Inspirado em The Strokes, conheça Noturna e o novo single “10Km”

A banda paraense Noturna transita do indie pop ao rock alternativo, e após mais de um ano sem material inédito, o conjunto lança novo single

Por em 7 de maio de 2021

Está em busca uma nova banda para se apaixonar? Gosta do som do The Strokes e Terno Rei? Então vem conhecer os refrãos viciantes da banda paraense Noturna. O conjunto transita do indie pop ao rock alternativo, e após mais de um ano sem material inédito, a banda lança nesta sexta-feira (7) o single “10Km”, disponível em todas as plataformas de streaming.

Arte: Bianca Marinho

Saiba mais sobre o single “10Km”, da banda Noturna

A canção narra um desencantamento de uma grande paixão através das formas artísticas em volta do eu-lírico. O uso de metáforas e analogias com o universo da arte e suas vertentes ajudam na construção do ambiente da narrativa, além de intensificar o sentimento de desapego e esgotamento emocional que a canção retrata. Na letra são citados quadros, museus, músicas, TV e cinema, elementos nos quais a pessoa, quando apaixonada, enxergava amor. Porém, com o tempo e a distância, isso foi gradativamente acabando.  

Com os sintetizadores, batidas mais lentas da bateria e os acordes de guitarra, a produção intensifica o clima melancólico e contido no primeiro momento da música, narrando as memórias desse amor perdido. Porém, é quando há uma virada na produção que a canção se fortalece. Ainda que seja uma música sobre desafetos, a sonoridade se transforma em algo intenso e energético, resgatando aquela nostalgia do rock alternativo dos anos 2000, evidenciando a influência de The Strokes e Moptop na canção.

Conheça o grupo

Foto: Ana Paula Maciel

Formado em 2018, o conjunto é composto por Jhenifer Cohen (vocal), Rayssa Macedo (bateria), Raphael Bezerra (guitarra) e Marcello Athayde (baixo). Desde então, a banda vem crescendo cada vez mais no cenário de musical autoral em Belém e já lançou o EP “Amargo” em 2019, além de cinco singles. O último lançamento foi em 2020, com a música “Procura”, que marcou o novo momento da banda, com uma produção totalmente independente e com influências do lo-fi. 

Noturna já subiu nos palcos do Psica Festival e Garage Sounds em 2019, e acumula mais de 43 mil streams no Spotify. A banda se encaminha para a produção do seu segundo EP, e futuramente o primeiro álbum de estúdio. O conjunto compõe, de forma visceral, sobre as vivências e buscas pelo o amor, nessa nova geração. Entre várias influências, suas principais referências são Terno ReiTame Impala e Duda Beat.

Os bastidores de “10Km”

Todo o processo de gravação, produção e mixagem foi realizado em home studio pela própria banda em Outubro de 2020. O grupo considera a produção como uma necessidade, algo que tirasse a banda do hiato involuntário que a impossibilidade de show e de interação física gerou.

Rayssa Tiger, baterista, conta que conseguiram sair da inércia fazendo algo que os deixassem feliz, levando o tempo necessário, no meio de tantas condições contrárias. “O fato de levar um tempo da gravação até o lançamento fez a gente revisitar e amadurecer as ideias da música, considerar melhor aspectos técnicos mesmo estando “sozinhos” e conseguir um resultado poético/musical mais interessante. É a nossa segunda experiência gravando dessa forma, eu gosto muito da ideia de que a gente pode dominar os processos e obviamente de contar com a ajuda de pessoas ao redor que nos apoiam em todos os âmbitos, com conhecimento técnico-musical, produção e tudo que envolva o objetivo final de chegar até o público de maneira satisfatória”, concluiu.

Leia mais: #TrackBrazuca: 4 artistas para adicionar em sua playlist – Reiner, Anna Suav, TOLENTINO e Daniel ADR

Gostou da indicação? Então aproveita pra seguir a banda no Instagram (@noturnamusic) e acompanhar no Spotify:


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!