RBD entrevista antes da live ser o parecer

Entrevista RBD: Uckermann fala sobre sucesso, Brasil e bastidores da reunião

O RBD é um fenômeno tão grande que, mesmo após 12 anos do encerramento das atividades […]

Por em 24 de dezembro de 2020

O RBD é um fenômeno tão grande que, mesmo após 12 anos do encerramento das atividades e 16 anos desde a criação, o grupo ainda se mantém em alta. É por isso que parte dos integrantes resolveu se reunir em um show online, que vendeu mais de 100 mil ingressos em apenas 48 horas. O single que celebra a reunião já passa de 4 milhões de reproduções no Spotify.

Dias antes da live “Ser o Parecer”, Christopher Uckermann falou com exclusividade ao Tracklist* sobre a trajetória do grupo, carinho dos fãs e lembranças do Brasil, além de revelar detalhes dos bastidores da preparação do show.

Gratidão

O clima que segue entre os quatro integrantes que toparam participar da reunião – Anahi, Christopher Ucker, Christian Chavez e Maite Perroni – é de gratidão e nostalgia. Uckermann conta como o RBD abriu portas para ele e diz que fazer esse show é como encerrar um ciclo.

“RBD foi um sucesso que não se planeja, porque foi um fenômeno que marcou gerações. A partir do grupo comecei minha carreira solo que vai por outro caminho musical totalmente distinto. Porém, poder fazer esse único show, é pra mim fechar um ciclo e agradecer algo que foi tão grande na minha vida.”

A ideia de unir o grupo novamente ainda em 2020 foi do próprio Christopher, que enxergou no momento de crise a oportunidade de proporcionar empoderamento para os fãs de música.

“As pessoas precisam. A música une, a música transforma, a música empodera e, pra mim, fazer isso é empoderar as pessoas, me empoderar, empoderar meus companheiros, empoderar todos nós.”

Ele conta ainda como foi a reação dos companheiros de banda e todo o processo até chegar a um acordo para o retorno acontecer.

“A reação de todos foi boa, foi um processo de meses de conversas e negociações com outras pessoas. Mas, no final, nós conseguimos porque o RBD é uma grande engrenagem que se move sozinha.”

Siempre He Estado Aquí

O último lançamento musical antes do RBD acabar foi em 2009, o álbum “Para Olvidarte de Mí”, em uma era em que as plataformas de streaming ainda não existiam. E, no último mês de novembro, para celebrar a reunião, o quarteto lançou o single “Siempre He Estado Aquí”.

Uckermann fala justamente da diferença de lançar uma música com o grupo agora e da possibilidade de acompanhar as reações em tempo real: “É uma homenagem a toda essa grande viagem do RBD, em que os seguidores são o 7º RBD e as pessoas gostaram muito do single.”

“Apesar do RBD ser uma geração de muitos anos atrás, nós vimos que as novas gerações também escutaram a música e gostaram. E eu, pessoalmente, adorei cantar essa canção e também me deu outra perspectiva musical, e estou contente com essa música. Para mim, é pura nostalgia”.

Pura Nostalgia

RBD no Brasil era símbolo de euforia e gritaria. A cada visita ao país, uma multidão acompanhava o sexteto por onde eles passavam.

O sucesso entre os brasileiros foi proporcionado pela exibição da novela “Rebelde” através da rede de televisão SBT, em 2005. A partir de então, o RBD obteve um grande êxito de vendas de discos – inclusive com a gravação de versões de alguns deles na língua portuguesa, além de ter passado sete vezes pelo Brasil, sempre com apresentações lotadas.

Inclusive, eles ainda são os artistas que fizeram a maior turnê internacional por aqui, passando por 13 cidades brasileiras, em 2006. Foi nessa mesma turnê que gravaram o DVD “RBD Live in Rio”, em um concerto no Maracanã para um público de 45 mil pessoas.

“A melhor lembrança que eu tenho do RBD no Brasil é o calor dos brasileiros. Ao estar no palco, o retorno do público é maravilhoso. Para mim, é um dos públicos mais fortes, musicalmente falando, e apoiam muito minha música.”, diz Uckermann.

Foi por conta do RBD que muitas pessoas, não só no Brasil, aprenderam a falar e cantar em espanhol. Sobre esse feito, Christopher enxerga como “uma ótima estratégia e uma ótima aula para aprender o idioma através do entretenimento”.

Live Ser O Parecer

Os preparativos para a live seguem a todo vapor. Christopher, Anahi, Christian e Maite estão reunidos nos Estados Unidos para a performance que acontecerá no próximo sábado, dia 26 de dezembro. Mesmo com a ausência de Alfonso Herrera e Dulce Maria, que optaram por não participarpor questões pessoais, a empolgação é a mesma.

Em suas redes sociais, os ‘rebeldes’ têm compartilhado momentos dos ensaios das músicas que tanto marcaram uma geração. Na conversa com o Track, Christopher Uckermann conta como tem sido a preparação:

“Eu pessoalmente adoro me preparar, estava ensaiando muito, estava me preparando musicalmente para esse show e, principalmente, para o que virá na minha carreira.”

https://twitter.com/luccasportilla/status/1341457185788801026

Por conta desse show especial, os artistas se conectaram novamente com músicas de toda a discografia do RBD e, com isso, começaram a gostar mais de algumas faixas do que gostavam antes.

“Tenho curtido muito todas as músicas e agora as vejo com uma outra perspectiva tantos anos depois de cantá-las. Quando o grupo acabou, eu já não escutava mais e agora voltar a escutá-las mais frescas, com novos arranjos, tem sido uma emoção muito grande, além do crescimento musical que é fazer parte de todo o processo criativo do show”, conta Uckermann

Neste momento, “Solo Quédate En Silencio”, “Inalcanzable”, “Sálvame” e “Rebelde” são as favoritas do cantor.

E depois?

Por enquanto, há um consenso entre os integrantes de não continuar com as atividades do RBD após a live, e muito menos sem a participação de Poncho e Dulce.

rbd maite anahi christopher christian

Christopher Uckermann, na verdade, fala sobre os planos para dar continuidade à sua carreira musical solo, com foco em um trabalho mais internacional.

“Minha ideia agora é transformar através da minha música, na qual estava fazendo há muitos anos como artista solo na música alternativa, e é o que vou continuar fazendo, só que agora com outra perspectiva, porque minha ideia é poder trabalhar com gente do mundo todo em um disco muito mais internacional!”


Então, se você é um super fã do RBD, já sabe, né? Essa é uma oportunidade única! Acesse o site SerOParecer.world para mais informações sobre o evento online.


*Colaborou: Isabela Berrogain, Nina Dacier e Soraia Joffely


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!