O Grammy Awards é uma cerimônia anual que reúne e premia os principais nomes da música. Como tal, o evento é a segunda principal premiação mundial – ficando atrás apenas do Oscar – e utiliza de sua visibilidade e peso para homenagear aqueles que trouxeram grande contribuição ao meio musical.

Para os tributos organizados, o Grammy traz grupos de artistas, normalmente de estilos diferentes, para apresentações que relembram sucessos de artistas já falecidos ou que, com tantos anos de carreira, representam um legado de composições e melodias.

No próximo domingo (12/02), por exemplo, os Bee Gees serão os homenageados. Na performance programada, Demi Lovato, Tori Kelly e Andra Day vão apresentar um dos clássicos da banda, surgida em 1959. O grupo era formado pelos irmãos Barry Alan Crompton Gibb, Robin Hugh Gibb e Maurice Ernest Gibb. Hoje, apenas Barry está vivo – o músico permanece em atividade, e lançou o álbum solo In The Now em 2016.

Ao longo dos anos, nomes como Etta James e Bob Marley foram alguns dos homenageados. Relembre performances históricas:

Michael Jackson faleceu em 2009, e já no ano seguinte foi homenageado pela Academia. Para brindar o Rei do Pop, subiram ao palco da cerimônia Carrie Underwood, Jennifer Hudson, Celine Dion, Smokey Robinson e Usher. Os artistas interpretaram “Earth Song” ao mesmo tempo em que um vídeo em 3D de Michael enchia os olhos dos espectadores do prêmio.

Jennifer Hudson, Florence Welch, Christina Aguilera, Yolanda Adams e Martina McBride foram as responsáveis pela homenagem à Aretha Franklin em 2011. Em um medley das faixas da artista, as cantoras iniciaram a apresentação com “(You Make Me Feel Like) A Natural Woman”, juntas, e depois cada uma se aventurou pelo trecho de uma faixa de Aretha:  Aguilera apresentou “Ain’t No Way”; Martina, “Until You Come Back to Me”; Florence, “Think (Freedom)”; e Hudson, “Respect”. Durante cada solo, as demais cantoras forneceram backings vocals à que se apresentava, enquanto imagens de Aretha, que não compareceu ao evento por estar doente na data, apareciam no telão. No final, as cinco entoaram os versos de “Sisters Are Doin’ It For Themselves”.

2012 foi o ano de duas homenagens: uma à Whitney Houston, falecida um dia antes da cerimônia do Grammy daquele ano (11/02), e outro ao ícone do R&B, Etta James. Para Houston, o tributo foi realizado por Jennifer Hudson, com “I Will Always Love You”, enquanto Alicia Keys se juntou a Bonnie Raitt para a performance de “A Sunday Kind of Love”, de Etta.


Bruno Mars, Sting, Rihanna, Damian Marley e Ziggy Marley: com este time de artistas, foi a vez de Bob Marley ser lembrado. Falecido em 1981, o cantor é um ícone do reggae e foi homenageado com “Could You Be Loved“, tendo dois de seus filhos no palco.

Outra “dobradinha” de homenagens aconteceu em 2016: Gaga fez um tributo a David Bowie, falecido em janeiro daquele ano, enquanto Demi Lovato, Meghan Trainor, Luke Bryan e John Legend performaram em honra à Lionel Richie, vencedor de 4 Grammys e dono de uma carreira de 49 anos.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.