Diferente do que foi feito durante as promoções de “reputation”, Taylor Swift voltou a divulgar seu trabalho publicamente na mídia. Portanto, nesta quarta-feira, dia 15 de maio, foi ao ar a participação da cantora no programa “Ellen DeGeneres Show”.

A última vez em que Taylor havia sido entrevistada por Ellen fora há quatro anos. No programa atual, a cantora contou um pouco sobre seu recente single “ME!”, o novo álbum, e a presença de easter eggs em seu trabalho. Confira a entrevista neste vídeo:

Além disso, Taylor participou do famoso quadro “Burning Questions”, onde os convidados entrevistados por Ellen respondem perguntas além das feitas no quadro principal.

No começo de maio, Swift foi capa da revista semanal Entertainment Weekly. Além disso, a edição conteve a primeira entrevista da artista, para uma revista, em três anos.

Taylor Swift e o desempenho de “ME!”

Taylor conseguiu divulgar seu comeback de maneira primorosa. Em síntese, “ME!” bateu recordes de visualizações nas plataformas, e alcançou boas posições nos charts. Por exemplo, o single atingiu a segunda posição da Billboard Hot 100 após uma semana de lançamento, fazendo desta a maior escalada da história da parada.

Além disso, a cantora apresentou a música como ato de abertura do Billboard Music Awards 2019, cuja performance ajudou na divulgação da canção. A parceria com Brendon Urie também alavancou em transmissões nas rádios americanas.

Entretanto, mesmo com várias entrevistas dadas, o novo disco de Swift continua sem o nome divulgado. Recentemente, a artista fez uma transmissão online com a rádio britânica BBC Radio 1, na qual contou sobre como sua fanbase têm criado teorias sobre o futuro TS7.

As especulações por parte dos fãs são grandes, que andam analisando as dicas dadas pela pop star de forma minuciosa na web. Em suma, Taylor continua com o seu retorno de sucesso. A cantora apresentará “ME!” na final do programa “The Voice USA”, no próximo dia 21 de maio.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.