rihanna

Aniversário de Rihanna: veja 5 feitos marcantes da cantora

Celebre o 33º aniversário de uma das maiores cantoras da indústria e saiba quais são os feitos significativos de sua carreira como artista e empresária.

Por em 20 de fevereiro de 2021

Celebrando o aniversário de 33 anos de uma das maiores artistas do mundo da música, hoje, Rihanna é exemplo para além do ramo musical. Afinal, engajada em diversos projetos que moldaram setores do mercado, a voz de “Umbrella” deixa marcas que faz transparecer sua importância na arte, moda e filantropia.

Por isso, selecionamos 5 momentos em que a musa do pop se destacou através de suas significativas ações e registrou seu nome na cultura e nos negócios.

rihanna
Foto: reprodução/Youtube

1. Rihanna: a primeira mulher negra a comandar uma marca do grupo LVMH

Rihanna fez história ao se tornar a primeira mulher negra a comandar uma grife de luxo. O grupo LVMH cuida de grifes como Louis Vuitton e Dior, e a partir do ano de 2019 iniciou a parceria com a Fenty, linha de prêt-à-porter, acessórios, sapatos e óculos escuros da cantora.

Na entrevista realizada a um seleto grupos de jornalistas no momento da inauguração de sua primeira loja em Paris, França, a barbadiana ressaltou a importância de sua marca vestir diferentes corpos:

Eu sou uma garota com curvas, então se não puder usar minhas criações não adianta. Preciso ver como vai ficar nas coxas, na barriga… Está bom em mim ou só em modelos?

Foto: MARTIN BUREAU / AFP

Em janeiro dessa ano, a FENTY não escapou da crise mundial em que o mundo dos negócios está vivenciando com a pandemia e a LVMH decidiu fechar a marca criada por Rihanna há menos de dois anos. Tal decisão foi tomada em conjunto pelo grupo e pela artista/empresária.

No entanto, o grupo vai continuar focado nos planos concretos para a Fenty Beauty, Fenty Skin e a bem sucedida marca de lingerie da cantora, Savage X Fenty.

Entenda: Fenty: por que a marca de luxo de Rihanna foi suspensa?

2. A Savage X Fenty líder no mercado global de lingerie em 2025

De forma global, a marca de lingerie de Rihanna é atualmente uma das maiores linhas de moda íntima do mundo e está preste a atingir um novo e grande feito. Elevando seu potencial como marca de inclusão e diversidade, a empresa está prestes a se tornar líder no mercado global de lingerie, que deverá atingir US$ 325 bilhões em 2025.

Segundo a Forbes, “a marca de Rihanna provou que a diversidade e inclusão no dimensionamento, acesso e marketing podem levar a um objetivo ainda maior, equidade em se sentir sexy”, relatou a mais conceituada revista de negócios do mundo.

Além disso, a Savage X Fenty possui uma arrecadação em 115 milhões de dólares, em financiamento da L Catterton, uma empresa ligada à LVMH, ascendendo sua avaliação para mais de 1 bilhão de dólares.

3. Tweet de Rihanna chama atenção do governo indiano

Como sempre combatendo e debatendo sobre as opressões que encurralam as minorias mundo a fora, a artista causou mais uma vez ao tweetar sobre o movimento dos agricultores indianos contra a desregulamentação do setor na Índia. A prisão da cantora chegou a ser pedida pelo governo.

Além da repressão aos protestos, o governo também suspendeu as conexões de internet na região de Nova Délhi, gerando críticas. Isso, instigou Rihanna a se pronunciar sobre tal assunto, o que acabou sendo alvo de inúmeros ataques não só pelas autoridades indianas, como pelos apoiadores do Bharatiya Janata (BJP), o partido de Modi, Primeiro-ministro do país.

Assim, com cartazes estampando os rostos de Greta Thunberg, que se uniu a artista, e Rihanna, os protestantes foram as ruas para protestar contra o que chamam de “interferência nos assuntos internos a mando de separatistas”. A partir do posicionamento da diva e da ativista ambiental, a situação ganhou repercussão mundial e a empresa que havia suspendido a internet, restabeleceu-a no dia seguinte.

4. A artista feminina mais certificada nos EUA

Quem disse que ela não canta mais? O sucesso de Rihanna é atemporal e suas músicas também. Afinal, na última contabilização da Recording Industry Association of America (RIAA), Rihanna superou Taylor Swift e se tornou novamente a artista feminina mais certificada em singles nos Estados Unidos.

A intérprete de “Work” já possui 137 milhões de certificações em unidades de singles pela organização. A atualização deu à Rihanna 8x certificados de platina para “Work”, 7x para “Needed Me”, 4x para “Love On The Brain” e 2x para “Kiss It Better”.

Leia também: Aclamação: “Anti”, de Rihanna, celebra 5 anos de lançamento

5. Recebeu o Humanitarian Award

Desde grande doações a construções de escolas, Rihanna destaca-se em suas contribuições filantrópicas. Devido às suas importantes ações a favor da sociedade, a artista recebeu o prêmio de ativista do ano de 2017 pela Universidade de Harvard.

A instituição nomeou RihRih por seus projetos humanitários, especialmente pela construção do centro de tratamento contra o câncer localizado no Hospital Rainha Elizabeth em Bridgetown, em Barbados. Bem como pelo seu trabalho pela educação de meninas nos países em desenvolvimento.

Além da criação de um programa destinado a dar bolsas de estudo para caribenhos que vão estudar nos Estados Unidos.

Em seu discurso, Rihanna ressaltou o conselho dado por sua avó sobre a ajuda ao próximo: “Minha avó sempre me dizia: ‘se você tem um dólar, tem muito o que dividir'”.

A cantora se junta ao seleto grupo de vencedores deste prêmio como o ex-secretário-geral da ONU Ban Ki-Moon, a ativista paquistanesa e vencedora do Prêmio Nobel da Paz Malala Yousafzai e o cantor americano Lionel Richie.

Ama essa aniversariante assim como nós? Conte seu feito favorito dessa mega e importante artista no nosso Twitter!

Leia também: 4 vezes que Rihanna se destacou, mesmo sem música nova


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!