternativo de um jeito irreverente. Saxofones, teclados, zebras e luzes coloridas. Confira:


anitta

 

ANITTA

A carioca mais meiga e abusada da nossa lista entrou nos anos 10 com uma mistura entre pop e funk ainda não vista desde Claudinho & Buchecha. Influenciada pelas grandes divas da gringa (Rihanna, Beyoncé e Katy Perry), a funkeira já emplacou o topo do iTunes algumas vezes e levou o EMA esse ano. Além da funkeira, o Brasil também trouxe algumas figuras carismáticas para os 10’s. Guimê e Ludmilla também são destaques no pop funk, chegando – inclusive – aos ouvidos gringos. No Rock, Scalene é uma revelação nacional. O rapper Rashid também representou nessa década e merece ser lembrado.


ELLA EYRE

Outra grande revelação foi a querida britânica cacheada (suspiros). Ella Eyre, ainda em seu primeiro álbum, mostrou um potencial sem igual com dezoito faixas do pop ao soul e algumas campanhas publicitárias no bolso.


THE NEIGHBOURHOOD

A banda indie da califórnia só lançou seu primeiro álbum em 2013 e, ainda assim, conseguiu certificado de platina duplo com o single “Sweater Weather”. Os cinco rapazes misturam elementos de sintetizadores eletrônicos com uma pegada de rock alternativo e rimas de hip-hop. Vale a pena conferir:


ARIANA GRANDE

A estadunidense que deu os começos na Nickelodeon, logo conquistou espaço entre as divas mais velhas. Além de cantora, a loirinha é atriz e foi criada em meio aos musicais. Seu pop dançante, apesar de ainda soar um pouco imaturo, tem potencial de sobra.


ONE DIRECTION

Os rapazes que chegaram no comecinho da década, começaram sua carreira no programa The X Factor e em menos de cinco anos rodaram o mundo todo com um sucesso descomunal. One Direction se tornou a maior boyband até essa metade dos anos 10, e trazem na mala um total de cinco recordes no Guinness Book.


bruno


BRUNO MARS

O timbre mais bonito que já apareceu até essa metade da década foi lançado em 2010 e chega a ser comparado com o saudoso Michael Jackson. Diferenças a parte, o havaiano que atuava apenas como compositor na década passada, alcançou o sucesso com “Doo-Wops & Hooligans”, álbum que fez dos charts sua casa por longas semanas.


JAMES BAY

Conseguindo unir folk e pop, esse britânico chegou rápido às paradas e já carimbou sua identidade à nossa década. Frequentemente comparado ao gênio Jeff Buckley, Bay ainda está no seu primeiro álbum, mas suas composições e carisma no palco indicam uma grande carreira pela frente.


JESSIE J

A jurada do The Voice UK traz pra nossa lista seu R&B contemporâneo que se mistura ao pop com melismas nada convencionais e presença de palco intimidante. A diva já lançou três álbuns e não para.


HOZIER

Por fim, eis o mito. O barítono irlandês que colecionou discos de ouro e platina (trinta prêmios no total) ainda está no seu primeiro disco de estúdio e mantém estilo e voz inigualáveis cercado por boas influências do blues, folk e rock alternativo.

E você, acha que faltou alguém na lista? Algum nome importante na linha do tempo dos 10’s foi esquecida? Comente com a gente.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.