round 6

6 curiosidades de “Round 6”, produção de sucesso da Netflix

O K-Drama é hoje a produção mais assistida da plataforma de streaming

Por em 13 de outubro de 2021

“Round 6”, atualmente a obra de maior sucesso da Netflix, vem despertando curiosidades em seus mais de 126 milhões de telespectadores ao redor do mundo. Dirigida e escrita por Hwang Dong-hyuk, o K-Drama é hoje um verdadeiro fenômeno, e assim como sua história, a produção também carrega grandes novidades.

Ambientada em uma trama de sobrevivência, na qual 456 pessoas endividadas participam de jogos infantis com o objetivo de obter o milionário prêmio de 45,6 bilhões de won coreanos (cerca de R$ 200 milhões), “Round 6” é um convite à morte, no qual os competidores só saberão das consequências ao longo de cada derrota.

Ainda não ficou por dentro das curiosidades da série mais vista na história da gigante dos streamings? Então acompanha nessa lista tudo que separamos para aguçar sua curiosidade sobre a produção!

Leia também: “Round 6” ultrapassa “Bridgerton” e se torna a série mais vista da Netflix

6 curiosidades sobre “Round 6”

1. “Squid Game” (O jogo da lula)

O diretor explicou a origem do nome jogo. “Squid Game é um jogo que eu costumava jogar quando era criança. No pátio da escola e nas ruas do bairro e, por isso, a série conta a história de pessoas que costumavam jogar este jogo quando eram jovens e voltaram a jogar como adultos. Acho que o Squid Game é um dos jogos mais fisicamente intensos de se jogar. E também é um dos meus jogos favoritos. Também acho que o Squid Games é o jogo infantil icônico que melhor reflete a imagem da sociedade atual”, revelou.

Mas por que somente no Brasil o título oficial não foi aderido? Segundo a plataforma em resposta ao Splash, da UOL, a mudança ocorreu devido ao “jogo da lula” não ser conhecido no país, e, para o streaming, isso poderia não gerar uma conexão direta com o público brasileiro. Já o nome definido por aqui, “Round 6”, faz referência à quantidade de fases presentes na competição do K-Drama. 

curiosidades round 6
Foto: Reprodução/Netflix

2. Acusada de plagiar filme japonês

Com o sucesso estrondoso da série, não demorou muito para que o público apontassem similaridades do material com outras obras. Dessa vez, o filme japonês “As The Gods Will” (2014) foi a grande comparação.

De acordo com a NME, alguns espectadores notaram semelhanças entre as duas produções, nos quais, levaram em conta a temática e a estética, além de similaridades na fotografia de ambas.

Os dois trabalhos asiáticos abordam temas parecidos, onde pessoas jogam versões de brincadeiras infantis que foram transformadas em jogos mortais, tendo assim, que lutar por suas vidas.

Quando perguntado sobre as coincidências no período de divulgação, Hwang Dong-hyug afirmou que: “É verdade que o primeiro jogo que vemos na série é similar, mas depois desse, não há muitas semelhanças. Trabalhei em Round 6 em 2008 e 2009, e naquela época esse jogo já estava escrito”.

Hwang também salientou que “As The Gods Will” foi criado na década de 2010, depois do processo inicial da criação de “Round 6”. “Não é algo que quero fazer, dizer que sou dono da história, mas se eu tivesse de falar, diria que fiz primeiro”, disse.

3. Símbolos do K-Drama

Intitulado “Ojingeo Geim” (OJM) em coreano, ou “Jogo da Lula”, em português, os símbolos que aparecem em destaque durante todo o show representam as iniciais do nome da produção em coreano, Círculo (O), triângulo (J) e quadrado (M).

curiosidades round 6
Foto: Reprodução/Netflix

4. “Round 6” começou a ser escrita em 2008

Em meados de 2008, o produtor Hwang Dong-hyuk teve a excelente ideia de escrever um roteiro sobre adultos que participavam de jogos infantis para ganhar dinheiro. No entanto, caso falhassem, eram brutalmente assassinados.

Eu li muitos mangás naquela época e escrevi o roteiro. Foi concluído em 2009. Na época, parecia que essa história tinha um conteúdo que as pessoas talvez não estivessem familiarizadas, ou parece muito intenso. E há algumas pessoas que acham que a história é um pouco complicada demais é improvável que seja comercializável. Além disso, naquela época, não fui capaz de financiar a produção o suficiente. E a parte do elenco também é difícil. Estou trabalhando nos preparativos para isso há cerca de um ano. Mas o projeto teve que ser dobrado no final.

A história que deu vida ao grande sucesso da Neflix foi roteirizada e dirigida pelo diretor que fez toda a produção absolutamente sozinho.

“É uma trama sobre perdedores, que enfrentam as dificuldades de uma sociedade competitiva todos os dias, ficando para trás, enquanto os ‘vencedores’ sobem cada vez mais”, disse o criador.

curiosidades round 6
Foto: Bastidores/ Netflix

5. A boneca animada do primeiro jogo é real

“Batatinha 1,2,3….”, lembra dessa clássica música de “Round 6”? Quem não se assustou com as ações que viriam ser feitas após o término dessa canção, não é mesmo? A boneca gigante que dava voz à essa brincadeira foi a culpada de muitas mortes logo no primeiro jogo da produção, e sim, ela é real!

A personagem emblemática que pegou todos de surpresa pertence ao Jincheon Carriage Museum, também conhecido como Macha Land, localizado no condado de Jincheon, na Coreia do Sul, e foi emprestada para fazer parte da série. Mas logo foi devolvida ao museu.

A figura que roubou a cena no primeiro episódio do K-Drama foi inspirada em uma personagem popular coreana. Em entrevista ao The Tonight Show With Jimmy Fallon, a atriz Jung Ho-yeon, intérprete da norte-coreana Kang Sae Beyok, afirmou a história por trás da boneca.

“Quando estávamos na escola, tinham esses personagens, um garoto e uma garota. O menino se chamava Chulsoo e a menina se chamava Younghee. E [a boneca] é ela.” O apresentador explicou que o robô foi baseado em um personagem popular dos livros didáticos coreanos.

None
Foto: Reprodução/Netflix

6. Por trás do significado das máscaras

Quando a equipe do jogo surgiu com um macacão vermelho e máscaras que se distinguem conforme os formatos geométricos estampados, muitos se perguntaram quais eram as inspirações para a criação do uniforme.

De acordo com o criador da obra audiovisual sul-coreana, a vestimenta de trabalho foi inspirada nas colônias de formigas, onde cada um possui uma função diferente, porém, sendo impossível identificá-las. Os triângulos referem-se aos soldados. Já os círculos são os trabalhadores. Enquanto os quadrados são usados apenas por chefes e líderes.

Essa dinâmica existe para mostrar que apesar da igualdade entre os uniformes, são os símbolos nos capacetes que destacam suas verdadeiras funções. Não podendo revelar suas identidades e fazendo aquilo que lhe é instruído, os funcionários que forem contra essas regras serão mortos.

N/A
Foto: Reprodução/Netflix

Siga o nosso Twitter para saber mais sobre o mundo do entretenimento!


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!