18 de julho de 2019 por Mariana Vince.

Hoje, 19, Beyoncé lançou para o mundo o álbum “The Gift”, produzido por ela mesma para o filme “O Rei Leão”.

Ouça!

O álbum contém participações muito especiais do mundo musical, como Jay-Z, Pharrell, Kendrick Lamar e diversos artistas africanos. Segundo Beyoncé, a participação desses artistas foi fundamental para que “The Gift” tivesse a real essência do seu significado.

Confira a lista completa  de músicas do novo álbum.

01) “Bigger” – Beyoncé
02) “Find Your Way Back (Circle of Life)” – Beyoncé
03) “Don’t Jealous Me” – Tekno, Yemi Alade, Mr. Eazi
04) “Ja Ara E” – Burna Boy
05) “The Nile” – Beyoncé, Kendrick Lamar
06) “Mood 3 Eva” – Beyoncé, JAY-Z, Childish Gambino
07) “Water” – Salatiel, Pharrell, Beyoncé
08) “Brown Skin Girl” – Blue Ivy Carter, St. Jhn, Wiz Kid, Beyoncé
09) “Keys to the Kingdom” – Tiwa Savage, Mr. Eazi
10) “Otherside” – Beyoncé
11) “Already Know” – Beyoncé, Shatta Wale
12) “My Power” – Tierra Whack, Beyoncé, Busiswa, Yemi Alade, Moonchild Sanelly
13) “Scar” – 070 Shake, Jessie Reyes
14) “Spirit” – Beyoncé

Lembrando que Beyoncé lançou na última terça-feira, 16, o videoclipe de “Spirit”, faixa que compõe o novo álbum e está presente na trilha sonora de “O Rei Leão”. No vídeo, é possível ver cenas do filme, algumas já divulgadas em trailers mais antigos.

A estreia do filme aconteceu hoje, 18, e já está em cartaz nos cinemas.

Artistas africanos

Ainda na entrevista para o programa “Good Morning America”, Beyoncé falou sobre a importância da presença dos artistas africanos no álbum.

“Eu queria me assegurar que achássemos os melhores talentos da África. E não usar apenas alguns dos sons e fazer minha própria interpretação disso. Eu queria que fosse autêntico sobre o que é lindo na música da África”.

Essa é uma nova experiência de contar histórias. Eu queria fazer mais do que encontrar uma coleção de músicas que foram inspiradas no filme. É uma mistura de gêneros e colaborações que não é um som. Ele é influenciado por tudo, de R&B, pop, hip hop e Afro Beat. Eu queria colocar todo mundo em sua própria jornada para vincular o enredo. Cada música foi escrita para refletir a narrativa do filme, que dá ao ouvinte a chance de imaginar suas próprias imagens. Era importante que a música não fosse executada apenas pelos artistas mais interessantes e talentosos. Mas também produzida pelos melhores produtores africanos”

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.