“Speak Now (Taylor’s Version)”: 5 “From The Vault” que queremos ouvir

O álbum completa 11 anos com os fãs especulando nas redes sociais quais músicas descartadas podem voltar na nova versão do disco

Por em 11 de outubro de 2021

Taylor Swift vem trabalhando para garantir os direitos de seus álbuns antigos há cerca de um ano. Após o lançamento de “Fearless (Taylor’s Version)” ela se prepara para o lançamento da nova versão do “Red”. Enquanto isso, os fãs seguem na expectativa para os demais álbuns. O terceiro álbum de estúdio de Taylor, “Speak Now” completa 11 anos nesta segunda-feira, 11de outubro, e já estamos ansiosos para o “Speak Now (Taylor’s Version)”. Confira 5 músicas do cofre que adoraríamos ouvir!

A primeira versão do disco chegou dois anos após o estrondoso sucesso do “Fearless” e todas as composições são assinadas por Taylor Swift.

Hoje, esse trabalho é considerado por muitos um “álbum de transição”, já que a cantora — mais do que em qualquer outro — misturou o country com o pop e nos agraciou com essa obra-prima.

A fotografia apresenta a cantora Taylor Swift em 2010. Ela está em um fundo branco e pode ser vista da cabeça até o busto. Pelo que pode se ver, ela está com um vestido roxo e há glitter nos lados direito e esquerdo. Seu cabelo está ondulado e solto. Ela olha fixamente para frente com seu batom vermelho marcante. A imagem destaca a matéria: ""Speak Now (Taylor's Version)": 5 "From The Vault" que queríamos ouvir"
Foto: Reprodução

Assim que foi lançado, o “Speak Now” se tornou um sucesso comercial e crítico absoluto. O Metacritic, por exemplo, avaliou positivamente o disco e deu nota 77 a ele.

Isso, claro, sem contar que a Rolling Stone incluiu o trabalho de Taylor na lista dos cinquenta melhores álbuns femininos de todos os tempos em 2012.

À época, o “Speak Now” estreou no topo da Billboard 200 e registrou 1,047 milhões de cópias, a maior semana de vendas para uma artista feminina da música country de todos os tempos.

Indicado a “Melhor Álbum Country” nos Grammy’s de 2012, o álbum de Taylor não levou o prêmio. No entanto o single “Mean”, nomeado às categorias de “Melhor Música Country” e “Melhor Performance Country Solo”, ganhou ambas.

indicado a “Álbum do Ano” em três premiações dedicas a músicas country, “Speak Now” não ganhou nenhuma. Contudo, o álbum levou a categoria “Álbum Country Favorito” do American Music Awards de 2011.

Por que Taylor Swift está regravando as músicas?

Em junho de 2019, Taylor revelou que Scott Borchetta, seu ex-empresário, e Scooter Braun haviam a proibido de utilizar e apresentar suas próprias músicas. Borchetta fundou a Big Machine Records, antiga gravadora da cantora.

Em uma negociação de US$ 300 milhões, ele vendeu o catálogo de músicas de Taylor — sem a devida autorização — para a empresa de Braun, incluindo seus cinco primeiros álbuns: “Taylor Swift”“Fearless”“Speak Now”“Red” e “1989”. Taylor entrou em contato para adquirir seu catálogo, mas não conseguiu.

Com grande parte de suas músicas pertencendo à Big Machine, Taylor teria que pedir autorização para usar suas faixas antigas para quaisquer ocasiões. No entanto, em novembro de 2020, Swift se viu livre do contrato que a impedia de regravar suas músicas antigas.

Em abril de 2021, Taylor lançou sua primeira regravação, o “Fearless (Taylor’s Version)” e [mencionar outra(s) regravação(ões)]. Os fãs e as críticas receberam muito bem todos os últimos lançamentos.

Com os novos relançamentos, a artista está reavendo gradualmente o que é seu por direito e, portanto, assumirá o controle de como e onde suas faixas serão usadas.

5 músicas “From The Vault” do “Speak Now (Taylor’s Version)” que queríamos ouvir!

1. “Battle” (também conhecida como “Let’s Go”)

“Battle” — ou “Let’s Go”, como preferir — é uma música sobre um relacionamento prestes a ruir que vazou na íntegra em novembro de 2018.

