A mais nova superparceria de DJ Khaled em sua atual música de trabalho, “I’m The One”, obteve resultados comerciais mais positivos do que o esperado. A colaboração do rapper e produtor com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne debutou na primeira colocação das paradas americana e britânica, superando as expectativas de estreia estabelecidas para o single.

Apesar de assumir o topo de ambas as tabelas nessa semana, a canção ainda é seguida de perto pela forte concorrência de faixas como o sucesso latino “Despacito”, parceria entre Luis Fonsi e Daddy Yankee alavancada pelo remix de Justin Bieber; e “Shape Of You”, hit de Ed Sheeran que continua em destaque nos pontos obtidos por reproduções em rádios, tanto nos Estados Unidos quanto no Reino Unido.

Enquanto as duas principais listas de singles do mundo permanecem com suas lideranças inconstantes, os álbuns de maior destaque em ambos os lados do Atlântico continuam os mesmos das últimas semanas: “÷”, do próprio Ed Sheeran, e “DAMN.”, de Kendrick Lamar, contiveram as estreias de nomes como Gorillaz e Mary J. Blige e permanecem no topo por mais uma atualização, dando continuidade à sua soberania na Billboard 200 e no Official Charts.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

DJ Khaled carrega popularidade e renome únicos em sua terra natal, porém ainda não havia conseguido alcance comercial suficiente para chegar ao topo da parada americana de singles. Para isso, o produtor se agrupou com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne para a produção de sua mais nova música de trabalho, “I’m The One”, que debuta na primeira posição da Billboard Hot 100 e destrona “That’s What I Like”, de Bruno Mars.

“I’m The One” não só é o 28º single da história a estrear diretamente na liderança da Billboard Hot 100, mas também é a primeira canção com cinco artistas a aparecer no topo da tabela e a primeira música de rap a debutar em tal colocação desde “Not Afraid”, sucesso de Eminem lançado em 2009

Ao longo de sua semana de lançamento, a faixa reuniu cerca de 171 mil downloads e 53,9 milhões de streams apenas pelos Estados Unidos, além de contar com uma audiência de 35 milhões de ouvintes nas rádios norte-americanas. Com isso, a parceria lidera simultaneamente as listas por vendas digitais, streaming e airplay da Billboard.

Apesar de ser o primeiro trabalho tanto de DJ Khaled quanto de Chance The Rapper a chegar ao topo da parada, “I’m The One” é o quarto e terceiro single de Justin Bieber e Lil Wayne, respectivamente, a assumir o primeiro lugar. Quavo também já ocupou a mesma posição, porém com “Bad And Boujee”, lançada ao lado de seus integrantes do Migos.

Justin Bieber também aparece em destaque na atualização dessa semana com uma participação especial em outra faixa de grande sucesso em território americano: “Despacito”, parceria entre Luis Fonsi e Daddy Yankee impulsionada pelo remix com o cantor canadense. O hit assegurou uma nova posição de pico na tabela ao subir para a terceira colocação, ultrapassando os índices conquistados por “HUMBLE.”, de Kendrick Lamar, e “Shape Of You”, música de Ed Sheeran que teve o seu pior desempenho desde sua estreia ao despencar para o quinto degrau.

Dado isso, as dez primeiras posições da Billboard Hot 100 são ocupadas da seguinte maneira:

1. “I’m The One”, DJ Khaled com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne (*)
2. “That’s What I Like”, Bruno Mars (1–2)
3. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (4–3)
4. “HUMBLE.”, Kendrick Lamar (3–4)
5. “Shape Of You”, Ed Sheeran (2–5)
6. “Something Just Like This”, The Chainsmokers e Coldplay (-)
7. “Mask Off”, Future (5–7)
8. “iSpy”, Kyle e Lil Yachty (-)
9. “XO TOUR LLif3”, Lil Uzi Vert (-)
10. “It Ain’t Me”, Kygo e Selena Gomez (-)

A queda de posições do lead single “HUMBLE.” na Billboard Hot 100 de forma alguma representa o desempenho comercial alcançado por “DAMN.”, mais recente álbum de estúdio de Kendrick Lamar, na tabela americana de discos. O trabalho chega à sua terceira semana consecutiva no topo da lista com arredondadas 173 mil unidades vendidas pelos Estados Unidos (apesar de grande, o menor número conquistado pelo título desde o seu lançamento).

O sucesso de “DAMN.”, a propósito, não deu chances para a almejada estreia do Gorillaz na primeira posição. O recém-lançado disco do grupo virtual, “Humanz”, debuta no segundo lugar ao se aproximar da marca de 140 mil cópias comercializadas, sendo assim a melhor estreia da banda criada por Damon Albarn e Jamie Hewlett e superando antecessores como “Plastic Beach” e “Demon Days” — os dois únicos álbuns até então a aparecer entre as dez primeiras colocações.

Logo abaixo, no terceiro degrau da lista, se destaca outra grande estreia: “Strength Of A Woman”, o primeiro trabalho de estúdio de Mary J. Blige em quase quatro anos, larga com aproximadamente 78 mil unidades comercializadas, tornando-se a vigésima entrada da cantora na Billboard 200 e o 14ª a adentrar a região dos dez títulos melhor colocados na parada.

O último material inédito a debutar entre as colocações de destaque é “God’s Problem Child”, mais recente disco do cantor de country Willie Nelson que assume a décima posição com 34 mil cópias vendidas. Além do trabalho, também vale ressaltar a estreia de “EPIC AF”, coletânea de sucessos de rap que reúne faixas de artistas como DJ Khaled, Future, French Montana, Yo Gotti, entre outros.

