Com um novo álbum a caminho – “Sunshine Kitty” – em 2019 e já com seu lead single lançado, Tove Lo segue dando pistas e detalhes do que podemos esperar do mesmo. Apesar disso, ainda não há uma data concreta para o lançamento do novo material.

Leia também: Novo single da Tove Lo finalmente é lançado; escute “Glad He’s Gone”

Recentemente, como parte de sua divulgação, a cantora falou com a Billboard sobre sua inspiração para o nome do álbum, sobre Billie Eilish, desejos profissionais e mais. Você pode assistir à entrevista abaixo e conferir ela em português:

Eu vi no Instagram que você foi sozinha à um show da Billie Eilish em Londres. Como um artista como ela te inspira ou encoraja tentar coisas novas no estúdio?

Eu acho que o que parece que Billie está fazendo é que ela é verdadeira à ela mesma, e fazendo exatamente o que quer, não se importando de forma alguma. E apesar de como eu escrevo minhas músicas seja uma vibe diferente, eu ainda sinto como quando comecei. Têm sido muito importante para mim ser verdadeira à mim mesma.

Ela e seu irmão Finneas obviamente tem essa forma ótima de escreverem juntos e tirar o melhor um do outro.

Você tem estado um pouco no estúdio com Finneas. Como tem sido para você?

Muito incrível. Ele é muito, muito talentoso e um cara muito legal, e, é, incrível escritor, produtor. Foi muito divertido.

Ele sabe o que está fazendo. Ele vai longe nesse mundo.

Foi uma outra forma de tentar algo novo em termos de produção e a música que você queria fazer?

É, todo mundo que é parte de criar algo que me faz sentir as coisas de verdade, me faz querer escrever junto com elas. Então foi algo tipo “ei, quem quer trabalhar comigo?”, sabe, ou, “eu quero escrever com você”.

E então ele topou e entrei em contato tipo “você gostaria de trabalhar junto comigo?”, e ele disse “sim”.

Que sortudo! Você disse que gravou a canção principal em Stockholm. Onde foi gravado o restante do álbum?

Meio que ali e aqui, entre Stockholm e Los Angeles, e então no meu quarto. Em vários lugares.

Nesse ponto na sua carreira enquanto você continua crescendo e aprofundando, como você evita se sentir em piloto automático?

Acho que porque eu sou uma pessoa muito sentimental num geral, eu tenho um problema com “desligar”. Então eu estou sempre indo no fluxo e criando, e é só quem eu sou, eu acho.

Você já fez muito e teve muito sucesso, mas tem algo na sua lista de desejo profissional que você gostaria de fazer e ainda não fez?

Eu acho que eu amaria escrever uma trilha sonora inteira para um filme, porque eh acho que filmes e imagens visuais são ótimas inspirações e amo contar histórias. Então poder contar uma história e dar um “upgrade” na história com as músicas e fazer parte disso seria muito bom.

Netflix, alguém?

Venham aqui, me chamem.

Tem algo mais sobre o álbum que você pode nos contar?

Sim. Então, o título é Sunshine Kitty, e é baseado em algumas coisas. Pussy Power é uma delas. Eu sinto que é uma forma feliz de usar as palavras. E ele (o título) nasce de um episódio de Girls, no qual Lena Dunham, ou Hannah, está falando sobre esse autor que ela ama e todo mundo está admirando esse, não lembro o nome do autor, mas estão admirando o brilho da sua cara. E ela diz “não é da maquiagem”, porque ela senta e pega sol na sua vagina para ela absorver a energia do sol para ela. Então é tipo, o sol na vagina dela, não maquiagem. E eu achei aquilo incrível, me fez sentir bem e feliz.

Essa foi a inspiração.

Isso! Mas também criamos esse pequeno personagem que é um lince, porque Lo significa lince em sueco, que é meio que meu animal espiritual. Isso será uma grande parte do aspecto visual do álbum, e é bem bonitinho, mal posso esperar para mostrar para vocês quando estiver pronto.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.