Na verdade, os primeiros trechos da canção apareceram em 2015 em uma conta no Twitter famosa por vazar informações da cena pop.

E eu costumava estar do seu lado
Agora parece que vamos batalhar
E por que você está atirando em mim como
Alguém fosse te dar uma medalha?

À época, alguns versos foram publicados e a conta divulgou que “Battle” havia sido escrita entre 2012 e 2014, mas os fãs encontraram evidências de que Taylor havia composto durante a fase “Speak Now”.

Tematicamente falando, muitos fãs acham que a canção se parece com “The Story of Us” pelos versos: “A batalha está em suas mãos agora, mas eu largaria minha armadura se você dissesse que prefere amar a lutar.”

Mr.Joker · Taylor Swift unreleased – Let’s Go (Battle)

2. “Castles Crumbling”

“Castles Crumbling” é uma daquelas músicas que os fãs só ouviram falar, mas não têm nenhuma confirmação se existe (ou não). Aparentemente, a faixa foi escrita para o “Speak Now”, mas não foi lançada.

Ninguém além da equipe de Taylor ouviu a canção. Nem as letras vazaram ainda! (Isso que eu chamo de segredo. Se é que essa música existe.) Se de fato houver uma “Castles Crumbling”, estaremos prontos para conhecê-la… assim como os fãs.

“@taylorswift13 ONDE EU POSSO ENCONTRAR SUA MÚSICA CASTLES CRUMBLING JESUS CRISTO MULHER VOCÊ JÁ PENSOU EM LANÇAR ALGUMAS MÚSICAS”

3. “I Need You Now”

“I Need You Now” é outra canção descartada por Taylor Swift nos seus primeiros anos de carreira. Escrita pela cantora, Robert Ellis Orall e Angelo Petraglia também aparecem na co-composição da faixa.

A música retrata a história de alguém que precisa seguir em frente após sua companhia amorosa não retribuir o amor, paciência e respeito.

“I Need You Now” é mais um dos títulos irônicos de músicas da Taylor Swift — tal como como “Forever & Always”, do “Fearless”.

Então aqui está você na minha janela
Acho que ninguém te disse
Eu não preciso de você, não preciso de você
E eu esperei tão frustrada
Quem vai te segurar?
Eu não preciso de você, não preciso de você agora

Ambas as canções retratam a história de um confronto a um ex-parceiro em que Taylor afirma que eles realmente não precisam mais um do outro e relembra as promessas quebradas e negligenciadas no relacionamento.

Os fãs notaram também semelhanças da música com a aclamada faixa “All Too Well” do quarto álbum de estúdio, “RED”.

Taylor Swift Unreleased · Need You Now

4. “Drama Queen”

Os fãs encontraram “Drama Queen” em um banco de dados de registros musicais. Apesar de a música não ter vazado na íntegra, sabe-se que ela foi co-escrita por Martin Johnson e provavelmente foi descartada do “Speak Now”.

Para os fãs que acompanham Taylor Swift há bastante tempo, devem lembrar que Johnson também ajudou a cantora a escrever “If This Was a Movie.” Como bem notado, a canção apareceu no banco de dados por volta de junho de 2009 e provavelmente foi composta entre 2008 e 2009.

5. “The Diary of Me”

“The Diary of Me” é mais uma daquelas composições que Taylor Swift fez para os fãs chorarem. Na composição, ela canta como se estivesse escrevendo, de fato, em um diário e todos que ouvem podem ler.

Comumente, as músicas da cantora são descritas como pessoais e como um “livro aberto.” Portanto, esta canção é interessante por demonstrar como a própria Taylor reconhece o quão intimistas (e inspiradoras) suas canções têm sido.

Mas aqui estou eu, um livro aberto
Vire a página, é toda a raiva
Dê uma olhada por dentro
Oh, o que você ganha é o que você vê
Baby, você tem a chave
Para o meu diario

Cotada para entrar no “Speak Now”, a faixa foi descartada. Esperamos que agora, com o re-lançamento do álbum, “The Diary of Me” apareça.

Taylor Swift Unreleased · The Diary Of Me

É fã de Taylor Swift? Está ansioso para “Speak Now (Taylor’s Version)”? Quais outras músicas descartadas você queria ouvir? Comente e acompanhe essa e outras notícias pelas nossas redes sociais.


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!