Veja como ficam os dez primeiros lugares da Billboard 200 nessa semana:

1. “DAMN.”, Kendrick Lamar (-)
2. “Humanz”, Gorillaz (*)
3. “Strength Of A Woman”, Mary J. Blige (*)
4. “More Life”, Drake (2–4)
5. “÷”, Ed Sheeran (3–5)
6. “EPIC AF”, coletânea (*)
7. “24K Magic”, Bruno Mars (5–7)
8. “Guardians Of The Galaxy, Vol. 2: Awesome Mix, Vol. 2 (Official Motion Picture Soundtrack)”, trilha sonora de “Guardiões da Galáxia Vol. 2” (-)
9. “Memories… Do Not Open”, The Chainsmokers (6–9)
10. “God’s Problem Child”, Willie Nelson (*)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

Assim como nos Estados Unidos, DJ Khaled também assegurou a primeira posição da tabela britânica de singles com “I’m The One” ao lado de Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne. A canção acumulou aproximadamente 5,1 milhões de reproduções em serviços de streaming e 23 mil downloads em sua semana de entrada no Reino Unido, o suficiente para desbancar a liderança de “Symphony”, de Clean Bandit e Zara Larsson.

A faixa é o primeiro single de DJ Khaled a alcançar o topo da parada britânica. Até então, o rapper havia chegado apenas até a 25ª colocação com “For Free”, produzida em parceria com Drake (que, nessa atualização, encontra-se no nono lugar com “Passionfruit”).

Outra música de trabalho que refletiu o seu bom desempenho na tabela americana no Reino Unido foi “Despacito”, originalmente gravada por Luis Fonsi e Daddy Yankee e recentemente acrescentada com a participação especial de Justin Bieber. O single, que tem conquistado cada vez mais espaço em território britânico, escalou 18 degraus rumo à quarta posição da tabela, uma marca pessoal inédita no Official Charts.

Confira como ficam as dez primeiras colocações da tabela britânica de singles nessa semana:

1. “I’m The One”, DJ Khaled com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne (*)
2. “Symphony”, Clean Bandit e Zara Larsson (1–2)
3. “Shape Of You”, Ed Sheeran (2–3)
4. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (22–4)
5. “Galway Girl”, Ed Sheeran (3–5)
6. “Swalla”, Jason Derulo com Nicki Minaj e Ty Dolla $ign (-)
7. “There’s Nothing Holdin’ Me Back”, Shawn Mendes (-)
8. “Sign Of The Times”, Harry Styles (4–8)
9. “Passionfruit”, Drake (5–9)
10. “Solo Dance”, Martin Jensen (8–10)

O aguardado lançamento de “Humanz”, mais recente trabalho de estúdio do Gorillaz, não foi capaz de destronar o sucesso de vendas de Ed Sheeran. O cantor permanece com dois dos dez álbuns melhor colocados na tabela britânica de álbuns: o seu último disco, “÷”, no topo pela nona semana consecutiva, e “X”, que ocupa o oitavo lugar mesmo três anos após o seu lançamento.

Já o novo título da banda virtual criada por Damon Albarn e Jamie Hewlett, que também é o primeiro lançado pelo Gorillaz em um intervalo de quase sete anos, debuta na vice-liderança da lista, tornando-se o quinto álbum do grupo a aparecer entre os dez primeiros lugares no Reino Unido. Para a produção do trabalho, o vocalista do Blur convocou participações especiais de artistas como D.R.A.M., Popcaan, Vince Staples, De La Soul, Grace Jones, entre vários outros.

Apesar dos lançamentos do The Cranberries e de Mark Lanegan, “Humanz” foi a única estreia da semana entre as dez primeiras posições britânicas. Enquanto isso, nomes como Drake e Take That — atualmente nos sexto e décimo lugares com “More Life” e “Wonderland”, respectivamente — prosseguem conquistando posições aos poucos com seus mais recentes projetos.

Os dez álbuns melhor colocados na parada britânica de discos são:

1. “÷”, Ed Sheeran (-)
2. “Humanz”, Gorillaz (*)
3. “Human”, Rag’n’Bone Man (-)
4. “Tears On The Dancefloor”, Steps (2–4)
5. “DAMN.”, Kendrick Lamar (4–5)
6. “More Life”, Drake (7–6)
7. “Moana (Original Motion Picture Soundtrack)”, trilha sonora de “Moana: Um Mar de Aventuras” (9–7)
8. “X”, Ed Sheeran (10–8)
9. “Life Love Flesh Blood”, Imelda May (5–9)
10. “Wonderland”, Take That (12–10)


Por mais que o estado das tabelas americana e britânica de singles na próxima semana seja imprevisível, é possível apostar em uma estreia de destaque para “Slow Hands”, mais nova música de trabalho solo de Niall Horan. A canção é o segundo single do integrante do One Direction e tem alcançado bons percentuais de vendas digitais, carregando chances reais de debutar em evidência nas próximas atualizações.

Nas paradas de discos, Chris Stapleton e Logic muito provavelmente assegurarão dois lugares entre os dez discos melhor colocados nos Estados Unidos com os inéditos “From A Room: Volume 1” e “Everybody”, respectivamente, provando assim a popularidade e o potencial comercial de ambos os artistas em sua terra natal.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.