2 de agosto de 2016 por Gabriel Haguiô.

Após anos de negociações, finalmente foi anunciado na manhã desta terça-feira (2) que a plataforma de vídeos Vevo e a Warner Music Group estabeleceram uma parceria de maneira a alterar a política de licenciamento para a distribuição de clipes dos artistas pertencentes às gravadoras afiliadas ao selo musical.

Com a parceria histórica firmada entre ambas as empresas, os artistas das gravadoras que compõem o grupo – envolvendo companhias como Atlantic Records, Parlophone Records, Fueled By Ramen, Reprise Records, etc. – poderão liberar seus videoclipes na plataforma, que até então estavam disponíveis apenas em seus canais próprios no YouTube.

Entre os nomes que exportarão seu catálogo para o serviço, encontram-se artistas como Bruno Mars, ColdplayAnittaEd SheeranMadonnaRed Hot Chili PeppersKylie MinogueLukas GrahamBirdy, ParamoreDavid GuettaLinkin ParkJason DeruloMetallicaPanic! At The DiscoMajor LazerJess GlynneTwenty One PilotsCharlie PuthCharli XCX, entre vários outros.

“Hoje é um marco importante para o Vevo por por estarmos forjando uma nova relação com a Warner Music Group baseada na visão compartilhada de colocarmos os artistas em primeiro lugar e criar uma plataforma que faça justiça à música. Estamos animados com a parceria com a Warner Music e em trazer o conteúdo de seus artistas à vida através de nossas experiências mobile e online e de nossa gama de programação”, declarou o CEO da empresa, Erik Huggers.

Até o momento, ainda não é sabido quando a videografia da Warner Music Group será inteiramente disponibilizada no serviço ou como o sistema de Vevo Certifieds – certificados entregues à artistas após a marca de 100 milhões de visualizações em seus clipes – funcionará, mas é esperado que novas informações a respeito da parceria sejam reveladas em breve.

Em dezembro de 2009, o Vevo foi criado a partir de um empreendimento conjunto entre a Universal Music Group e a Sony Music Entertainment em parceria com a Abu Dhabi Media, e até o anúncio da parceria apresentava conteúdo de apenas ambas as gravadoras e da EMI Music, encerrada em 2012, uma vez que a Warner Music Group estava afiliada ao grupo concorrente Viacom Media Networks.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.