6 de fevereiro de 2020 por Mariana Moreira.

A carioca Julia Joia está trabalhando muito este ano e pronta pra compartilhar suas músicas com o mundo. A cantora que lançou recentemente seu primeiro EP, está feliz com o trabalho lançado e ansiosa para continuar se desenvolvendo como artista, lançando muitas músicas e compartilhar mais de suas vivências. A faixa “Breaking Rules” cantada em inglês, é resultado da segunda parceria de Julia Joia com o DJ chileno Flak. Para saber mais sobre Julia, confira a entrevista:

Track: Quando você descobriu o seu amor pela música? E como decidiu que queria viver disso?

Julia Joia: Acho que eu sempre soube… Faço aula desde os 10 anos, então eu falava “é isso, é isso”, mas a gente acha que tem muito pra entender, muito pra descobrir e realmente, depois que entrei no ensino médio tive certeza. O que me fez virar a chave foi depois que assisti o documentário da Demi – que é minha maior inspiração na música – eu assisti o “Simply Complicated” e ao final estava em prantos e aí liguei para o meu pai e disse “pai, me desculpa, mas é isso. Não quero enem, não quero… Eu quero fazer faculdade lá fora, eu quero fazer música!” Meu pai super me apoiou e foi isso.

Track: Você lançou o EP “Íris”, cuja uma das faixas, de mesmo nome, já atingiu mais de 100 mil streams. Quando você olha lá atrás, relembrando a sua carreira, você imaginava que um dia iria atingir essa marca?

Julia: Fico muito feliz! O EP que foi feito pra ter essa identidade… Lancei duas músicas ano passado e uma bem diferente da outra, então a gente queria lançar um conjunto de músicas que tivesse a mesma identidade, o mesmo som e fico feliz que a galera aderiu a isso, que as pessoas realmente gostaram e cada um tem uma música preferida que não necessáriamente Íris, né?! Cada uma conta uma história diferente, cada uma tem jeito de dizer as coisas e eu fico muito feliz mesmo… Sabe, 100 mil era uma meta, um sonho que aconteceu e eu fiquei muito grata mesmo. Quando terminamos Íris e eu ouvi a música já sabia que seria o hit do EP!

Track: Você pode contar pra gente como foi a produção deste EP? Há quanto tempo você estava trabalhando nele?

Julia Olha, começamos a trabalhar nele mais ou menos em Julho ou Agosto. Eu fazia sessões de composição semanalmente com a Tállia da Hitmaker e a Bárbara Dias. Elas são minhas companheiras fiéis nesses projetos que lancei. Depois que lancei “Longe de Casa” eu já estava falando que a gente precisava de música e que tinha que ser o EP. Não necessariamente conseguíamos uma música boa por semana e a produção também leva um tempo, mas corremos ao máximo para lançar ainda o ano passado e teve um resultado que gostei muito!

Track: Semana passada, você lançou a faixa “Breaking Rules”, com o DJ Flak, com quem você já tinha se apresentado no Lollapalooza Chile 2019. Como foi repetir a parceria com ele?

Julia: Eu fiz intercâmbio de 2016 para 2017 em Seattle e eu morei com duas chilenas que são muito minhas amigas. Em Agosto de 2017 resolvi ir para o aniversário de uma delas no Chile e lá eu conheci vários amigos dela. Aí elas falaram “ah, essa minha amiga é cantora e esse meu amigo é DJ. Se conhecam e façam uma música juntos”. E assim, ele já tinha duas músicas estouradas no Chile e ele não é um artista grande, mas cresceu muito que além de tocar no Lolla, foi escalado para um outro festival local de eletrônica que é super importante! Aí, nós ficamos mais de um ano tentando achar uma música legal pra gente fazer junto, até que surgiu “Broken Words” e foi a primeira coisa que lancei no Spotify.

Track: Você já contou que “Breaking Rules” nasceu a partir de uma inspiração das músicas do Chainsmokers. Mas você tem outras referências diversas, como Amy Winehouse, Demi Lovato e Adele. De que forma você se inspira nesses diferentes artistas para criar a sua música?

Julia: Acho que a Amy Winehouse é uma super inspiração pra mim… Eu gosto desde pequena e ela fez parte da minha infância e passei a gostar ainda mais quando comecei a estudar Jazz e Blues… A Amy é uma referência de voz pra mim, acho a dela muito mais próxima da minha do que a da Demi, por exemplo… E a Tori Kelly também. Eu sou fascinada por essa mulher! Ela é uma meta de técnica, de tudo… É uma pessoa que paro pra estudar as coisas que ela faz e se um dia eu chegar a ser um terço do que ela é, eu tô ótima!

Track: Esse ano você é uma das apostas do Pop nacional. O que você enxerga nesse rótulo? Pressão ou estímulo?

Julia: Acho que é uma carga enorme para carregar nas costas… Sempre tem muita pressão, porque queremos dar o nosso máximo e conseguir o máximo de público, mas ainda assim é incrível. As pessoas estão acreditando, botando fé no meu trabalho e fico muito feliz, mas mesmo tempo é pressão e muito trabalho por trás. Não adianta só chegar e falar “aposta do pop” e tal, mas feliz por acreditarem no meu potencial!

Track: Quais são os seus planos para 2020?

Julia: Pra esse ano, o plano é lançar muitos singles. A princípio um por mês, mas nem sempre é possível. O foco está no lancamento de singles e colaborações… Tenho várias pessoas que gostaria de trabalhar junto, mas para isso ainda tenho que trabalhar bastante, crescer bastante! Mas já adianto que o feat. de Março já está pronto. Tá uma música linda, um R&B suave com um cantor bem talentoso!

Ouça abaixo o primeiro EP de Julia Joia:

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.