2017 está se provando um dos maiores anos em questão de atrações internacionais no Brasil com as constantes confirmações de novos shows, e 2018 pode seguir a mesma linha. De acordo com informações recentes, o Arcade Fire e o Gorillaz estão entre os próximos nomes a virem ao país nos próximos meses.

Segundo o site Popload, ambas as bandas deverão ser os headliners do festival argentino BUE Festival, que será realizado nos dias 15 e 16 de dezembro, e virão ao Brasil posteriormente. Enquanto o Arcade Fire se apresentará por aqui no mesmo mês, com pelo menos um show “grande” agendado em São Paulo, o Gorillaz adiará sua vinda por “já ter um compromisso marcado no país no começo de 2018”, indicando uma possível presença na line-up da próxima edição brasileira do Lollapalooza.

O Brasil, entretanto, não será o único país além da Argentina a receber os grupos. O Gorillaz passará também por Chile e Uruguai ainda em dezembro desse ano, assim como o Arcade Fire também deve organizar o restante da turnê sul-americana para a divulgação de seu próximo disco.

O Arcade Fire atualmente prepara o lançamento do sucessor de “Reflektor”, que chegou às lojas em outubro de 2013 e foi aclamado tanto pela crítica quanto pelo público, rendendo duas indicações ao Grammy. O sexteto canadense liberou o single “I Give You Power” no mês de janeiro em parceria com Mavis Staples como forma de protesto à eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos – tal como fez o próprio Gorillaz com a faixa “Hallelujah Money”, gravada em colaboração com Benjamin Clementine.

Já a banda virtual criada por Damon Albarn e Jamie Hewlett lançou no mês passado o seu mais novo álbum de estúdio, “Humanz”, seu primeiro trabalho em quase sete anos. O disco conta com singles como “Saturnz Barz”, “Andromeda”, “Ascencion” e “We Got The Power”, além de participações especiais de artistas como De La Soul, D.R.A.M., Popcaan, Vince Staples, Danny Brown, Grace Jones e Noel Gallagher.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.