Aconteceu ontem, 23, em São Paulo, a Parada LGBT+. O evento contou com shows de diversos artistas, 19 trios elétricos e reuniu mais de três milhões de pessoas na Avenida Paulista e seu entorno.

O tema da Parada deste ano foi “50 anos de Stonewall”, conflito que aconteceu em um bar nos Estados Unidos, em 1969. A série de manifestações contra a invasão da polícia militar se tornou um marco para a comunidade LGBT+.

Atrações nacionais e internacionais animaram o público durante o dia inteiro.

Iza

A cantora Iza foi uma das atrações nacionais da Parada deste ano. No trio elétrico Amstel, Iza esteve acompanhada de drags, e com um look bem sensual, cantou os principais hits de sua carreira.

Luisa Sonza

Luisa Sonza esteve no trio elétrico Avon e também cantou várias de suas músicas.

Em entrevista para a revista CARAS, a cantora falou sobre como se sente ao fazer parte da Parada LGBT+.

“É a segunda vez que participo da parada LGBT, ano passado tive a oportunidade de estar no Rio de Janeiro e agora estive com artistas maravilhosas em São Paulo pela primeira vez”.

“É muito importante nosso apoio e engajamento em causas como esta. Foi lindo participar dessa festa que também nos faz refletir sobre a luta da comunidade LGBT”.

Gloria Groove

A drag Gloria Groove, que acabou se lançar o single “YoYo”, em parceria com Iza, esteve no mesmo trio elétrico de Luisa Sonza.

Groove aproveitou o evento para apresentar sua nova turnê, a #FASE3TOUR.

Também em entrevista, a artista contou sobre a influência que exerce sobre seu público.

“Mais uma vez tenho a chance de reafirmar a raiz do meu trabalho, que é trazer luz e visibilidade à luta pelos direitos LGBTQ+. Botar isso em prática pelo segundo ano consecutivo e no auge do mês do orgulho é muito gratificante, pois além de me edificar ainda mais como artista e ser humano, também reforça que agora mais do que nunca somos uma cena forte e em plena construção no ramo do entretenimento e audiovisual”.

“Como artista tenho a chance de ajudar a reescrever a vivência e a afetividade dos mais jovens, a partir da minha própria perspectiva. Celebro o orgulho, pois sei que apenas sendo exatamente quem sou, posso estar fazendo a diferença para alguém”.

Mateus Carrilho

Já no trio elétrico Uber, Mateus Carrilho cantou e dançou muito. Para o look, o cantor escolheu um conjunto com franjas com as cores do arco íris, que simboliza a comunidade LGBT+ e o movimento.

View this post on Instagram

#paradadoorgulholgbt ❤️🌈

A post shared by Mateus Carrilho🔥 (@mateuscarrilho) on

Melanie C

Mel C, integrante do grupo Spice Girls, foi a atração internacional do evento.

A cantora, além de cantar seus sucessos, cantou também alguns hits dos anos 1990, incluindo um trechinho de “Wannabe”, uma das músicas mais famosas do grupo.

Em cima do trio elétrico, a cantora revelou seu carinho pela cidade de São Paulo.

“Estou muito feliz de estar de volta a São Paulo, um lugar que sempre foi generoso comigo”.

A cantora fez, recentemente, uma parceria com a boate britânica Sink The Pink, e tem uma série de shows previstos em diversas cidades do mundo.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.